depoimento

Aceitar as coisas como são nos deixa leve…

“Seu valor é determinado pelo o que você tem de certo e errado na vida, se você trata bem as pessoas, se você é honesto, se você usa suas habilidades para fazer o mundo um lugar melhor. E, por lugar melhor, isso pode significar até mesmo a ajudar sua mãe a carregar as compras para dentro de casa. Seu valor não é determinado se uma pessoa te acha bonita ou feia, se ela te deixou, se ela te traiu, se ela te humilhou. A forma como as pessoas agem com você, ou falando de você, só diz respeito ao que elas são, ao que elas pensam delas mesmas, só mostram quem elas são.” É exatamente isso! Até com amizades. Por exemplo, quando alguém é falso, invejo ou tenta prejudicar… É o que a pessoa tem a oferecer, como se fosse um “presente” e quando a gente recusa, volta pra pessoa.

E quando a gente começa a enxergar com clareza e ser exigente, acabamos querendo o melhor. E tudo bem também se demoramos a notar quem realmente é a pessoa. Sabe… Eu já corri atrás, me dediquei, me desdobrei pra agradar, pedi desculpas pelos erros que nem eram meus, trocava de sair com amigos pra estar com a pessoa, deixava passar muita coisa, aí veio uma traição, mais mentiras, e eu me humilhei querendo voltar, voltamos em teoria… Na prática não dava certo pra engatar. Ele se envolveu com outras e eu deixei pra lá. Ele namorou muitas e tinha várias amantes ao mesmo tempo. Não abandonava nenhuma da lista. Mas não era assim quando o conheci. Éramos um para o outro. (Pesquisei a vida do jovem kkkk).

Depois da primeira, só piorou. Eu sabia de tudo e deixava pra lá. Todo dia foi uma luta vencida por não procurar, por não manda msg, nem ligar, zero contato. Mas nos víamos na rua por acaso ou ironia do destino e eu ignorava… Até que ele fazia questão de vim me cumprimentar. Depois amadureci mais e vi que o mínimo é sermos educados um com o outro. Não nos vemos tanto mas eu como não guardo mágoas, nem rancor, nada de ruim… Se visse ele, falaria normal… Sem fúria, sem saudade, sem paixão, apenas educação. Bom, passou um tempo em quem enlouqueci de tanto querer ele de novo. E por ironia ele me procurou antes r mandou mensagem. Disse que eu parei de falar com ele e que sou problemática. Na vdd eu parei de ter contato por saber o que ele aprontava. Tinha vergonha de ir atrás.

Foram alguns “eu quero você”, várias voltas teoricamente e nem saímos do lugar. Porque eu tinha cada vez mais vergonha da situação. Como que alguém fala que quer voltar e espera a outra pessoa ir te ver? Quem falou é quem deve vim e se mostrar merecedor de outra chance. Teve coisas que ele disse que eu fiquei confusa mas depois… Cresci mais ainda. Ele disse uma vez que ele pode namorar quem for que eu não mudo, que passe o tempo que for, ainda vou gostar dele. Posso ter vencido muitas situações e sinto que não sou mais a mesma. Talvez ele ainda não tenha notado mas não tem problema. Eu me quero bem e feliz! Ele também merece. Talvez ainda exista uma chama bem pequena ainda de sentimento por ele… Mas como amadureci tanto, ele merece ser feliz. Não vou amarrar alguém na minha saia pra viver até o fim da vida e chamar de amor.

Eu o respeito e me respeito! Quero sempre o melhor. Me admiro por isso. Tem muita coisa que quero vencer ainda! E talvez eu não esteja fazendo nada pra conseguir vencer mas tenho consciência que quero mudar… Por exemplo, parar de sentir medo de recomeçar com alguém. Ir mais nas festas que tanto deixo de ir, viver intensamente. Quando ele me procurou agora recente, ele não sabia que eu sabia que ele estava com outra. Mas eu o conheço. Eu sei onde vai dar. Mas não é do meu interesse. Eu tô bem! E as vezes fico triste por ter perdido tanto tempo depois de um término. Ja faz 1 ano. E ele já ‘namorou’ várias enquanto eu estudo e trabalho e cuido da minha saúde. Não espero nada dele, nem que eu me apaixone ou que apareça alguém. Me sinto cansada para relacionamentos. Queria acrescentar que, demora mas a gente consegue superar. É só ter aquele estalo de que o mundo continua girando, tem muita coisa pra fazer de bom, tem muito pra agradecer. Bjss

Escrito por

Linda Cristina

Coaching de Relacionamentos, Autoestima e Valorização Pessoal