Siga nos no YouTube e veja nosso conteúdo! >>https://www.youtube.com/c/fazerhomemvalorizar

Quantas vezes você já sentiu lá dentro de seu coração com toda sua força, uma vontade enorme de fazer algo, e só não o fez pelo medo do que os outros vão pensar, ou vão achar?

Tenho certeza que diversas vezes, esse foi o motivo de você ter se segurado, e com certeza, se estrepado.

Eu já tive medo também, até o momento em que percebi que a vida é minha e quem toma as decisões, por mais malucas que pareçam, sou eu também, e portanto, dane-se os outros.

Eu sei como isso é difícil de se fazer na prática, pois sempre fica aquela vozinha da sua mãe lá no fundo: “Você tá maluca menina? vai fazer isso? a família vai ficar horrorizada…etc.”

E então você segurava aquela situação, e a merda ia ficando cada vez pior, até não dar mais, e a vida tomar a decisão por você, só que no caso, te fazendo sofrer…

Eu hoje acredito que isso sim é liberdade, ser dona de sua própria vida, suas próprias decisões, e mandar um enorme F@#$e, pra quem vier falar, afinal, ninguém está na sua pele pra saber o que você passa e o que você espera em sua vida.

Falar todo mundo vai, sempre, independente do que você faça, então, faz o seguinte: FAÇA algo por você.

Não se importe com os outros, por favor, pois é o maior erro, e o que mais impede alguém de ser feliz na vida.

Faça o que seu coração diz sempre. Se não estiver feliz, arrume suas coisas e vá embora, se arrisque, sempre confiante de que nada te faltará, e nunca faltará mesmo!

Eu acredito nisso, e vivo isso e pode ter certeza: Não me arrependo, e você?

http://loja.fazerhomemvalorizar.com

Siga-me nas redes sociais

6 Comentários

Gi · 12 de outubro de 2016 às 06:01

Sara. Meu ficante e eu temos um problema. Horário.
Ele demora p aparecer aqui em casa e consequentemente demoro p voltar.
Mas eu tô chegando mt tarde e meus pais n gostam, e o bonitão quer que eu vá dormir na casa dele (já deixe claro que eu não vou dormir).

Mas aí as vezes vamos p casa dele e sem querer dormimos vendo filme. Ai ele vem me trazer com uma cara de cu. O foda eh que antes ele até queria reclamar….. mas atualmente só fica con a cara de cu.

To pensando em dar determinado horário ele n vir, falar p nem vir mais. O ruim eh que estamos 7 meses. Como cortar td?

    Sarah Oliver · 13 de outubro de 2016 às 11:34

    Gi
    Quantos anos você tem? Acima de 18 anos não é mesmo? Pois é…se você quer cumprir o horário que seus pais determinam para não ter encheção de saco, senta e explica para o ficante. E não venha me dizer que você não fala com ele porque vocês tem 7 meses ficando e tem medo de perder o cara por conta disso?
    Está na hora de você também abrir isso para os seus pais, você não é virgem ou é? Então se não é para que essa implicância toda?
    Vai viver sua vida, tu e de maior e sabe o que está fazendo. Não digo dormir todos os dias, mas pelo menos que seja uma vez na semana. E quando você for dormir lá, não precisa dele vir de trazer. Dialogue, exponha as coisas. Fale.
    Sara Oliver

      Gi · 13 de outubro de 2016 às 12:15

      Oi. Então eu tenho 25 e meus pais sabem que não sou mais virgem pq dormia na casa do meu ex também. E a questão eh justamente essa, não quero fazer desse relacionamento o que eu fiz de errado no outro entende?

        Sarah Oliver · 13 de outubro de 2016 às 17:34

        Gi
        Você tem que saber discernir os pontos que não foram oportunos do antigo para esse.Você acha que se ficar indo na casa dele sempre, ele vai te achar menos, e vai destruir sua relação? Isso você não pontuou apenas está com medo de fazer algo e isso não funcionar e ele não te querer mais. Você precisa ter certeza do que faz, do que fala para assim você não ter esses receios e se preocupar com o que as pessoas vão falar. A sua opinião tem que ser firme independente quem tem aconselhe diferente. Você precisa ter isso com você. Não é porque você dormia todo dia com o ex que não deve fazer isso com o atual. Apenas precisa saber dosar. Ser radical demais sem balancear não é legal.
        Precisa existir esse equilíbrio, sem medo do passado.
        Sara Oliver

Babi · 16 de outubro de 2016 às 10:11

Sarah,

Sexta feira meu ex ligou para jogar conversa fora. Ele ainda continua naquele esquema de dar bom dia todo dia e ficar puxando papo (tipo contar da vida dele). Trato ele como conhecido, respondo com educação, mas não fico dando liga.
O problema é que to bem cansada da situação, dessa coisa de “não sei, não sei”. Sei lá, se ele tivesse dito “não gosto, só quero sua amizade”, eu me afastaria por um tempo e depois até poderíamos retomar a amizade, com o tempo, que tínhamos antes de namorarmos. Mas parece que ao mesmo tempo que ele fica com dúvidas, ele não me dá espaço para afastar, como se tivesse medo de que eu realmente não desse mais espaço para um “nós” no futuro.
Deixei um claro na sexta de que estava de saco cheio daquele rolo e no sábado ele tentou agitar um bar com um amigo em comum. Como achei que foi em cima da hora e não sou obrigada, desejei bom passeio.
Ele ficou meio “você não vai? Como assim você não vai?” E eu disse que estava ocupada. Tentou fazer que ficou puto e monossílabico e eu só visualizei e não respondi.
Mais à noite, ligou de novo para conversar. Perguntou se eu não ia por causa do que falei no dia anterior e eu disse que estava estudando. Insistiu algumas vezes de me buscar em casa, inclusive, para irmos ao bar. Não fui.
Ficou falando ao telefone ontem o quanto eu era importante pra ele e que estávamos resolvendo tudo, eu disse que precisava desligar.
Cansei desse rolo. Gosto da amizade que tínhamos antes de sermos namorados, mas isso é muito egoista e tenho mais o que fazer.
Adoraria muito que ele voltasse, arrumasse onde errou, visse a disposição dele que via no início do namoro, como ele era louco apaixonado, mas se tudo o que ele for dar é esse meio termo, eu quero é distância, ninguém merece isso.

    Sarah Oliver · 17 de outubro de 2016 às 09:38

    Babi
    Ah se todas sentissem essas sensações com certeza existiria menos pessoas sofrendo.
    Você está certa, o problema maior nisso e que homens não falam que não querem mais, eles primeiro arrumam algo para depois colocar um ponto final. Eles deixam em ritmo lento alguém buscando outra pessoa em ritmo rápido. Você creio que já percebeu a intenção. Continue agindo desta forma, evite todo tipo de contato. Sexo nem pensar.
    Se ele sentir medo que você escape da vida dele ele vai posicionar. Ele vai perceber que o jeito dele de te tratar não está funcionando e vai mudar de tática.
    Se continuar assim por 2 meses ou mais, grave o áudio e mande ele pros quintos dos infernos. Dê importância para quem faz questão de estar com você.
    Sara Oliver

E aí, o que acha? Comente!