Puxa vida! Lendo os comentários recebidos percebo que o maior problema recorrente é o medo de perder o cara de uma vez por todas.

Isso leva muitas mulheres a simplesmente não conseguirem fazer algo, ou tomar uma atitude para resolver a situação, ou que seja dar um basta nas idas e vinda desse homem, que não empenha-se, que não faz acontecer. Sempre voltam no mesmo nível de conversa fiada e enrolação e na maioria das vezes acabamos nos deixando levar por esses homens que não definem nada.

Não se fala não se tem um posicionamento adequado que o caso em si pede. Não se arruma nada. Vocês apenas reclamam, tem dúvidas, e muitas vezes sabem que para que isso mude precisa urgentemente que coloquem os sentimentos do lado e deixe a insegurança que seja por um momento para fazer o que é o certo.

Trava-se tudo, medo de perder é a pior sensação que existe, é um sentimento que deixa vulnerável, e você fica naquela onda de se eu falar basta eu perco, se eu for leve quem sabe ele muda e me olha, se eu colocar ele na parede ele some, e se eu ficar aceitando ele vai me valorizar.

O medo de perder causa os seguintes sintomas: sem ação, você aceita tudo, e quando não aceita você surta, você briga, cobra, exige, ou você chora, você se humilha, você corre atrás, você mendiga atenção do outro.

Gente perceberam como o medo de perder só nos traz coisas ruins, que só nos desestimula, que fere a nossa dignidade?

Eu nem vou comentar aqui se o cara presta ou não, isso não está em questão, estou dizendo a sensação, essa aflição tremenda de fazer algo e acabar de uma vez por todas com as nossas esperanças de ter aquele homem do nosso lado.

Eu não estou aqui dizendo que esse sentimento é fácil de lidar ou eliminar ele das nossas vidas, mas vocês precisam tentar. Quando vier essa agonia de definir, de dizer um basta misturado com o medo de perder, avaliem o que vocês tem passado, o quanto tem sofrido, e se perguntem se vocês merecem estar se torturando por alguém que não se empenha.

Até hoje, sou franca em dizer para vocês se meu ex aparecesse, eu iria gelar por dentro, eu ficaria pensando, porque ele veio o que ele quer, das vezes que ele voltou surgia aflições e pensamentos do tipo: se eu falar não adeus chance dele ficar comigo, ele vai embora, e nunca mais vou ter contato com ele, eu podia ficar ver no que iria dar, eu me enchia de dúvidas e incertezas, mas tinha algo dentro de mim já alinhado que eu não merecia viver aquilo novamente, que eu merecia mais, que eu precisava de alguém do meu lado e não que me desse pouco.

O medo existia, mas eu não deixava ele tomar conta do que eu já tinha definido. E isso você busca todos os dias, é uma batalha travada todos os dias de consciência, de saber o que você quer, é você olhar para você e se valorizar, e pensar no melhor, mesmo que você tenha sentimentos pelo outro.

Tente fazer isso, dizer não,  não aceito mais isso para esse moço que uma hora diz que está com saudade e em outra some, o mande pros quintos dos infernos. Diga eu estou cheia das suas mentiras e conversas mal resolvidas. Grite, esperneei, ou apenas diga: SUMA DA MINHA VIDA COM TODAS AS LETRAS.

Ah eu faço isso, e ele sempre volta ? Veja como ele vem, o que ele diz, e se for tudo igual não tem conversa nem dúvidas. Vocês sabem que quando o cara quer ele resolve, ele busca. Grave um áudio, e toda vez que ele vir, você pega esse áudio e envia. Assim você poupa papo e conversa.

Deu um Oí, estou com saudade, preciso te ver, como você está, você está sumida, te acusa, vem com ofensas, viva na esbórnia? Mande o áudio e grave em alto e bom som: Suma da minha vida seu traste! Você está com medo de poupar o cara, mas não pensa em você? Tem algo errado não é mesmo?

Primeiro você, segundo você, terceiro você, depois quem sabe vem o cara!

Já gravou o áudio? A sensação é boa te garanto!

Sara Oliver