depoimento

Posso confirmar a verdade desse blog. Namorava há um ano qdo me vi insatisfeita já há um tempo, ele me tratando mal, me desrespeitando, me colocando de lado, e por um tempo insisti, corri atrás, implorei, e nada adiantava, pelo contrário, ele ficava mais frio e distante a cada tentativa minha, e inclusive começou a flertar com outras. Então decidi me afastar, cuidar de mim e colocar minha vida em ordem, pois ele estava correndo atrás dos projetos dele e a trouxa aqui sofrendo, com um monte de coisas pra fazer.

É claro que foi difícil, mas sempre que pensava em ligar, procura-lo, lembrava de todas as coisas ruins e toda dor que sentia e ia fazer outra coisa – estudar, ver filme, conversar com amigas – e a vontade passava. Com o tempo eu vi que estava me amando mais e que não precisava de ninguém pra me sentir bem, e foi aí que fiquei mais forte.

Dois meses depois ele me procurou, dizendo sentir minha falta e querendo voltar. Como não tinha certeza se queria voltar não respondi. Não estava fazendo jogo ou me esforçando para ignora-lo, simplesmente decidi fazer só o que me fazia sentir bem.

Com isso o jogo virou. Aquele cara frio, distante, e que até mesmo flertava com outras, se transformou no cara mais dedicado em me agradar, cuidar e amar.

É claro que não sou a mesma, pq agora é primeiro eu, e se não está bom, pode ir embora. Não aceito migalhas se posso ter banquete, e enquanto a gente aceita migalhas é só isso que vamos receber.

Relaxem. E o que for pra ser seu jamais será perdido, podem acreditar, não precisa se esforçar pro amor dar certo, pq qdo é pra ser, as coisas fluem.

[subscribe2]

Escrito por

Linda Cristina

Coaching de Relacionamentos, Autoestima e Valorização Pessoal