Estou abrindo este post do controle, de saber horas oportunas de abrir o verbo, e deixar o cara no seu devido lugar. Vamos hoje conversar sobre você ter o dom da paciência, mas saber falar e se impor na hora que o cara começar a te fazer de besta. Eu usei o termo “besta” porque é assim que alguns marmanjos tratam suas parceiras.

Quando somos jovens, na maioria das vezes, agimos intempestivamente, na hora da raiva e dos sentimentos explodindo, simplesmente perdemos o foco.

Surtamos, xingamos, botamos o dedo na cara do cara. A gente faz cada besteira que no final o fulano simplesmente olha e pensa: ela é muito nervosa, ela é isso, ela é o raio que o parta.

Não estou aqui abrindo para você ser pacífica e submissa,  e nem dizer que a culpa e das mulheres e os homens são santos. Aqui é para você saber o que quer e realizar seus intentos com sabedoria e com objetividade.

A culpa nada mais é do que: o cara só faz o que ele acha que você vai aceitar, e você só aceita se não tiver pulso firme para dizer basta.

Minhas caras, se o cretino do seu marido, namorado te maltrata a culpa dele é porque ele se aproveita da situação, é desonesto, desumano, e sabe que tem o comando é o controle sobre a sua pessoa.

A culpa sua é porque você se sente acuada, sem poder de reação, fragilizada, tem sentimentos que sobressaltam o raciocínio, e você tem insegurança em você, e não se valoriza.

Conheço mulheres aos montes, convivo com elas, que o marido, namorado ou ficante traem, não se tem respeito, carinho, apenas a tratam como um ser desprezível, não é parceiro, companheiro, eles parecem que estão lá só para dizer: aqui eu mando e aqui quem dá ordem sou eu.

E para as mulheres sobram apenas o  papel de coadjuvante do cara, aceitam tudo, não sabem abrir a boca para falar com propriedade, o cara manda e desmanda, e para piorar alguns mesmo estando absolutamente errados, ainda conseguem sair por cima e no final colocam a culpa em você.

Vou falar aqui: se o seu marido, namorado, ficante, sempre apronta, você sabe que ele errou que fez algo que te ofendeu, e no final ele nunca pediu desculpas, nunca reconhece seus erros, e para deixar as coisas piores do que já estão ele te acusa que você é uma louca, que você faz tudo errado, que ele precisa de descanso e você só sabe encher o saco, que te deixam em péssimo estado e por cima se sentindo um nada e com a culpa toda?

VOCÊ ESTÁ EM UM RELACIONAMENTO ABUSIVO.

PRONTO. FIM DE PAPO.

Claro que não, quando o cara chega neste estágio de abuso, de no final as consequências do ato dele, virarem contra você. Ele será o ser humano que você deve olhar  bem nos olhos e dizer:

Eu não vou mais aceitar nenhum dia você me tratando desse jeito. Se você não tratar de ter respeito pela pessoa que sou, pela mulher que você escolheu para ficar do lado, teremos que rever algumas coisas urgentes no nosso convívio.

Ah mas eu não consigo, isso eu não sei fazer. Porque assim eu vou perder ele.

Tudo bem, essa personalidade aí você tem que buscar começando a se amar. Ou vocês acham porque repetimos todos os dias esse mantra se amem, se valorizem? Se você não consegue se abrir para essa máxima, você não terá como resolver sua situação.

Gente, o que quero pedir para vocês e que homem ele é ser esperto neste sentido, ele faz porque sabe que do outro a mulher vai aceitar, ou vai falar, esbravejar e depois não tomar nenhuma atitude.

Sara Oliver


E aí, o que acha? Comente!