Siga nos no YouTube e veja nosso conteúdo! >>https://www.youtube.com/c/fazerhomemvalorizar

Meninas, queria deixar um relato para todas as que acabaram de sofrer um término ou ainda estão na fase de correr atrás e tentar arrumar as coisas:

Primeiro de tudo, não tem o que arrumar. O relacionamento não foi feito e construído só por você; ele também tem a parcela de culpa dele. A gente tenta deixar tudo em “pratos limpos” porque achamos que vamos conseguir uma resolução de onde nos doí.
Quero dizer para todas que, quando mais cedo vocês entenderem que seu coração em paz só depende de você – de você se entender, de crescer, de ver onde errou e do que pode mudar – melhor. Você não precisa dos motivos x, y ou z dele para seguir em frente, nem mesmo mudar completamente para se adaptar ao jeito dele. A gente tende a colocar nosso valor nas mãos de uma pessoa que pode não nos valorizar e isso é horrível, porque isso é da sociedade. A sociedade como um todo sempre cria para diminuir a mulher diante de tudo (principalmente no que tange em relacionamentos e homens. De algum modo mágico, sempre acham que a culpa é da mulher e nós internalizamos isso).

Se você quer arrumar algo, procure arrumar seu coração e voltar a se encontrar. Eu digo com todo o coração do mundo que é um processo bem chato, doloroso e muitas vezes você vai sentir que sua vida está um caos e sem sentido algum (e essa sensação é proporcional ao quanto você se anulou por esse relacionamento, por esse homem e o quanto ele te machucou no fim). No meu caso, não só corri atrás, chorei, engoli trinta mil sapos diferentes e ainda assim ouvi coisas horrorosas (e o cara ainda queria manter a amizade E A PORTA ABERTA) como também me anulei horrores por cinco anos de relacionamento. Não começou desde o início, pelo contrário – tanto que a impressão que eu tenho, hoje, é a de que o cara absorveu a minha personalidade (ele age como eu agia cinco anos atrás, basicamente, em questão de objetivos, traquejos, até alguns comentários) – eu era tão eu que era basicamente Deus no céu e eu na terra para esse cara. Então sim, é difícil, é dolorido, e vai ter dias piores que os outros. Mesmo depois de muito tempo você ainda vai oscilar.

Mas estou aqui para dizer que vale muito a pena.

Eu ainda não estou nem na metade do processo de recuperação de quem eu era – e na busca de ser melhor do que qualquer versão minha que já esteve por aí nos últimos anos. Ainda tenho compulsão alimentar por ficar triste, ainda tenho batalhado para perder o peso que ganhei nos últimos dois anos por problemas hormonais (e essa é a pior parte, porque meu peso foi jogado na cara assim que terminamos, entre outras coisas), ainda estou trocando de carreira porque caí em depressão ano passado e não fiz nada da vida além de tentar chorar, ficar de cama e reconquistar alguém que não me dava mais valor há anos e, mais do que isso, alguém que hoje eu paro para pensar se realmente valia metade do esforço empreendido.

Só que hoje, um ano depois, depois de ter sido cozinhada, levada em banho-maria, humilhada, enrolada, enganada (pelo tanto de mentira que ouvi e ele nem imagina que eu sei), e jogada literalmente ao fundo do poço, hoje, minhas queridas, é muito melhor do que um ano atrás. Hoje me vejo um pouco melhor do que me via há um ano. E não me iludo achando que o processo acabou. Se eu sempre fui um mulherão, é claro que o processo para voltar a isso é difícil e sofrido.

O mundo não nos machuca porque a gente não deixa. Você é seu maior porto seguro – você é a pessoa que mais conhecerá seu íntimo ao longo de toda a sua vida. Essa é a única chance que você possui para ser a Fulana de Tal, e as pessoas ao seu arredor podem ser tanto um capítulo, um parágrafo, ou vários capítulos – mas elas NUNCA serão sua história inteira, porque o personagem principal é você. E só você.

Seu valor é determinado pelo o que você tem de certo e errado na vida, se você trata bem as pessoas, se você é honesto, se você usa suas habilidades para fazer o mundo um lugar melhor. E, por lugar melhor, isso pode significar até mesmo a ajudar sua mãe a carregar as compras para dentro de casa. Seu valor não é determinado se uma pessoa te acha bonita ou feia, se ela te deixou, se ela te traiu, se ela te humilhou. A forma como as pessoas agem com você, ou falando de você, só diz respeito ao que elas são, ao que elas pensam delas mesmas, só mostram quem elas são.

Eu quero muito voltar aqui no final do ano dizendo que eu consegui – eu consegui me superar e estar em um lugar melhor do que estive ano passado, melhor do que estive quando me sentia feliz comigo, antes de namorar, e sempre ascender às melhores posições como pessoa. Acho que cada uma de nós sabe do próprio potencial, não? Até quando vocês vão deixar que outra pessoa dite a vida de vocês, baseado na experiência de vida delas?

Ah, e o cara? Não sei, há meses não sei. Por muito tempo eu agi esperando que ele voltasse e caísse em si. Achei esse site inclusive por causa disso.
Hoje, eu acho que só encontro ou falo com ele o dia em que até mesmo o mal que ele causou me causar indiferença suficiente para olhar e dizer “obrigada por ter me ajudado a crescer e a ser o melhor que eu posso ser”. Não penso em voltar, não penso em arrumar as arestas, não penso em recuperar amizade… Finalmente, depois de tudo, hoje não penso mais em nada disso.
E eu agradeceria porque, honestamente, a gente aprende na dor. Se nada tivesse acontecido, eu provavelmente estaria na mesma posição do ano passado, logo antes de terminarmos: me sentindo sozinha, sentindo falta da nossa amizade (éramos amigos antes de namorarmos por muitos anos), carente, com início de obesidade (e eu era a garota fitness antes) e com a auto estima lá no chão. Hoje tenho a oportunidade de ser melhor do que tudo isso.

Se eu to conseguindo melhorar, vocês também conseguem. Um grande beijo

Loja: http://loja.fazerhomemvalorizar.com

Siga-me nas redes sociais

23 Comentários

· 4 de Abril de 2017 às 08:25

Caralho, que texto foda. Ate salvei nos meus favoritos para ficar lendo toda vez que a síndrome de retardada aparecer.
Todo dia vou pro trabalho e fico dando F5 no blog para ver se entrou alguma postagem as 8:00.

Hoje é meu aniversário, amanheci melhor.
Ontem estava muito angustiada e fiz uma sessão de descarrego.
Imaginei ele na minha frente e falei tudo, xinguei mandei para puta que pariu, mandei tomar naquele lugar, falei que ele nunca vai achar alguém melhor que eu que tolere as coisas que eu levava de boa.

Que era para ele comer o orgulho e o egocêntrismo dele com arroz.
Foi uma sensação maravilhosa
Cheguei em casa, orei, chorei muito falando com Deus, coloque tudo para fora. Limpei meu coração.
A iludida aqui tava fuçando ele por perfil fake. Fui la e bloquei.
Chega.
Dei um basta.
Sei que ainda vou oscilar como a colega falou ai no seu depoimento.
Mas cheguei a conclusão que apesar das coisas boas eu não me sentia segura com ele. Acredito se passasse mais tempo eu iria sofrer mais ainda. Me identifiquei muito com depoimento, pois éramos muito amigos tmb e ele tmb queria manter a amizade. Mas me bloqueou e excluiu depois que tive um surto de raiva e mandei ele pro inferno e chamei ele de moleque.
Aos poucos o lado racional vai tomando espaço. E tenho fé que todas nós chegaremos la.
Obrigada

X · 4 de Abril de 2017 às 10:55

Incrível

Maria Ayla · 4 de Abril de 2017 às 12:19

“Seu valor é determinado pelo o que você tem de certo e errado na vida, se você trata bem as pessoas, se você é honesto, se você usa suas habilidades para fazer o mundo um lugar melhor. E, por lugar melhor, isso pode significar até mesmo a ajudar sua mãe a carregar as compras para dentro de casa. Seu valor não é determinado se uma pessoa te acha bonita ou feia, se ela te deixou, se ela te traiu, se ela te humilhou. A forma como as pessoas agem com você, ou falando de você, só diz respeito ao que elas são, ao que elas pensam delas mesmas, só mostram quem elas são.” É exatamente isso! Até com amizades. Por exemplo, quando alguém é falso, invejo ou tenta prejudicar… É o que a pessoa tem a oferecer, como se fosse um “presente” e quando a gente recusa, volta pra pessoa. E quando a gente começa a enxergar com clareza e ser exigente, acabamos querendo o melhor. E tudo bem também se demoramos a notar quem realmente é a pessoa. Sabe… Eu já corri atrás, me didiquei, me desdobrei pra agradar, pedi desculpas pelos erros que nem eram meus, trocava de sair com amigos pra estar com a pessoa, deixava passar muita coisa, aí veio uma traição, mais mentiras, e eu me humilhei querendo voltar, voltamos em teoria… Na prática não dava certo pra engatar. Ele se envolveu com outras e eu deixei pra lá. Ele namorou muitas e tinha várias amantes ao mesmo tempo. Não abandonava nenhuma da lista. Mas não era assim quando o conheci. Éramos um para o outro. (Pesquisei a vida do jovem kkkk). Depois da primeira, só piorou. Eu sabia de tudo e deixava pra lá. Todo dia foi uma luta vencida por não procurar, por não manda msg, nem ligar, zero contato. Mas nos víamos na rua por acaso ou ironia do destino e eu ignorava… Até que ele fazia questão de vim me cumprimentar. Depois amadureci mais e vi que o mínimo é sermos educados um com o outro. Não nos vemos tanto mas eu como não guardo mágoas, nem rancor, nada de ruim… Se visse ele, falaria normal… Sem fúria, sem saudade, sem paixão, apenas educação. Bom, passou um tempo em quem enlouqueci de tanto querer ele de novo. E por ironia ele me procurou antes r mandou mensagem. Disse que eu parei de falar com ele e que sou problemática. Na vdd eu parei de ter contato por saber o que ele aprontava. Tinha vergonha de ir atrás. Forom alguns “eu quero você”, várias voltas teoricamente e nem saímos do lugar. Porque eu tinha cada vez mais vergonha da situação. Como que alguém fala que quer voltar e espera a outra pessoa ir te ver? Quem falou é quem deve vim e se mostrar merecedor de outra chance. Teve coisas que ele disse que eu fiquei confusa mas depois… Cresci mais ainda. Ele disse uma vez que ele pode namorar quem for que eu não mudo, que passe o tempo que for, ainda vou gostar dele. Posso ter vencido muitas situações e sinto que não sou mais a mesma. Talvez ele ainda não tenha notado mas não tem problema. Eu me quero bem e feliz! Ele também merece. Talvez ainda exista uma chama bem pequena ainda de sentimento por ele… Mas como amadureci tanto, ele merece ser feliz. Não vou amarrar alguém na minha saia pra viver até o fim da vida e chamar de amor. Eu o respeito e me respeito! Quero sempre o melhor. Me admiro por isso. Tem muita coisa que quero vencer ainda! E talvez eu não esteja fazendo nada pra conseguir vencer mas tenho consciência que quero mudar… Por exemplo, parar de sentir medo de recomeçar com alguém. Ir mais nas festas que tanto deixo de ir, viver intensamente. Quando ele me procurou agora recente, ele não sabia que eu sabia que ele estava com outra. Mas eu o conheço. Eu sei onde vai dar. Mas não é do meu interesse. Eu tô bem! E as vezes fico triste por ter perdido tanto tempo depois de um término. Ja faz 1 ano. E ele já ‘namorou’ várias enquanto eu estudo e trabalho e cuido da minha saúde. Não espero nada dele, nem que eu me apaixone ou que apareça alguém. Me sinto cansada para relacionamentos. Queria acrescentar que, demora mas a gente consegue superar. É só ter aquele estalo de que o mundo continua girando, tem muita coisa pra fazer de bom, tem muito pra agradecer. Bjss

Mônica Macedo · 4 de Abril de 2017 às 13:21

olá….queria uma ajuda…quero por fim a um relacionamento onde não sou valorizada…ele parou de falar q me ama e ultimamente estou levando o relacionamento nas costas…e agora deu pra falar q sou chata …então devo falar tudo o q penso pra ele ou só simplesmente sumo e pronto????não sei se ele merece uma explicação

    Linda Cristina · 4 de Abril de 2017 às 16:07

    Mônica Macedo,

    Você não gosta mais dele? Porque só porque ele não diz que te ama, não significa muita coisa, ainda mais vindo de homem, temos que observar sempre as atitudes e não as palavras.

    Bjs

Ray · 4 de Abril de 2017 às 17:11

Linda meu namoro tava uma maravilha e de uns dias pra cá veio desandando . Ele começou a ficar frio e distante. Pouco responde, age com ignorância, não eh mais carinhoso, me chama de chata e fala em terminar. Eu me desequilibrei , comecei a ficar insegura, correndo atrás querendo conversar a toda hora, morrendo de ciúmes e agora ele diz q não aguenta mais e nem fala comigo. Linda oq eu faço pra voltar como tava antes. Tentei o desprezo mas tenho medo dele realmente ir embora. Por favor me responde to muito insegura não sei direito oq fazer…

    Linda Cristina · 4 de Abril de 2017 às 18:35

    Ray,

    Calma aí! Respira ok?
    Acho que você começou a se anular, não é não? Pensa aí no que você andou se sacaneando que você vai ter a resposta pra ele ter se afastado… Será que você andou cobrando demais?
    Dá uma afastada dele, se dedique à suas coisas, deixa a poeira abaixar e ele esquecer a imagem de louca que você vem passando… Daqui a pouco ele volta mais “calmo” rs

    Bjs

    Mônica Macedo · 4 de Abril de 2017 às 18:58

    nossa…nossa situação está bem parecida…ele também está me achando louca e chata…ontem ele falou coisas horríveis…hj ele deu bom dia como se nada tivesse acontecido…estou dando um gelo mas com medo dele achar bom e sumir

· 4 de Abril de 2017 às 17:17

Gostaria de uma opinião.
Uma amiga me disse hoje que as vezes se eu mandasse um e-mail pedindo desculpas para ele por ter soltado os cachorros em cima dele e xingado ele de tudo, eu me sentiria melhor.
Porque ela disse que boa parte da minha magoa está ligado a isso e por isso eu estou presa. Pois ele não me traiu nem me desrespeitou, apenas decidiu seguir em frente, pois disse que eu nao estava se adaptando a minha personalidade.
E eu na raiva, acabei esculachando ele.
Mas tenho medo de mexer na ferida, pois quando fui atras dele, ele me pediu para deixa-lo em paz e se eu continuasse, ia registrar um BO contra mim.

O que voces acham?

Eu coloquei nas mãos de Deus, e disse a ele que se um dia ele me desse a oportunidade de conversar com ele novamente eu iria esclarecer e me redimir por essas palavras. Mas não me sinto segura para fazer isso agora, ainda mais porque tenho medo dele me humilhar novamente por ter entrado em contato. Acho que prefiro deixar o destino e o tempo cuidar e colocar as coisas no seu devido lugar.

    Linda Cristina · 4 de Abril de 2017 às 18:33

    Fê,

    Então deixa eu te falar: Essa “amiga” aí é da onça, pois se você mandar esse email, que ele leria e ficaria rindo de você, com toda certeza você se sentiria muito pior ao ver que ele “ignorou”, pois é o que ele faria… Olha, homem não se ofende com nada, a não ser que você tenha o traído em praça pública, aí sim!
    Quanto a se sentir melhor, é uma coisa que você tem que fazer consigo mesma, e não mandar nada pra ele… Até porque é uma coisa que VOCÊ colocou na sua cabeça, de que foi ruim com as palavras, como se homem se importasse com isso!
    Fique bem agora, você com seu próprio coração, saiba que se você falou algo, foi porque seu instinto mandou e ponto final!

    Bjs

Mônica Macedo · 4 de Abril de 2017 às 17:18

Linda….eu gosto muito dele…antes ele era apaixonado…demonstrava…falava q amava… mas eu cobrei demais…agora qualquer coisa q eu fale ele fica irritado…me chama de chata…diz q já não sente a mesma coisa..eu estou sempre tomando as iniciativas…ele nunca toma a iniciativa de me ver..não vejo solução pra esse desgaste…entao não sei se falo de novo tudo q já falei falei falei ou se simplesmente sumo…estou cansada e triste

    Linda Cristina · 4 de Abril de 2017 às 18:29

    Mônica Macedo,

    Então pare de cobrar!
    Se dê todas essas coisas que você cobra dele e você vai ver como tudo vai mudar como num passe de mágica!

    Bjs

Patty · 4 de Abril de 2017 às 23:04

Texto maravilhoso. Você traduziu o que estou passando e o que já passei. Dei valor a quem não merecia e fiquei na merda. Hoje, estou renascendo das cinzas… Guardei sei depoimento como um exemplo pra mim.

X · 5 de Abril de 2017 às 00:37

Eles pedem para manter a amizade para dar um role pela vida e caso não encontrem algo “melhor” voltam para as bobonas que somos. Não Caio nessa, se for para rolar amizade acontece naturalmente, sem forçar barra por que o escroto quer manter a porta aberta…

maú · 6 de Abril de 2017 às 14:02

Oi Linda!
Amo o seu blog e sempre leio as suas dicas…estou com um problema mas que nem sei se é mesmo…namorei um cara por quase 4 meses, eu gostava muito dele até ele começar a me controlar, a querer mandar no que eu vestia, para quem eu olhava e até mesmo no meu jeito de falar e agir…toda vez que eu fazia algo que não o agradava ele vinha logo com ignorância e acabávamos sempre brigando e ele sempre colocando a culpa em mim, pois ele alegava que esse comportamento dele era cuidado dele comigo até que não aguentei mais e terminei…fiquei sem procurar por ele e ele apareceu depois de uma semana querendo conversar, falou que queria tentar recomeçar e de forma mais leve, porem sem ter que procurar por mim todos os dias como era antes, sair comigo quando lhe fosse conveniente, ou seja, não queria mais compromisso serio para ver se daríamos certo de novo porém ele podendo conhecer outras meninas. Na hora me levantei e fui embora e não falei nada, mas depois que absorvi tudo o que ele havia me dito mandei mensagem colocando para fora toda a minha raiva pelo o que ele tinha feito. Fiz errado?

    Linda Cristina · 6 de Abril de 2017 às 15:10

    maú,

    Ainda bem que você se impôs, pois esse tipo de homem é sugador, ele vai tentando anular a mulher até que ela esteja um caco, e assim ele se sinta um pouco melhor…
    Mandou mensagem, agora fica quietinha pra ver se esse imbecil acorda pra vida!

    Bjs

Jéh · 2 de Maio de 2017 às 10:51

Amei o texto.
Meu caso; rss namorei por 7 anos, ele me traiu mais de uma vez e eu perdoei, achei q ia mudar, no começo mudou, depois traiu de novo e dessa vez, dei um basta. Quase dois meses, separados e agora ele diz q se arrependeu, ta sofrendo, que me ama e quer voltar. mas e a confiança, eu não consigo, acho q não da pra voltar a confiar de novo. Tem dias q me sinto péssima por estar sozinha sem ele, mas depois me sinto bem, pois sozinha não tem traição, não tem mentira, não tem msg escondidas. Voltar não sei se sera o melhor caminho, pois me sinto voltando pra traz ao invés de caminhar pra frente, e me dar novas oportunidades, novas chances.

    Linda Cristina · 2 de Maio de 2017 às 18:42

    Jéh,

    Conselho de amiga? Não vale a pena a volta… As coisas nunca mais serão iguais… e passar raiva uma vez ok, agora QUERER continuar passando é burrice!

    Bjs

P------- · 15 de junho de 2017 às 11:57

Como faço pra mandar meus depoimentos? 🙂 Quero poder ajudar outras meninas!

    admin · 15 de junho de 2017 às 13:47

    p,

    envie por aqui e eu postarei 😀

    Bjs

INDECISOS · 21 de novembro de 2017 às 21:35

boa noite!!!!!! Sou casada mas meu marido mora longe, casamento bem desgastado e monotono, apesar de nos darmos bem…me sinto muito sózinha e carente!! como meus filhos ainda são crianças e sei que meu marido me trai, apesar de ser provedor da casa, pensei em me separar, mas resolvi esperar por conta das crianças!! Assim resolvi conhecer alguem para me divertir, conversar e para sexo!! Claro que me apaixonei né, mulher não serve para isso!! Ele é separado. Penso em me separar para ficar com ele, mas não sei se ele gosta de mim…Ficamos varias vezes, mas ele dizia que não gostaria de se envolver comigo pois sou casada e ele quer alguem desinpedida…arrumava namorada e não falava comigo, eu respeitava, mas quando terminava, voltava correndo pra mim e perguntava se eu ia me separar….eu dizia que não sabia…ficamos nessa mais de um ano…nessa foram umas 4 namoradas, 4 retorno nosso, vários meses sem se falar…algumas vezes ele dizia pra eu não me separar para ficar com ele, em outras quando bebado dizia que me queria, se eu quisesse, no outro dia desfalava….enfim….agora ele não fala mais comigo….o procurei e ele me disse que está me evitando pois sou casada e ele não quer relacionamento com mulher casada….. me ignora, mal responde….ele está a fim ou não????

    Linda Cristina · 22 de novembro de 2017 às 10:36

    INDECISOS,

    Ele deve estar com a quinta namorada…
    O resto é só papo dele…

    Bjs

INDECISOS · 21 de novembro de 2017 às 21:44

esqueci de dizer que eu também já fiz o mesmo várias vezes…….mandava mensagem, saía com ele e depois me arrependia pois ficava me achando errada e bloqueava ele, depois desbloqueava e estamos 1 ano e meio nessa palhaçada……….estou sofrendo por ele!!

E aí, o que acha? Comente!