Siga nos no YouTube e veja nosso conteúdo! >>https://www.youtube.com/c/fazerhomemvalorizar

Aceitar as coisas como são nos deixa leve…

“Seu valor é determinado pelo o que você tem de certo e errado na vida, se você trata bem as pessoas, se você é honesto, se você usa suas habilidades para fazer o mundo um lugar melhor. E, por lugar melhor, isso pode significar até mesmo a ajudar sua mãe a carregar as compras para dentro de casa. Seu valor não é determinado se uma pessoa te acha bonita ou feia, se ela te deixou, se ela te traiu, se ela te humilhou. A forma como as pessoas agem com você, ou falando de você, só diz respeito ao que elas são, ao que elas pensam delas mesmas, só mostram quem elas são.” É exatamente isso! Até com amizades. Por exemplo, quando alguém é falso, invejo ou tenta prejudicar… É o que a pessoa tem a oferecer, como se fosse um “presente” e quando a gente recusa, volta pra pessoa.

E quando a gente começa a enxergar com clareza e ser exigente, acabamos querendo o melhor. E tudo bem também se demoramos a notar quem realmente é a pessoa. Sabe… Eu já corri atrás, me dediquei, me desdobrei pra agradar, pedi desculpas pelos erros que nem eram meus, trocava de sair com amigos pra estar com a pessoa, deixava passar muita coisa, aí veio uma traição, mais mentiras, e eu me humilhei querendo voltar, voltamos em teoria… Na prática não dava certo pra engatar. Ele se envolveu com outras e eu deixei pra lá. Ele namorou muitas e tinha várias amantes ao mesmo tempo. Não abandonava nenhuma da lista. Mas não era assim quando o conheci. Éramos um para o outro. (Pesquisei a vida do jovem kkkk).

Depois da primeira, só piorou. Eu sabia de tudo e deixava pra lá. Todo dia foi uma luta vencida por não procurar, por não manda msg, nem ligar, zero contato. Mas nos víamos na rua por acaso ou ironia do destino e eu ignorava… Até que ele fazia questão de vim me cumprimentar. Depois amadureci mais e vi que o mínimo é sermos educados um com o outro. Não nos vemos tanto mas eu como não guardo mágoas, nem rancor, nada de ruim… Se visse ele, falaria normal… Sem fúria, sem saudade, sem paixão, apenas educação. Bom, passou um tempo em quem enlouqueci de tanto querer ele de novo. E por ironia ele me procurou antes r mandou mensagem. Disse que eu parei de falar com ele e que sou problemática. Na vdd eu parei de ter contato por saber o que ele aprontava. Tinha vergonha de ir atrás.

Foram alguns “eu quero você”, várias voltas teoricamente e nem saímos do lugar. Porque eu tinha cada vez mais vergonha da situação. Como que alguém fala que quer voltar e espera a outra pessoa ir te ver? Quem falou é quem deve vim e se mostrar merecedor de outra chance. Teve coisas que ele disse que eu fiquei confusa mas depois… Cresci mais ainda. Ele disse uma vez que ele pode namorar quem for que eu não mudo, que passe o tempo que for, ainda vou gostar dele. Posso ter vencido muitas situações e sinto que não sou mais a mesma. Talvez ele ainda não tenha notado mas não tem problema. Eu me quero bem e feliz! Ele também merece. Talvez ainda exista uma chama bem pequena ainda de sentimento por ele… Mas como amadureci tanto, ele merece ser feliz. Não vou amarrar alguém na minha saia pra viver até o fim da vida e chamar de amor.

Eu o respeito e me respeito! Quero sempre o melhor. Me admiro por isso. Tem muita coisa que quero vencer ainda! E talvez eu não esteja fazendo nada pra conseguir vencer mas tenho consciência que quero mudar… Por exemplo, parar de sentir medo de recomeçar com alguém. Ir mais nas festas que tanto deixo de ir, viver intensamente. Quando ele me procurou agora recente, ele não sabia que eu sabia que ele estava com outra. Mas eu o conheço. Eu sei onde vai dar. Mas não é do meu interesse. Eu tô bem! E as vezes fico triste por ter perdido tanto tempo depois de um término. Ja faz 1 ano. E ele já ‘namorou’ várias enquanto eu estudo e trabalho e cuido da minha saúde. Não espero nada dele, nem que eu me apaixone ou que apareça alguém. Me sinto cansada para relacionamentos. Queria acrescentar que, demora mas a gente consegue superar. É só ter aquele estalo de que o mundo continua girando, tem muita coisa pra fazer de bom, tem muito pra agradecer. Bjss

Siga-me nas redes sociais

3 Comentários

Alice · 5 de Abril de 2017 às 11:39

Maria, achei seu depoimento muito forte. Acredito que todas nós já passamos por uma situação dessas ou parecida. Eu pessoalmente estou nesse momento, apesar de que não fiquei tanto tempo assim com o babaca, mas te desejo muita força e sabedoria na hora de agir e no pensar pois sabemos que as vezes nossas emoções atrapalham bastante. Não sei se irá te ajudar, mas está me ajudando bastante, eu olho para o rapaz que me traiu e me trocou com pena. Eu comecei observar o passado dele com outras mulheres e vi que simplesmente tudo se repete e eu fui só mais uma. Talvez no seu caso seja igual. Fiquei pensando, não adianta ter raiva rancor ou ficar triste pois é a natureza dele e ele mesmo não se deu conta. Esses dias eu assisti uma palestra de relacionamentos chamado terapia do amor, e o palestrante disse uma coisa muito interessante que eu mesmo não tinha me ligado mesmo sendo algo tão óbvio. Ele disse “a ferida de um amor não se cura arrumando outro amor, ou um problema no amor não se cura trocando a pessoa. É como se tivesse tapando o sol com uma peneira. Você sempre terá essa ferida aberta e” viva” se não aprendemos a se curar antes de arrumar outra pessoa e quando tiver na busca, usar mais a cabeça e observar as atitudes para não ficar errando. ”
Eu achei isso muito interessante e comecei olhar pra tudo que passei sem emoção e com mais lógica e vi que pra ele desde que terminamos isso virou um jogo, uma situação conveniente pra ele. Ele estava tipo living lá vida loca. E eu otaria achando que poderia recuperar tudo.
Quando comecei ler o blog apliquei algumas dicas (e falhei em outras pq fui fraca) mas vou te dizer, já deu pra perceber quem ele era.
Não sei o que vai acontecer daqui pra frente, ou lá na frente se ele vai cair em si. Não sei se um dia iremos voltar a se falar. Mas pelo menos essa dica carrego comigo. De usar mais a cabeça e observar o passado da pessoa. Talvez se eu tivesse feito isso antes não estaria com essa dor no peito agora. Mas eu creio que irá passar.
Linda obrigada por este blog pois você tem ajudado muita gente, se eu não tivesse achado seu blog eu provavelmente seria “a outra” e olha que vergonha pra mim como mulher, e pro meu auto estima.

    Maria Ayla · 5 de Abril de 2017 às 23:33

    Primeiramente, é uma honra ter meu depoimento aqui. Poderia ter dado dicas (mas não sabia que iria ser um post,enfim), obrigado! Então, Alice… Também te desejo muita força e sabedoria! Pelo visto, passamos praticamente pela mesma situação. Gostei do que falou sobre a palestra que assistiu, bem interessante e útil pra muita gente. No momento em que eu cansei foi ótimo. Eu chorei muito, eu tinha até uma playlist de músicas de sofrencia (como se os cantores tivessem feito pensando em minha história hahaha), eu apaguei fotos e numero depois de muito tempo. Primeiro eu decidi que mereço o melhor e toda vez que eu ia cair na depre por causa dele eu falava pra mim “minha mãe não me trouxe ao mundo pra sofrer, mereço o melhor” e seguia. Eu abri mão de um quase amor (se é que pode chamar assim) para ter auto estima, dignidade, alegria e muitas coisas boas e não sei porque não fiz antes. Eu me sinto bem melhor! Não fico o dia todo esperando mensagens, ou ligação, não me arrumo pra alguém, não deixo de fazer as coisas só pra estar com alguém. Isso é importante meninas: nunca mudem! Por mais que estejam apaixonadas/amando, tem que se priorizar. Tenho amigas que tinham namorados que reclamavam até da cor do esmalte e eu dizia a elas: mas você já pintava a unha antes de estar com ele, por que agora vai mudar? Porque se for é só ladeira abaixo. Lembrando que podemos melhorar por quem merece… Mas não devemos deixar de ser quem somos pra estar na vida do outro. No momento, faz um tempo bem grande sem nem beijar na boca. Apareceram pessoas sim… Mas não ia me agregar, decidi que não. Estou assim, exigente. Lógico que me divirto mas com amigos etc, não preciso beijar alguém. Tô bem pé no chão. Bom, sei que quando é recente armamos até plano de vingança mas passa. Ódio, raiva, vontade de matar ficam em ultimo plano até que deixem de existir. Se alguém nos oferece o pior enquanto damos o melhor, é bem claro que merecemos o mesmo. Não se sujeitem ao pouco, a ser a outra, a que está em banho-maria caso ninguém melhor apareça, a que fuca as redes sociais… Etc. Só desejo que saibam escolher o que merecem! E quando bater aquele arrependimento de ter perdido tempo (eu fico assim às vezes), ou quando pensarem que se voltassem atrás seria diferente, essas coisas… Meninas, isso não dá em nada. Deixem as coisas tomarem seu rumo, ok? Até lá estejam felizes pelas lições que aprenderam, pelas suas conquistas, por cada coisa importante. Bjoooks. #blogsensacional

      Maria Ayla · 5 de Abril de 2017 às 23:42

      ***Se alguém nos oferece o pior enquanto damos o melhor, é bem claro que merecemos o MELHOR de volta.Então pulem fora do barco.***

E aí, o que acha? Comente!