Precisa do estalo! Daquela coisa que você pensa e diz: o que estou fazendo da minha vida?

Porque estou vivendo desta maneira, e aceitando tudo isso neste relacionamento?

Na balança do equilíbrio existem uma lei que tudo que é demais,um lado faz em excesso, é tudo que é de menos do outro lado é egoísmo.

E isso que quero que vocês gravem e não se esqueçam. Precisa existir troca, reciprocidade.

Vamos para os exemplos:

Quando vocês brigam por algum motivo, quem procura primeiro você ou ele?

Na hora de uma discussão quem sempre tem razão, ele ou você?

Quem cobra mais? Ele ou você?

Quem sempre pede desculpas? Ele ou você?

Na hora de fazer algo em conjunto, quem se envolve mais ele ou você?

Quem liga mais? Ele ou você?

Quem envia mais mensagens você ou ele?

Quem briga ou discute mais na relação ele ou você?

Pronto. Responderam?

Se o lado com porcentagem maior for VOCÊ, cuidado!

O que preciso que avaliem que tem alguns desses tópicos descritos acima é necessário fazer uma avaliação mais profunda, no questionamento de quem tem mais parcela na procura, ele ou você. Mas o que quero definir aqui e que se toda vez em uma discussão você acaba cedendo e se calando por receio de acabar mal, ou se você é sempre a que briga primeiro, tanto um quanto o outro apenas quer dizer que de um lado existe uma pessoa que cede por medo, e do outro temos uma pessoa impulsiva e controladora.

Nenhum dos dois aspectos analisados é bom e fazem bem para a relação. Pois nós somos dotados da tal paciência. E como não somos seres divinos, uma hora vamos querer esbravejar toda nossa indignação, berrar, bater, socar a cara de alguém de tanta raiva.

Uma hora vamos perder as estribeiras e claro lançar palavras duras de ofensa para o próximo e depois já era, não tem como voltar atrás. Mas antes que isso aconteça você precisa aprender a usar a balança da medida.

Como funciona?

Quando você sentir ou perceber algo que te incomodou, que seja mínima coisa, você não fala na hora. Você anota numa agenda para não esquecer, e deixa isso lá guardado. Porque eu já disse aqui, existem momentos oportunos e adequados e toda vez que você usa isso de forma correta, a chance do outro te dar ouvidos e levar a sério o que você está dizendo e bem mais eficaz do que você falar na hora da explosão da raiva.

Existem mulheres que dizem: Ele não me ouve, eu digo ele ignora, e vira as costas e vai embora, ou quando ele ouve, retruca, faz ironias, ou seja, não existe comunicação amigável mais. Quando você fala o outro já sabe que terá brigas, xingamentos e falta de respeito, então ele já se arma para devolver seus desaforos. Até porque não somos obrigados a aturar maus trato do outro, portanto se essa regra vale para você, também vale para o homem que está do seu lado.

Quando acontece do outro não te ouvir, é que não tem a dosagem correta para ser ouvida, qualquer coisa que você vê que te desagrada já abre a boca reclama, briga, e termina.

A prudência passou longe, a hora coerente já se foi. Tudo é motivo para reclamar, ofender, esbravejar desaforos para o outro. E quando não se faz isso, se cala.

Cadê a balança do equilíbrio?

Ela só vai existir quando você controlar sobre seus impulsos nervosos, e vou passar aqui algumas formas de resolver problemas comuns, sem precisar estressar ou quebrar o pau com os mocinhos.

Whatsapp

Eu digo que ele é muito bom, mas também é o inferno na vida de muito casal. Aquele v de visualizado deixa muita mulher revoltada da vida.

Se seu mocinho gosta de ficar muito lá, você percebeu isso, não fale na hora, espere, anote e agende com você um dia para pegar o cara e bater um papo reto e direto.

Você vai estipular uma data, que irá chamar para a tal conversa. Tipo você tem observado que ele esta dando atenção mais para o aplicativo e para redes sociais que você, não brigue, não dê bronca ou uso o bordão: você não se importa mais comigo, ou você não gosta mais de mim.

Estipule duas semanas ou um mês (esse tempo é seu, determine), e quando ele não estiver esperando você o chame para conversar.

Só que neste tempo não é para ficar aplicando gelo, ignorando o cara, seja gentil e educada, dê um olá, puxe assunto como se estivesse tudo bem, dê carinho, atenção, chame de meu amor, você será a mulher completamente tranquila e serena da relação, mesmo querendo esganar o outro.

Eu adotei essa forma de agir, porque no meu casamento eu não me policiava, toda hora eu brigava, discutia, e percebi que não funcionava. E prometi que próximo relacionamento que tivesse eu não iria ser a mulher que quebrava o pau toda hora. Vocês perceberam? Eu quis fazer isso, eu avaliei meu comportamento. E a partir daí comecei a adotar esse tipo de atitude.

Então permiti analisar o outro, antes de falar tudo que via que não estava gostando.

E o mais importante nisso foi que aos poucos eu fui aprendendo a me controlar sozinha, antes ações que o outro fazia que me deixasse furiosa, eu respirava e dizia: você não vai dizer nada agora, você terá a oportunidade de deixar isso em pratos limpos, agora não é a hora de falar nada, cala-se e deixe para outro momento.

E quando chegava o momento de ter a conversa, eu já não precisava agir sem controle, eu falava pausadamente, com coerência.

Um exemplo bem recente que aconteceu comigo que contei no post foi quando meu ex voltou em julho desse ano, e queria ser meu amigo. Em dezembro a atitude dele comigo foi de já chegar dizendo que queria sexo casual. Como o repeli e disse que não queria isso, e ligou várias vezes depois da minha decisão resolvi dar uma bronca suave, em julho ele voltou com outro tratamento. Ele precisava? Não, porque está casado além de ser um cara muito machista, não gostar de ser contrariado, e que defende as opiniões dele com unhas e dentes, mas no atual cenário ele percebeu que se continuasse vindo daquele jeito falar comigo, eu iria ignorar, não teríamos diálogo.

Porque eu agia assim no namoro. Toda vez que conversava, eu não gritava, falava tranquilamente, e quando tinha brigas e discussões eu ficava em silêncio, para justamente cessar a ira. E quando ele estava mais calmo eu retomava. Não se vê aqui submissão, se vê hora propícia e contundente. E isso que está destruindo os relacionamentos em si.

Quer ser ouvida? Para de tagarelar e reclamar por qualquer coisa toda hora.

Quer ser ouvida? Para de aceitar tudo, se calar para evitar brigas e discussões, porque você é um ser que não tem sangue de barata, portanto pare de querer segurar tudo, uma hora tu vai explodir.

A balança precisa existir, a troca e a reciprocidade em comum acordo, não tem como existir relacionamento amigável onde duas pessoas se tratam respeitosamente quando um não sabe falar, ofende, agride, fala mal. Tanto mulher como o homem precisa ter essa maturidade.

Quando existe a mulher que bota defeito, cobra e exige e age sem controle, tem algumas que por qualquer motivo ainda no auge da raiva, diz: está tudo acabado, não te quero mais.

Toda vez que tomar essa atitude lembre-se do que vou dizer agora: Porque você vai dizer algo se amanhã ou se daqui a 5 minutos, você vai se arrepender? Ou falou em um ato impensado e não é o que você queria no momento?

Se você disse acabou, termine. Honre a sua palavra de mulher, aguente as consequências. Depois chora e se humilha, corre atrás do cara para ele te perdoar. Não faça isso, está mostrando para o cara que você é desequilibrada, inconstante e bipolar. E claro, que ele pode tripudiar com você, que irá fazer tudo que ele quer. O mesmo serve para os homens. Se terminar contigo, não aceite volta depois de um dia, o faça entender que não pode sair da sua vida e voltar quando bem entender. Errar é humano, perdoe sim, mas deixe claro que se ele o fizer da outra vez, não tem mais volta, e cumpra.

Prestarem atenção que tudo é movida por uma palavra chamada diálogo. Não existe isso nos relacionamentos. Se você chama diálogo e conversa saudável, as ofensas, desacatos, ironias? Sinto muito você está com a visão deturpada do conceito comunicação.

Quer que o cara te olhe, e te ouça ? Aprenda a falar corretamente, em oportunas situações convenientes.

E por aí que você além de aprender a ter controle, irá melhorar significativamente sua relação.

Sara Oliver

 

 

 

 

Siga-me nas redes sociais

32 Comentários

Giovanna · 21 de outubro de 2016 às 08:26

Oi Sara, sou a Giovanna que fez o Detox com vc!!
Eu estava continuando com o rapazinho tentando consertar meus erros, e ser mais eu.
Porém, ele continuo fazendo coisas que nós havíamos combinado de não fazer, e isso me machucou muito (td vez que conversamos sempre brigavamos), então eu falei faz o que vc quer, e ele continuo fazendo a bendita coisa….
Ontem caiu minha ficha, ele não vai mudar, 7 meses comigo e cada vez estamos pior, ontem mandei os print das coisas que ele fez, a única coisa que me disse foi que me ligaria e adivinha? Nada.
Acabou! Para mim acabou. Mesmo gostando dele demais, ele não gosta de mim, e não posso viver numa relação fundada, onde o cara esta cmg quando quer, esses dias andava afastado, curtindo fotos das meninas de biquini (e as minhas nunca curtiu)!

Eu vou viver minha vida! Ser feliz sozinha!!! Não preciso de homem para me suprir, para me dar carinho. E ainda mais se for um bosta como esse.

Mas enfim, tudo aprendizado!!! Levantar e sacodir a poeira (o bom é que nem ficar mal ou chorar eu fiquei), parece que saiu um peso de cima de mim.

    Sarah Oliver · 21 de outubro de 2016 às 16:25

    Giovanna
    Se acabou é ponto final, não tem mais volta, e caso ele te procure não ceda. Se ele quer arrumar as coisas e não te perder ele vai fazer por onde. Então se você sentiu um peso saindo das costas e porque você já estava em algo que não te fazia bem.
    Siga sua vida, e o que seu não tarda.
    Sara Oliver

ESTRELA · 21 de outubro de 2016 às 09:33

Olá, deixei meu depoimento aqui há 3 meses atrás, assim como a Linda tinha conversado comigo permaneci na minha e resolvi deixar pra trás quem não me merecia. Depois de 2 meses ele me procurou dizendo que só queria conversar e não era pra voltar, ignorei… até que ontem, depois de 4 meses, eu já não esperava mais, ele voltou e me mandou a letra da musica e falou que sentia minha falta e ainda gostava de mim, e esperava que eu estivesse bem. Respondi com maturidade, disse que eu não teria mais motivos para ignorar até pq felizmente hoje sei o que é melhor pra mim, fui serena no modo de responder e não mostrei sentimentos. Ele assumiu o erro e a imaturidade, disse que eu nao era louca e ele estava sendo egoista por nao saber resolver nossos problemas, que eu não teria que mudar nada no meu jeito, até pq eu fui o que qualquer cara gostaria de ter e ele não souber reconhecer. Falamos de algumas besteiras e depois a conversa terminou com um boa noite. Será que ele ainda vai falar comigo e dessa vez veio com a intenção de ficar? Sei que não posso criar mais expectativas e devo me manter em silêncio.

    Sarah Oliver · 21 de outubro de 2016 às 16:23

    Estrela
    Assumir o erro é uma coisa, fazer ações para reparar é outra história. Que adianta o cara chegar e dizer estou arrependido, você não era nada daquilo que eu falei, afirmar que é egoísta e não dizer: vamos tentar de novo, você tem todo direito de não me querer mais, mas será que você deixa eu me reaproximar? O cara joga toda a merda no ventilador, se estapeia e depois termina o assunto e pronto? Como se isso fosse o suficiente, e ele espera que você diga: tudo bem eu te perdoo, vamos esquecer tudo isso e voltar novamente?
    Caramba não é assim não! E não estou aqui falando em vingança, tá bom ele assumiu, pronto. Você pode relevar ou não, mas isso não significa nada. Ah alguém pode dizer, mas homem não diz com todas as letras. Quando ele quer mesmo ele diz. E nem venha me dizer que eu já sei que vem. Cara quando sente o risco bem próximo da pessoa sair da vida dele de uma vez por todas,ele corre atrás do prejuízo.
    Ele fez o que? Só reconheceu a merda que fez, e isso era o mínimo que ele devia ter feito.
    Ou seja fica na sua.
    Sara Oliver

Flor Azul · 21 de outubro de 2016 às 09:33

Oi, Sara! Excelente texto! Parabéns! É bem isso…
Me perdoe a intromissão, com todo o respeito, ok? Mas se você usou todas essas técnicas com o seu ex, porque ele casou com a outra e não com você? Foi você quem não quis casar com ele? Você não acha que você errou em algo que ela acertou?
Beijos

    Sarah Oliver · 21 de outubro de 2016 às 10:04

    Flor Azul
    Mas que adianta eu ter usado isso com ele, mas se eu era carente, cobrava, tinha filhos pequenos que ele não tinha paciência, morávamos longe, e ele não aceitava como eu era ou me comportava? Precisava antes de tudo ter interesse dele, compatibilidades entendeu? Quando não existem sentimentos do outro lado, tu pode ser a mulher maravilha, usar todas as técnicas que quiser, ou você esqueceu que tem o tal do critério de seleção? Ele escolheu a que como ouvi dele mesmo: que batia com as convicções dele. Ela tinha a mesma idade que ele, só tinha uma filha já mocinha, morava na mesma cidade que ele e claro ele necessitava de alguém perto. Eu só podia a cada 15 dias e tinha vez levava meus filhos. Ele queria algo mais fácil, sem precisar fazer grandes mudanças. Percebeu aí?
    Então não adianta insistir, nem ser a mulher the best, se o cara decidiu que não será você já era.
    Depois disso eu entendi que não adianta a gente insistir com alguém, tentando mostrar que seremos tudo de bom na vida desse cara, porque tem uma que vai se encaixar. Depois disso aprendi a receber não de boa, e ser desapegada. Quem gostar de mim de verdade, vai me aceitar com meus filhos, vai gostar do meu jeito doido. Por isso não fico mais agradando e fazendo caras e bocas. Quem gosta vai chegar e firmar, quem não gostar vai virar a cara e cair fora.
    Sara Oliver

      Vio · 21 de outubro de 2016 às 10:40

      Isso é verdade mesmo Sara,você Est á MAIS QUE CORRETA.aplausos de pé!!!!!
      Eu não acreditava sobre está tal seleção,Mas ouvi isso do meu ex,Ele disse simples assim, Não adianta vc me oferecer o mundo, ser á mulher perfeita se não é isso que meu coração quer.
      Foi aí que aprendi aqui no blog que o outro tem seus critérios e sentimentos,Não adianta ser á cartomante das reações dele, seguir o escripti completo,Pq não vai resolver.
      Ate mesmo pq nos tbm sabemos quando existem os problemas e nos enganamos por diversas vezes, achando que podemos mudar.depois de um tempo tu se pergunta, Pq mudar? Se eu posso ter alguém que vai me aceitar como sou e achar uma benção ter eu em sua vida.
      O mais difícil eu acho é essa balança desde o início,vc reconhecer a motivação de cada um,ir com calma mesmo, para avaliar, os critérios e não se envolver de cabeça só pq está apaixonadinha,assim consegue ter um pouco mais de equilíbrio para avaliar os pontos.observando as atitudes e conversando aos poucos.
      Tem gente que passa por uma situação ruim aí com o próximo acha que já sabe tudo e sai colocando tudo na mesa, o cara até se assusta, pq não é natural.
      Esse controle de si é muito muito importante, estou aprendendo isso, observar mais e ter cuidado com o padrão.
      Bjos Sara
      Texto maravilhoso!!!@#adorei

      Lari · 21 de outubro de 2016 às 17:12

      Sara tem poucos dias que conheci seu blog através de uma amiga , pois eu estava desesperada ! Tinha um relacionamento de dois anos e ele é de outra cidade, e a gente tava brigando demais pq ele já tinha me traído uma vez aí veio atras de mim , se ajoelhou , chorou acabei perdoando , mais sempre com um pé atrás , ele me pediu em casamento , só que ultimamente a gente tava brigando por tudo , ele já não tava me dando atenção como antes, até que sexta passada ele veio com um papo que não conseguia me deixar , que me amava e bla bla bla ! Aí quando foi no domingo ele terminou comigo disse que não via mais futuro não gente, que não sentia mais o mesmo , eu fiz a besteira de me humilhar , chorei implorei , disse que dei uma oportunidade pra ele uma chance e que ele deveria fazer o mesmo ! Aí ele disse que não , que nada o que eu fizesse iria mudar a ideia dele ! Aí eu disse então pra gente dar um tempo de uma semana e que depois a gente iria ver ( detalhe tudo isso por WhatsApp) ele vem pra cá mês que vem pra minha cidade resolver uns problemas , eu disse que mereço que resolvemos pessoalmente e não por celular ! Faz uma semana já que não procuro ele e nem nada ! Queria uma luz sua , queria um conselho o que devo fazer tô me sentindo perdida e sem chão !

        Sarah Oliver · 24 de outubro de 2016 às 10:55

        Lari
        Pois é, o famoso cara que escolhe, decide e fica rodando com as conversas e decisões que ele tomou. Ou seja, fica enrolando e enganando a outra pessoa, que sabe que tem sentimentos por ele. A real que quero te bater agora é uma só: se o outro decidiu respeite, e se o mesmo voltar com essas incertezas, você mande passear. Não tem papo, não tem conversa, não tem disque me disque. Assuma tanto ele quanto você a decisão. Seu papel aí é simplesmente não aceitar falta de posicionamento do cara. Se aceitar aguente sua falta de atitude. Se temos o livre arbítrio para escolher, do mesmo jeito você tem para escolher se aceita ou não. E claro, colha as consequências do que decidiu.
        Não entendeu?Explico: acabou conversinha fiada, não quero mais suas inseguranças e dúvidas na minha vida. Já sei o que quero e o que aceitou e pautando nisso não vou aceitar o que você está me dizendo. Vou respeitar sua decisão de não me querer mais, e você respeite a minha vontade de não querer mais manter contato e ouvir essas conversas sem futuro da sua pessoa.
        Bem assim, se posicione ou alguém fará da sua vida um circo.
        Sara Oliver

Sabrina Helena da Silva · 21 de outubro de 2016 às 10:12

Perfeitoooooooooo!!!! Vou aplicar já, primeiramente comigo mesma e para meu próximo relacionamento.

Bjus

Sabrina

felicia · 21 de outubro de 2016 às 14:59

Sarah, na sua opiniao como deve ser um relacionamento de namorados ? se moram perto, devem se ver todo final de semana, sex,sab e domingo? Sobre sair com outras pessoas sem o parceiro ( amigos..)?Tipo se eu for na casa de uma amiga devo avisar, ou so comentar depois…? se nao avisar esta errado? Onde acaba o limite do dar espaco para cada um ter sua vida , o apego excessivo e muita liberdade que acabam virando ficantes fixos? Como eu ja contei eu era uma louca possesiva, estamos voltando tentando deixar as coisas mais leves, mas eu nao sei como agir mto bem, pq antes eu sabia de tudo do meu namorado, agora tenho a sensacao de que somos apenas ficantes.. n sei explicar! Se eu pergunto algo mais especifico ele ja reclama que eu nao estou mudando, que quero controlar tudo.

    Sarah Oliver · 21 de outubro de 2016 às 16:55

    Felicia
    Vou falar da minha pessoa porque estou solteira, e se tiver um relacionamento será assim:
    Primeiro ao se conhecer definir os pontos que você procura e deixar isso bem claro. Não precisa você chegar e dizer: eu quero isso, e aquilo, e não aceito isso e aquilo. Na conversa você vai perguntando. Conheça a rotina do moço, o que ele busca, o que tem como projeção. Vai colocando assuntos que dá para você colocar os pontos que tu quer saber para não ficar tipo um interrogatório. Se estiverem namorando mesmo, não tem essa de final de semana e namorado e pronto. Deixa isso para ver na situação acontecendo.
    Tem vezes um final de semana ele vai viajar, então vocês não irão se ver, se você tiver uma festa para ir, pode convidá-lo. Se você marcou antes dele ter marcado com você, você vai na festa e pode até depois ir ao encontro dele se assim decidirem. Não se tem rotinas, porque isso nem no casamento é bom. Rotina e costume dá tédio.
    No namoro nem pensar. Namoro é cada um tendo vida própria porém com respeito. Ambos podem ir para uma festa sozinhos, mas não tem pegação com outras. Você vai para se divertir com amigos porém tudo na responsabilidade. O meu último namoro que tive, eu praticamente não falava onde ia, mas no decorrer do dia, dizia fui em tal lugar para resolver tal assunto. A explicação não era aquela coisa forçada de dar satisfação era espontâneo. Ele dizia vou ficar sem sinal porque vou para o sitio como se fosse algo natural. Só para não me deixar preocupada mas não com aquela coisa de cárcere. Se eu não falar para ela vai ter briga depois.
    Devemos sim dar satisfação porém de forma simples sem parecer que o outro e obrigado. Essa coisa acontece quando ambos buscam e se preocupam um com outro. Não se tem controle. Precisa existir esse conceito alinhado. Estou te dando satisfação porque me importo com você e não quero te deixar preocupada, não porque sou obrigado a te dar satisfação. Você sabe tudo que é pressionável uma hora explode de tanta força feita.
    E tem aí um fator essencial, deixo o outro livre, até porque ele dando ou não explicação se ele quiser fazer coisa errada irá fazer. Portanto ser segura, firme, e resolvida são pontos cruciais para você não precisar que o outro fique te dando satisfação toda hora.
    Sara Oliver

      Lari · 21 de outubro de 2016 às 17:16

      Espero sua resposta ! E desde já muito obrigada

      Felicia Ribeiro · 23 de outubro de 2016 às 11:46

      adorei a resposta, obrigada!!!

Lorena · 21 de outubro de 2016 às 15:49

Vc é top!!! Amo todos os dias os textos

Bia · 21 de outubro de 2016 às 16:23

Sarah, terminei com meu ex uma vez e voltamos, mais por minha parte. E segunda terminamos de novo, hoje ele veio dizer pra mim sair com as biscas das minhas amigas, mandei apenas que dessa vez ia aceitar a decisao dele, que era pra ele aguentar as consequências e me deixar ser feliz e ele me mandou idem e uma carinha rindo, ignorei. Ai depois mandou, to nem ai, vai mostrar sua cara como sempre, igonrei de novo e ele me bloqueou kkkkk. Ta querendo me por medinho? Kkk só que dessa vez ele não vai me manipular. Beeeijos

D.S. · 21 de outubro de 2016 às 19:31

Ta,mas vc é uma pessoa que já faz tudo isso,aberta ao diálogo sempre,e ele sabe,mas eis que ele por problemas dele começa até tratar mal,e aí? Impaciente por coisas dele,erros dele na vida inclusive,e descarrega em você? Como faz,essa seria a hora do gelo?!? Pq é isso que to fazendo…ja que não consigo dialogar nem sendo educada!

    Sarah Oliver · 24 de outubro de 2016 às 11:20

    D.S
    Porque falta um contrabalança no ser sensata o tempo todo, e simplesmente falar: basta de suas ironias e falta de respeito. Gente boa demais as pessoas abusam, e gente dura demais, não funciona. O equilíbrio precisa existir. Está muito preocupada em tentar arrumar as coisas, que o outro ignora todas as suas tentativas de diálogo. Tem horas perdemos o tempo tentando resolver tudo sozinha, cedendo até na onde não se pode mais para resgatar algo que o outro sempre faz questão de destruir. Enquanto um trabalha para o bem maior da relação, o outro só apresenta arrogância. Esforço seu será em vão. Que faz nesta hora? Para de fazer, deixe claro para o outro, que tu não aguenta mais, que você não aguenta mais remar sozinha. Se ele não quer você não pode forçar, mas que isso está te destruindo por dentro. E você não consegue mais segurar tudo. Diga isso . Não precisamos suportar tudo sozinha, e nos calar. Se o outro não te ouve, o melhor a se fazer e abstrair e deixar que a pessoa se toque, se ele não fazer você faça. Namoro minha cara é justamente para você medir na hora dos problemas quem foge, e quem está presente. E pautar se vale a pena manter algo só porque você acha que vale a pena. Casamento já é outra linha de pensamento, não sei se o teu caso.
    Sara Oliver

Nina · 21 de outubro de 2016 às 22:47

Sinceramente, eu já estou meio incrédula. Não sei se vale a pena esperar que algo mude no relacionamento devido a mudanças em minha atitude. Meu marido é desses q ignora tudo que eu falo, me identifiquei bastante com as situações descritas no post. Estou cansada de tudo: desacaso, falta de atenção, de companheirismo, da bagunça dele, e desse meu papel de mulher chata. Eu fico sempre tentando achar soluções, fazer algo diferente, mas não tô mais acreditando q as coisas podem mudar.

    Sarah Oliver · 24 de outubro de 2016 às 11:39

    Nina
    Tu percebeu o que disse? Tentando achar soluções. Não tente mais. O outro sabe que você está fazendo as coisas para tentar resolver, então ele não faz.
    Pare de fazer. Casamento é um cedendo e vice-versa. Agora do jeito que está a carga fica pesada. Se o outro não ter esse pensamento que precisa existir dois e não um, a via crucis ficará apenas para você neste caso. Casamento em suma maioria, a mulher quem sempre cede mais, e quanto mais isso acontece mas ficamos achando que toda vez teremos que baixar a guarda. Se você acha que não dá mais, exponha isso. Explique que precisa de ajuda, não tenha medo de expor que está cansada.Vou te contar uma amiga me disse que passou quase 18 anos de casamento tentando, falando, e insistindo. Até que pouco tempo tem uns 2 anos, ela parou, foi se cuidar, entrou na academia, e de repente o cara começou a perguntar porque ela não estava mais presente, porque parou de chamar atenção dele, porque agora ela só importava com outras coisas e não mais com ele? E esse é o segredo, as pessoas Nina sentem falta de atenção e admiração, e algumas pessoas precisam perder isso para realmente saber valorizar o que tinham. Então, está na hora de você não tentar solucionar, a outro precisa despertar sozinho ou não de sua inércia.
    Tem que querer entendeu? Não precisa fazer malabarismo, só precisa olhar para você que a resposta vem. Alguns até começam a se vitimizar dizendo que você não gosta mais, que não ama, dramatizam para terem de novo sua atenção. No caso da minha amiga, ela comentou que ele faz isso o tempo todo. Mas ela se mantém firme, dá atenção, se preocupa, mas não faz mais isso o centro de atenção da sua vida. Espero que tenha entendido e te ajudado.

    Sara Oliver

J. · 22 de outubro de 2016 às 12:31

Preciso de ajuda…. Tô desesperada,comentei aqui uma vez acho que semana passada e não obtive resposta. Encontrei o blog “tarde” demais. Conheci um cara pela Internet ficamos e dps começamos a namorar. Dois meses de namoro mas fiquei totalmente dependente dele. Ele tem uma filha que não cheguei a conhecer e no primeiro fds que ele negou a me buscar pois ia passar o fds com ela,eu pirei.. Fiquei mal e brigamos a semana toda e foi estendendo fiquei tentando fazer as pazes até que fizemos no outro dia ele estava super Grosso mal falou o dia todo e quando chegou do trabalho conversou um. Pouco e disse que ia dormir. Mas continuou online por meia hora ou mais. Então mandei mil msg ele online e não respondia. Quando respondeu foi pra dizer que acabou que era muita pressão e que ele não queria mais. Mas que gostava de mim como pessoa mas pra namorar não dava. E que eu era uma boa garota e me bloqueou. Peguei o celular de uma amiga e me humilhei mandando mensagem contei minha vida toda. Falei que tava com a auto estima baixa e que tinha depressão fiz tudo errado. Ele desbloqueou e mandou um texto dizendo que ele aos 18 havia tentado suicídio e ficou um ano na cama com uma fratura mas desejou sorte na minha vida e disse que ia ver um jeito de entregar minhas coisas.. Então falei ok. Uma hora dps mandou msg dizendo que nos vamos conversar. Quando mandei ok ele disse pra ir sem esperança de volta. Apenas queria terminar em uma boa então concordei. A noite mandei msg dizendo que não ia pois ia pedi pra voltar e chorar e que chegando lá ia tirar a roupa p ele.. Enfim uma humilhação e ele respondendo educadamente que existia o desejo carnal que nos poderíamos ir p cama mas que ele ia manter a palavra. Então fiquei me humilhando até as duas da manhã querendo ir pra conversar e pegar minhas coisas ele disse que não então mandei ele me bloquear ele bloqueou e minutos depois mandou uma msg dizendo o seguinte “olha se quiser sair de vez em quando sem essa pressão de ter que ficar falando com vc a semana toda ok vamos saindo sem compromisso” “não quero namorar com você e nem com ngm ” então falei que não e mandei ele me bloquear pois só assim não ia perturbar ele bloqueou e no dia seguinte desbloqueou faz dois dias q não trocamos uma palavra. Não consigo levantar, pentear os cabelos e só choro. Quais as chances desse homem vim atrás ou infelizmente não há nada a fazer? Tenho 2. E ele 32

    Sarah Oliver · 24 de outubro de 2016 às 10:48

    J.
    Sua situação é só uma: deixe esse cara longe de você. Para o seu bem maior que é sua vida, sua valorização e sua dignidade.
    Quando chega neste nível que você se encontra, o cara fica tem horas por pena, porque não quer ver você chorar. E ao mesmo que é por pena, ele acaba pensando nele, quando te propõem sexo casual sem chance de volta. Ele já disse com todas as letras em alto relevo que não quer nada com você. E você continua insistindo.
    Então, sei que você está no fundo do poço, sem motivações para que seja levantar da onde se encontra. Mas precisa levantar, precisa ressurgir, busque forças, busque amparo de amigos, familiares e se encontre novamente. Essa lição é para você não depender mais do outro para ser feliz, é prá você parar de mendigar afeto e carinho do outro. E você aprender que precisa se completar e se bastar sem ter um homem do lado. E caso encontre um homem que ele seja só o complemento não a totalidade do seu amor próprio.
    As coisas precisam acontecer nas nossas vidas para que mudemos o jeito e os nossos valores. Não é castigo é aprendizado sempre.
    Sara Oliver

ND · 22 de outubro de 2016 às 13:31

Sara , terminei um relacionamento complicado há 6 meses e estou em um novo relacionamento meu ex não me procura mais graças a Deus , no começo insistiu bastante mas agora não . Porém soube que ele disse que se soubesse que eu estava namorando iria me matar e então falei ao meu pai e ao meu atual , vc acha que agi errado contando isso do meu ex ? Que ele vai ficar com raiva de mim ou agi certo ?
Fiquei com peso na consciência por sei lá vai que ele ache que eu ainda gosto dele ?
E não é isso que eu quero.

    Sarah Oliver · 24 de outubro de 2016 às 10:38

    ND
    Se o ex te ameaça o normal é você avisar as pessoas, porque não sabemos o que se passa na cabeça de ninguém. O que ele vai pensar não importa, até porque você está com outro. Portanto outra coisa, veja a fonte de quem te contou isso, você não ouviu da boca dele, ele não te ameaçou diretamente. Como você vai falar algo de alguém se não sabe se é verdade. E geralmente quando o homem tem essa pretensão ele fica em cima, não deixe você nem respirar, vivo controlando sua vida e tudo que você faz.
    Então seria melhor antes você confirmar essa digamos denúncia se ele é verídicta ou não, antes de sair falando algo que não tem certeza.
    Sara Oliver

Sarah · 22 de outubro de 2016 às 20:23

Olá, tenho acompanhado o blog e tenho que dizer se tornou meu vício!
Bom,eu conheço um cara a 9 anos. Nos conhecemos muito novos, na internet , moramos a 3 horas de distância um do outro. Sempre pedi que ele me viesse ,coisa e tal e ele nunca cedeu em vir para cá. Nesse meio tempo tivemos relacionamentos e percebi que todas as namoradas dele o fizeram de gato e sapato e o ser ainda sente falta delas. Esse ano não aguentei e fui atrás dele, admito fui um cachorrinho mandado dele.Ciumenta possessiva,pegava no pé dele,chorava e implorava pela atenção dele. E ele sempre me falava que não gostava “desse jeito” de mim.
Até que um dia parei ,fiquei um mês sem dar notícias e ele veio atrás todo bonzinho, querendo que eu fosse na casa dele novamente, fiquei meia boba, mas ele ainda sai com outras mulheres.Diz que não adianta dar gelo porque ele não vai atrás.
Ainda não fui e nem sei se devo ir ve-lo.
Mas gosto dele e quero ser capaz de conquista lo.
Sinto que falta pulso de minha parte.
Eu sinto que é isso o que falta para ele tomar uma postura comigo,pois sempre fui boazinha e cedi tudo a ele por te-lo conhecido muito nova. Porém não sei como me impor já que a maior parte de nosso contato é pelo Whatsapp ,facebook.
Como faço isso? Como me imponho mesmo ele estando longe?Como mostro a ele que posso ser uma mulher que não cai nas graças dele?
Por favor,preciso urgentemente de um conselho
Cansei de ser boba ,a que sempre está esperando por ele.
Se necessário, explico via email com mais detalhes.

Muito obrigada por tudo que você já conseguiu mudar em minha pessoa ?

    Sarah Oliver · 24 de outubro de 2016 às 11:10

    Sarah
    MUDANÇA SARAH. APENAS ISSO! Essa coisa aí de querer provar para o cara que você mudou isso é aquilo e a mesma coisa de você querer mostrar para o cara que você vale a pena.
    Já está querendo mudar para que o outro te olhe diferente. Ledo engano. O outro só vai te notar quando ele ver que você pouco importa para o que ele pensa. Você realiza coisas sem estar vinculando a ele. Ele mesmo estando longe, sabe como te achar, por fone, face, whatsapp, então qual é seu medo? Que ele não faça e você faz para não perder o boy. Adivinha? Ele está só esperando você fazer isso para que ele se acha o garanhão, o homem que tem tem. Não veio fica na sua. O mesmo caminho que você faz tem como ele fazer. A única diferença existente aí não importa a distância, que você procura e está afim e ele não te procura porque não tem o mesmo interesse.
    Percebeu onde existe interesse as coisas acontecem, quando não tem as coisas param.
    Preste atenção nisso, é a chave para você parar de fazer e ficar na sua.Quando o homem quer ele resolve, ele arruma a casa, quando não quer ele dá desculpas.
    Sara Oliver
    Sara Oliver

Flower · 23 de outubro de 2016 às 21:52

Oi sarah… amei o texto! Meu ex esta vindo atras depois de quase 5 meses… mas de um jeito sutil… ele fala comigo quando quer.. as vezes até me cobra das coisas não entendo pois ele diz que não quer nada comigo mas tbm não me deixa… gosto demais dele queria que ele voltasse mas não assim queria ele falando com todas as letras que quer ficar cmg e não com conversinhas… Não sei como agir com ele quando faz essas coisas

    Sarah Oliver · 24 de outubro de 2016 às 10:32

    Flower
    Geralmente quando você tem medo do que vai dizer, fica em dúvida de como resolver a situação.
    Então estou sendo direta com você, é normal você ter medo de dizer que não quer essas conversinhas sem futuro, mas ao mesmo tempo tem medo de dizer e o cara ir embora da sua vida. Portanto toda vez que você ficar com receio de falar algo, pense se quer essa situação para vida toda? Avalie se você merece isso? Isso é o suficiente para você?
    Respondendo essas indagações, você vai mandar esse cara procurar outra freguesia para ficar de papo sem futuro.
    E só um coisa que você precisa resolver: o que você já definiu que quer ou não para a sua vida.
    Sara Oliver

Tamires · 24 de outubro de 2016 às 08:42

Sara preciso de um conselho seu.
Namoro a 1 ano e meio, nessas últimas semanas tive problema com ele eu estava chata demais, pegando no pé, insuportável. E meu namorado só aguentando, até quando ele ia no banheiro eu mandava mensagem atras, e eu ele não usamos facebook, logo depois apareceu um face meu como se eu estivesse usando e mostraram pra ele,aí a casa caiu. Terminamos e depois de um dia ele não aguentou e pediu pra voltar, enfim estamos juntos é tudo mais. Ele anda lotado de problema, no serviço, com conta e agora essa semana voltou um problema na justiça, de um acidente de carro que ele teve há uns 2 anos atrás, a mulher pedindo indenização e bla bla bla. Ou seja você imagina como ele está né? No estado de nervos pra estourar, quando houve esse acidente na época ele teve até parada cardíaca de tanto nervoso que sofreu, e agora anda muito nervoso. E eu do lado dele como sempre. A questão é que está difícil pra mim sabe? Quando ele
Está assim nada de ser muito meloso igual ele é , e eu sinto falta. Parece que ele só vê o
Problema . O que vc me aconselha fazer? Eu ando ficando mais de apoio mesmo, ele fica quieto eu respeito, e olha que eu sou de falar pelos cotovelo, ele vem pra cá deita comigo vendo TV, e fica quieto e eu respeito isso fico abraçada quieta, mas anda difícil. E eu nessa insegurança pelos problemas anteriores, apesar que sara eu sempre fui insegura até Qdo ele estava me
Melando, e sempre reclamei de tudo . Creio que isso é uma coisa minha… mas ando mudando sem pegar no pé dele , e sem reclamar, ando sentindo falta ate de tratar. E não quero jogar meu namoro que nunca foi de ter coisa errada, sempre foi ótimo no lixo por uma fase difícil. Me ajuda :(((

    Sarah Oliver · 24 de outubro de 2016 às 10:27

    Tamires
    O grande x da questão aí, é porque você está muito dentro da relação. Está preocupada demais com o cara e está esquecendo de você. Faça como ele, ele deixou o problema tomar conta da vida dele, que ele não tem cabeça para mais nada. Ele tem culpa? Não. Só apenas não está conseguindo processar de forma tranquila tanta coisa. Ao invés de você ficar preocupada com a atenção que ele não te dá, porque não faz isso por você? Cuide-se, olhe para você. Vejo uma mulher que precisa da atenção do outro para se sentir completa. Se esse homem não existe, teria a Tamires? Como ficará você? Preste atenção no modo como você diz nos comentários, você tem dependência do afeto do outro para se sentir plena e satisfeita. Mau de mulher carente e que depende do outro para se sentir feliz. Pare de cuidar do outro, ele vai resolver o problema daqui uns dias, e enquanto isso, aprenda a se bastar.
    O outro vai sair disso, é questão de tempo, tem momento para tudo nesta vida. Fortaleça seu apoio a ele, seja companheira neste momento turbulento a qual ele está passando e pare de querer atenção do outro.
    Tamires, olhe para você entendeu?
    Sara Oliver

      Tamires · 24 de outubro de 2016 às 14:01

      Você está certa, de um tempo pra cá ando muito assim, acho que até foi isso que acabou atrapalhando minha vida. Semana que vem volto a trabalhar, para o cursinho e academia. Acho que vai ser bom pra me encontrar de novo, me cuidar e me amar. Dês de que fiquei desempregada fiquei vivendo muito a vida dele, até esse negócio do processo estava pegando todo pra mim, sendo que eu nem era a namorada dele na época .
      Vou me cuidar, me amar mais. Sara vc tem algum curso, consultoria que ajuda nessa parte? Queria algo que me ajudasse a se encontrar novamente.

        Sarah Oliver · 24 de outubro de 2016 às 17:03

        Tamires
        Por enquanto não. Mas fique de olho na loja virtual da Linda, sempre ela coloca alguma consultoria com este assunto.
        Sara Oliver

E aí, o que acha? Comente!