Acho que depois da minha cirurgia eu fiquei mais zen, mas mesmo assim, acho bacana compartilhar algo com vocês. Eu como sabem estou no Universo da solteirice aguda(kkk). Mas nem arranquei os cabelos por conta disso. Um dia eu fico melancólica usando aquela velha frase: ninguém me ama, ninguém me quer ou dou uma gargalhada da minha situação e toco um sai prá lá carência. Ela vai embora.

Mas conheço como é a solidão, brigo com ela  e sei que depois que a gente tem o costume, e apego com um homem , e difícil viver solamente outra vez.Deixemos de lamentações, vim aqui para trazer uma experiência que aconteceu comigo, por que nada mais original eu mostrar para vocês que algo que falo é real e não conto do vigário. E acho pertinente comentar isso, para vocês entenderem que o que é seu vem, o que não é vai embora com uma rapidez da velocidade da luz.

Comentei a uns posts que eu interessei por um homem gato(olha eu aqui, melosa), inteligente, adoro homens estudados, cultos. Mas da mesma maneira que eu adoro eu desapego. E sempre assim, eu interesso e quando vejo o cara é extremamente bitolado no que tange aos relacionamentos. Uma múmia ganha dele de atitude.

Vamos aos fato. Mandei carta(ninguém faz isso mais, mas eu sou das antigas, prefiro o tradicional), eu mesma entreguei pessoalmente. Fui clara a objetiva que se não fosse recíproco eu seguiria, e que ele não precisava se fazer entender, o silêncio bastaria.

Mas caramba, se ele com todos os méritos que tem não prestou atenção na minha clareza, e ficou depois ignorando-me e excluindo a minha pessoa de seu contato, o que eu posso fazer? O mesmo que falo para vocês.Não importei, continuei sendo eu mesma, mas simplesmente deixei de me preocupar com ele. Se eu falava 100 palavras com ele, reduzi a zero. E depois de alguns meses que enviei a carta, ele me procurou e quis conversar comigo.

Foi engraçado porque eu tinha decidido umas coisas, e ele achou que minha decisão estava pautado pela carta que eu o enviei.

Ele falou assim: gostaria de saber se sua decisão tem a ver com a carta que você me enviou? Tenho reparado que você tem estado quieta, sem conversar muito. Então faz tempo que quero ter essa conversa com você, porém não tive oportunidade, fiquei sem jeito, você me pegou de calças curtas, não sabia o que fazer, como me portar, já recebi carta de mocinhas o que é normal, mas de uma mulher não, até porque não tem como, pela condição que me encontro e você.

E eu fiquei lá olhando para a cara dele e pensando: onde eu fui me meter? Esperei ele falar e respondi categórica: com uma serenidade que minha decisão não tinha nada a ver com a carta enviada, na vida temos prioridades, e isso foi levado em conta, minha decisão está pautada aos meus filhos, por isso decidi. Agora já que você veio até a minha pessoa conversar, tenho todo direito de falar o que penso, até porque eu já tinha dado por encerrado essa história, porque achei que se você não entendesse ninguém entenderia e eu iria me jogar de uma ponte e bater com a cabeça na pedra(falava rindo). Mas infelizmente não foi assim, você agiu igual a um ogro, onde eu estava você saia, ignorou e excluiu-me mas tudo bem, já estou acostumada. Geralmente eu causo isso nos homens. O que você pensou que eu iria acabar com a sua carreira, ficaria me insinuando, e dando a entender? Você não me conhece portanto não precisava ter feito aquelas atitudes. Era só prestar atenção no meu comportamento que bastaria para concluir que não precisava fazer nada.

Eu: Porque você agiu assim?

Ele: Sei lá, tive medo, não sou perfeito.

Eu: Sério, você tremeu na base né? Jura?

E ele ficou com a cara de resignado, me olhando e dizendo: você se incomodou com a minha atitude?

Respondi: você gosta e acha bom ser ignorado?

Resposta: claro  que não! apenas olhei e sacudi a cabeça.

Eu: Você tem que idade mesmo? 38 anos. Nossa! Te chamei de velho, te dei 45 anos.

Ele: por causa da barriguinha saliente.

Eu: e também da cerveja né?

Ele: Também

Ele: Então por isso vim te perguntar se não tinha nada a ver com a carta.

Eu: Ei, segura a onda tá, você não é a última bolacha do pacote tá bom?

Ele: com um sorriso amarelo diz: ainda bem.

Apertamos as mãos, ele pediu para eu repensar minha decisão nas férias com carinho e ternura(kkkk), eu falei que não vou pensar nada, já estava decidido.

Esqueci, ele mencionou que tem alguém também, eu nem dei importância.

Que se precisar podemos ser amigos e todo aquele blá,blá, blá.

Resumindo:não tive contato íntimo com ele, não fui atrás, não insisti. E passou meses ele veio atrás tentando saber o motivo do meu silêncio.

E vocês estão aí no desespero e gritando alto porque o cara sumiu. Ele volta meninas. E quando ele voltar, saiba definir e falar com vigor, mostrar seu valor.

Não fiquei, não beijei, não fui para os finalmente. Eu só mostrei o meu interesse e deixei o cara fazer a parte dele, no tempo dele. E agora você entendeu o conselho que sempre damos aqui? Não vai atrás. Se for para o cara voltar ele volta e firma. E se não for o cara volta e vai embora. E tem alguns que vai e volta. Mas aí e com você se quer manter isso na sua vida.

Espero que tenham entendido. Porque se não vou usar as havaianas da Linda com vocês.

Sara Oliver

 

 

Siga-me nas redes sociais

90 Comments

deby · 13 de julho de 2016 às 15:36

Oi me ajude em uma questao.. namoro a 5 anos ele terminava por tudo. Ai fui perguntar de uma menina que me add se ele conhecia pq ela tentou duas vezes e ele tem ela no face falei na boa e ainda falei, aff esse povo quer me add só p ver quem é eu pq ele é cantor. Nossa ele me ignorou disse que ia me ligar p conversar mas ele sumiu por dois dias. Ai fui atras e mandei um audio explicando que nada haver oq falei nao era ciumes nem nd ele disse q me ligaria mais tarde enfim se passaram 15 dias e nda dele. Não fui atras estou mega chateada. O que devo fazer? Sera q ele terminou?

    Sarah Oliver · 14 de julho de 2016 às 15:08

    Deby
    Por que se preocupar? Você fez algo de errado, sente que falhou? Eu acredito que não. Deixe que passe meses, o desapego é proporcional a não importância que ele te dá.
    Viva sua vida, e se ele voltar, defina as coisas.Namoro é feito para se conhecer, ampliar compatibilidades para talvez um futuro casamento. Não para ter dores de cabeça.
    Se eu prego que você deve ficar na sua, e esperar, nada mais que o normal você cuidar de você. A vida não para.
    Sara Oliver

juju · 13 de julho de 2016 às 16:06

Olha desculpa a minha sinceridade não é uma crítica destrutiva.mas isso foi de uma criancice tremenda.e ele em.nenhum momento,baseado no q vc escreveu quiz te beijar ou ai menos te pediu pra voltar.pelo contrário ele te desprezou.vc está feliz c a volta dele? ???vc e mto incoerente.#voltalindaporfavor#

    Sarah Oliver · 13 de julho de 2016 às 16:32

    Juju
    Acho que você não entendeu o texto em si. Eu não falei da volta dele, minha cara. Falei independente do interesse, os caras voltam nem que seja para tripudiar.
    Aí e com nós mulheres.
    Antes de você abrir uma questão apenas atente-se no que foi escrito.
    Crítica sempre é bem vinda desde com coerência.
    Obrigada
    Sara Oliver

      Denise · 13 de julho de 2016 às 20:58

      Sarah,vc é fodastica!Adoro vc.

kelly · 13 de julho de 2016 às 16:14

Realmente são tantas pessoas diferentes com histórias tão iguais… ás vezes penso que o velho ditado “os homens são todos iguais” realmente é verdadeiro!!! Eu por exemplo tenho encontrado com homens com comportamento tão iguais que as vezes penso está vivendo a mesma história anterior ou até mesmo achar que o problema sou eu. Mas no final vejo que eu sou uma pessoa bacana que luto para que o relacionamento dê certo. Meu problema é insistir em algo que já começa ruim achando que dessa vez vai!!! Estamos vivendo na era das pessoas sozinhas e carentes e eu sou uma dessas rsrs… Mas o importante é acreditar que o melhor virá amanhã sempre.

Isadora · 13 de julho de 2016 às 17:13

Sara, você tem algum problema mental? Queria dizer que esse foi o pior texto que já li aqui em anos. Primeiramente pelos erros de português, segundamente por essa história ridícula. Quem entrega carta? Começa aí… É óbvio que o cara não ia querer nada depois dessa vergonha toda. Existem homens que voltam sim, mas com essa atitude de uma senhora de 78 anos, não há quem queira ficar. Terceiramente, você fez papel de louca, nunca teve nada com o cara, ele nunca demonstrou interesse e você meteu a carente querendo ter algo sério e ASSUSTANDO com essa intimidada desnecessária! Quem tá precisando de conselhos aqui é você! Orando pra cada uma que ler esse texto não seguir seu exemplo. #VOLTALINDA

    Sarah Oliver · 14 de julho de 2016 às 10:01

    Isadora
    Olha, eu não estou aqui para você aprovar ou reprovar meus post, eu estou aqui simplesmente para que alguém leia e se identifique ok?
    Ah não me identifiquei? Tudo bem. Você não é obrigada a aceitar tudo que lhe é passado. Mas aprendi uma coisa que tenho observado que está faltando no ser humano, respeitar a vida e a história das pessoas.
    Se você me acha louca e doente, qual o problema? Eu não preciso ser igual a você, levar a vida que você leva.
    Se você não gostou, abstraia. Cuide da sua vida e deixe a minha como está.
    E não se preocupe eu vivo bem com a minha loucura e meu jeito.Eu não preciso do seu dedo me apontando o que devo ou não fazer.
    Ajudo quem me pede conselhos, esse é o meu objetivo. Quer criticar faça respeitosamente, do contrário silencie.
    Sara Oliver
    Sara Oliver

      P.B · 15 de julho de 2016 às 13:11

      Meus Deus! Que falta de respeito é essa?! Fiquei envergonhada com esse comentário. Como pode ofender uma pessoa que quer o nosso melhor? Gente, tenham mais respeito com os sentimentos dos outros, a Sara está pra nós ajudar, ofender não leva a lugar nenhum.

    Lilica · 14 de julho de 2016 às 19:45

    Realmente, tem gente que não respeita nem sequer o esforço q as pessoas fazem, para acrescentar na vida de outras. A Sarah tem sido incrível, feito posts maravilhosos e foi a Linda que a convidou pra fazer isso. Vcs que pedem a volta dela, nem sequer liam as postagens dela né? Pq o respeito tá onde? Se vc leu algo e não gostou, fique na sua, só isso. E Sarah, vc tem sido ótima, ignore! Bjo gigante pra vc.

gata · 13 de julho de 2016 às 17:23

Ai vc está no trabalho e recebe a notificação do seu blog com um novo artigo!
Quando vc começa a ler, já pensa… meu Deus, essa menina sem me conhecer, sabe da minha vida kkkkk
Queria uma dica sua…
Há aproximadamente um ano conheci um rapaz pelas redes sociais, muito bonito e ator. Logo, depois de trocar algumas palavras ele já queria me encontrar, porém suas palavras eram sempreeee relacionadas ao sexo, era simpático, mas todas as conversas eram levadas a essa finalidade. Sempre me mantinha reservada, ele quem falava mais!
Não me senti a vontade em marcar de sair com ele, justamente pelas palavras que logo dava a entender que ele só ia querer sexo e boa.
Por este motivo, deixei passar aproximadamente um ano, conversa esfriou e nos esbarramos no carnaval, porém, só acenei de longe, mas isso fez com que ele me chamasse de novo no bate papo.
Recentemente, decidi não falar mais, porém depois de uns 2 meses em silêncio, ele me chamou pra ir ao cinema, bem no dia 12/06 e ficamos tb no dia 13, sem sexo.
Ele diz que me quer, porém não aceita andar de mãos dadas e muito menos dormir na mesma cama, pode até ser no mesmo quarto, mas não na mesma cama.
No shopping ele me beijou, e por ser primeiro encontro não andamos de mãos dadas, mas nos beijamos diversas vezes em público. Ele disse que é um jeito dele e que está focando na carreira, não vai me impedir de conhecer família e tal, mas tem algumas coisas que é o jeito e perguntou se eu aceitaria como sou. Eu disse que estava me sentindo a Anastacia da Grey, onde ela negocia as cláusulas do contrato para poder ficar com ele.
Demostrou ser outra pessoa pessoalmente, carinhoso, brincalhão e maravilhoso de lindo.
Não sei se dou uma chance, fico retraída por que acho que ele acaba sendo traumatizado por relacionamentos anteriores e por falar em sexo rasgado nas conversas.
Enfim, o que vc acha? acha que focar na carreira, sendo ator seria um impecilho de ter alguém? eu acho que não!
Eu disse pra ele que mulheres gostam de homens românticos e que se ele tiver uma que se sujeite as regras dele, logo que aparecer um cara mais amoroso, ela vai embora… ele disse que sabe e pensa nisso sempre! Mas não dá o braço a torcer sabe? Não sei o que dizer… apenas que não sei se devo tentar algo com ele!

    Sarah Oliver · 14 de julho de 2016 às 15:12

    Gata borralheira
    Brincadeira as partes. Não se perturbe pelo lado duro e objetivo dele. Eu compreendo ele perfeitamente. Sou assim. Coloco todas as minhas objeções na mesa, e você fica se quiser. Agora já que estamos falando de você, pensa bem, você vai compreender e aceitar todas essas cláusulas? Gente do tipo dele(como eu), não muda de ideia tão facilmente e está fincando no chão igual uma estaca de concreto. Não muda a não ser que isso seja melhor para ele. Então partindo disso, faça sua escolha, e pense bem.
    Sara Oliver

Rayana · 13 de julho de 2016 às 17:32

Eu fiquei foi triste com o desfecho da história…

    Sarah Oliver · 14 de julho de 2016 às 10:26

    Rayana
    Não fique Rayana. Foi tranquilo, ele continuará sendo homem com sua vida e eu com minha. Nos vemos duas vezes por semana, compartilhamos o mesmo espaço e está tudo resolvido.
    Sem mágoas ou olhares tortos, não deu apenas. A gente tenta, da forma certa ou errada mas eu sempre tento. E no final você aprende que não dá para ganhar todas.
    E a vida segue com novos perspectivas. Ele vai ser o cara que não soube entender minha atitude e eu passarei como a antiquada que envia cartas. Mas a experiência e o fazer é meu. E eu adorei. Ponto final.
    Sara Oliver

Lele · 13 de julho de 2016 às 17:39

Legal vc compartilhar suas experiências aqui, Sarah!
Comentei aqui há um tempo atrás que comecei a sair com uma pessoa já faz 1 ano e meio. Ele disse que do jeito que nós dois somos (nunca brigamos, nunca nos tratamos mal) se começássemos a namorar sério mesmo em pouco tempo casaríamos. Ele alega que tem traumas de relacionamentos anteriores (nunca cheguei a cobrar compromisso), mas o fato é que qdo eu cedo para sexo ele some. Vc me aconselhou a apenas cortar o sexo, mas nem tive ainda a chance de fazer isso pq dessa vez já vai fazer 4 meses que ele está sumido (e o detalhe é que ele foi o primeiro e único homem que eu tive)
Eu fico na minha, não vou atrás, não olho redes sociais, só que não consigo esquecê-lo. Vc acha que isso ainda pode ter futuro? Bjs

    Sarah Oliver · 14 de julho de 2016 às 15:15

    Lele
    Claro que não tem, partindo dos meses de desaparecimento. Mas como tudo pode acontecer, vai que ele olha a maldita agenda dele e olha pro seu nome e lembra de você, e decidi aparecer de novo. Moça qual dúvida te impede de enxergar que o cara já teve o que quis, agora ele foi procurar outras que aplacam sua sede de sexo?
    Apenas tente esquecer que você foi só mais uma, o que é normal. E vire-se para o novo que te espera.
    Sara Oliver

juju · 13 de julho de 2016 às 18:43

Ok me desculpa…entendi errado.

    Sarah Oliver · 14 de julho de 2016 às 10:16

    Juju
    Para deixar bem claro, eu nunca terei a mesma visão da Linda, e sim em alguns pontos. Ela tem o diferencial e eu o meu. Apenas casamos a ideia de que precisamos fazer algo para ajudar, ela com o formato de pensamento dela e eu com o meu. Mas em conjunto o objetivo é um só: precisamos nos melhorar no que se reflete nos relacionamentos.
    Mas estarei sempre pronta a ajudar. Sei que não é comum concordamos em tudo, mas minha intenção não é competir e sim mesclar minhas experiências com a da Linda.
    Espero que tenha compreendido.
    Sara Oliver

Marisa · 13 de julho de 2016 às 18:48

Olá Sara eu fiz o pagto para uma consultoria.. mas meu email ta voltando.. pode conferir pra mim????

    Sarah Oliver · 14 de julho de 2016 às 10:17

    Marisa
    Nesta parte de consultoria teria que ver diretamente com a Linda.
    Sara Oliver

Camila · 13 de julho de 2016 às 23:35

De acordo com os ensinamentos da Linda e com base no que vivi , um relacionamento para ser definido leva em torno de 6 meses ou mais, mandar carta no segundo encontro assusta muito , até eu fiquei assustada com seu depoimento, o cara vai correr mesmo. Pelo seus post te achei muito intensa.
Ñ entendi o texto, achei que ele te ignorou total e vc ficou como uma desesperada querendo um homem urgente.
Apenas relaxe.
Curta , conheça, deixe ele pensar que vc é um premio igual a linda disse, defina se ele é homem pra vc, este blog é fazer homem valorizar, e nao ao contrario.
Beijos

    Sarah Oliver · 14 de julho de 2016 às 10:12

    Camila
    Eu sou do formato diferente neste aspecto. Não tenho medo de mostrar o que sou e para que vim. Minha linhagem de pensamento difere da Linda e obviamente não compartilhamos idéias iguais. E do ser humano, concorda?Sou mais arrojada e isso intimida diretamente. E sempre tive essa coisa. Tenho métodos e maneiras de me relacionar com os homens. Ajo diferente. Como dizia um ex namorado você parece um homem, pensa igual. Vive no racional o tempo todo. Não dá para te entender. Então é complicado. Minhas atitudes beiram a loucura. Faço coisas que quase ninguém faz e isso fica evidente nos comentários. Eu sou assim o tempo todo. Mas prefiro explicar para você que veio aqui de forma tranquila e sensata relatar sua opinião.
    Sara Oliver

      Camila · 14 de julho de 2016 às 13:45

      Sara,

      Me desculpe a pergunta, não quero parecer petulante mais, qual a sua idade?
      Eu tenho 24 anos, nunca havia arrumado um namorado e minha irmã e minhas amigas sempre namorando, os homens que chegavam em mim, só ficavam, e nunca queriam algo mais sério, até que conheci este blog e mudei completamente minha atitudes, perante a mim , a vida, e aos homens.
      Era muito doida, ficava no primeiro encontro, chegava nos homens,sempre tomava a iniciativa o que deveria ser a atitude deles. Mas não condeno quem faz, pois aproveitei muito até eu conhecer meu verdadeiro valor (GRAÇAS A DEUS). Namoro um homem mais velho que eu, 34 anos, na época em que conheci, era e é muito cobiçado pelas mulheres, fui eu quem passei meu telefone para ele na balada inclusive de tão pra frente que eu era, mas se não passasse, hoje não Namorariamos, rs, mas pra namorar amiga foi um sofrimento, ele me ignorou durante 10 meses, saia comigo e mais 5. Até que achei o blog e vi que estava fazendo tudo errado. Tomava atitudes que eram dele. E isso certamente deixava ele pensando que tinha tudo de mim na hora que quisesse, e ele usou e abusou até que disse chega.
      Não falei nada, apenas sumi totalmente e não falei sobre as atitudes minha e dele. Queria que ele Fosse pra PQP.. SUMISSE DO PLANETA
      Foi ai que ele se viu apaixonado por mim, e voltou me pedindo em namoro.
      Falo isso para você ser mais tranquila nos seus relacionamentos, não sei qual sua idade, o que faz, mas vejo uma mulher madura, gosto dos seus pontos de vista, me identifico com alguns, mas acho que você só irá arrumar um namorado quando abaixar a retaguarda e deixar acontecer naturalmente, não impondo as coisas. Para homem é assim, e eu mudei meu jeito de também querer tudo na hora, do meu jeito. Infelizmente o mundo ainda é machista, e como em um post que eu vi aqui, o amor é um jogo, e só perde quem revela seus sentimentos.

      Fica com Deus Sara.

      Beijos

        Sarah Oliver · 14 de julho de 2016 às 14:51

        Camila
        Eu tenho 34 anos, é minha leveza é na mesma balança da minha dureza. Exatamente você disse tudo ele é machista e não vai deixar de ser porque você mudou, ou porque 300 mudaram, ele vai continuar emitindo a mulher que serve para casar e a mulher que não serve.Se vai ter o perfil de mulher perfeita e mulher imperfeita.
        Eu to solteira, tenho que maneirar no meu tom, nos meus gestos, isso assusta;
        Se eu to casada, tenho que ceder, tenho que abaixar a guarda, melhorar meu gênio.
        Vida cheio de regras pautadas simplesmente no que é melhor para a sociedade e não no que você busca e quer para a sua vida.
        Estou exatamente a quase 6 anos solteira, e não arranco cabelos por conta disso, aliás cortei ele bem mais curto pois me incomodava.
        Um dia eu estou afim de usar salto 15 outro 8, um dia tênis e outro sandália. Eu sou assim. Homens me desculpem por eu ser ogra, e sociedade perdões por eu ser desse jeito.
        A vida é simplesmente minha, e meu aval é esse: sou o que sou, do jeitinho que Pai do céu me fez. Não irei agradar todo mundo.
        Eu não cobro ninguém, não aponto o dedo indicador. Eu deixo os caras fazerem as coisas ou simplesmente continuarem não fazendo nada.
        E assim continuo.
        Grata pela sua educação e suas falas sinceras.
        Sara Oliver

          Camila · 14 de julho de 2016 às 17:13

          Te admiro por pensar assim.
          A sociedade é preconceituosa e os homens escolhem as mulheres.
          Sofri, mas aprendi de um jeito, que esta sendo bom para mim e para o meu relacionamento.
          Não abaixo a cabeça para tudo e não sou submissa, por mais que tenha dado a entender .
          Avalio cada postura, cada comportamento.
          E sei que se eu perde-lo arrumarei outro melhor.
          Obrigada por me responder, e colocar seus pontos de vistas.

          Sarah Oliver · 14 de julho de 2016 às 17:29

          Camila
          Sem crise, sem pré julgamentos.
          Regras para quê se no final vamos para o mesmo buraco.
          Eu agradeço por seu pensar sensato e livre.
          Fique por aqui.
          Sara Oliver

Aline_Aline · 14 de julho de 2016 às 08:08

Por que você não investiu no pessoalmente? Talvez se você o tivesse chamado para um café; ele já iria começar a entender e nesse local conversando amenidades, descobririam interesses em comum. Lógico que isso não muda o fato da pessoa que ele disse ter, mas creio que a carta possa ter criado um embaraço na mente dele. Claro que pensamos por que, já que se está escrito é algo tão fácil de entender. Concordo. Mas para alguns não. Rs. Penso que pessoalmente, olho no olho, estamos lidando diretamente com as emoções e sendo assim, não há o que responder depois, afinal as ações falam por si só.

    Sarah Oliver · 14 de julho de 2016 às 10:07

    Aline
    Eu fiz porque quis fazer sabe, eu vivo experienciando o ser humano. E no final ele tem outra pessoa, e comprometido. Mas a lição aí que busquei foi ver a atitude dele em si. Logicamente não existia paixão ou um sentimento mais profundo. E sim apenas interesse. Que terminou. Acabou.
    Conversamos tranquilamente. Eu tenho esse meu jeito todo digamos: direto e acabo intimidando, mas sou assim desde que me conheço por gente.
    E está tudo bem, a vida segue.
    E só para compartilhar experiências. Espero que tenha entendido.
    Sara Oliver

Aline_Aline · 14 de julho de 2016 às 08:14

Você disse muito bem, tem uns que vão e não voltam. Isso quer dizer que estão decididos. Melhor assim do que viver na ilusão.

jujujuju · 14 de julho de 2016 às 09:11

Adorei, as meninas aqui gostam de havaianas de pau. rsrsrss

Foi luxo.

Gi · 14 de julho de 2016 às 10:38

Sara, minha querida, IGNORA essas recalcadas ahaahahah brincadeiras a parte, mas voce escreve muito bem, diferente da Linda, mas é com a mesma essência, assim como voce disse “se nao concordam pelo menos respeite”, o muierada sem noção né!

Se são assim com voce que esta escrevendo, AJUDANDO, imagina o monte de besteira que falam para o jumento delas kkkk

    Sarah Oliver · 14 de julho de 2016 às 15:01

    Gi
    Você sabe e entende que eu não vou agradar, mas temos que estar aberto as críticas. Eu tenho que abrir esse canal tanto para os elogios e quando elas querem me bater de pau.
    Mas não se preocupe, eu vou entender ou pelo menos tentar elucidar todo o complexo das que não entendem e não aceitam o meu ponto de vista. Temos que amar todas independente das pedras que atirem.
    E você siga aqui, conto com isso.
    Sara Oliver

Marília · 14 de julho de 2016 às 12:14

Achei seu texto totalmente incoerente com os ensinamentos do blog. Muito confuso e você passa a impressão de desespero. Desculpa mas você e linda tem que alinhar o contexto e o objetivo do blog no geral. Senão muitas meninas vão ficar perdidas, minha opinião

    Sarah Oliver · 14 de julho de 2016 às 14:41

    Marília
    Eu sou totalmente desapegada neste sentido, eu faço e pronto. E a maioria pensa que estou no desespero. Meu texto foi apenas um relato do que aconteceu comigo, e puderá muita gente não faz o que faço. A questão é:não estou preocupada com o que os homens pensam ou deixam de achar da minha pessoa, somos seres únicos, e já namorei muito, casei e aproveitei como deveria e para exemplificar isso mais claramente Marília, vivo bem e feliz desta forma. Mas, alguns caras me dizem você intimida, outros me dizem você é muito direta, outros pensam você é muito dedicada naquilo que faz, você se empenha, e feliz do cara que estiver do seu lado. Para você entender que eu não vou agradar fulano e sicrano. E jamais poderei entrar em um acordo na via de pensamento que é minha e do que e da Linda. O site é dela. E recebi o convite. Ela me deu autonomia e pode tirar. E assim continuo. Minha visão de vida, e das experiências que colhi neste 34 anos,eu levo tudo na mais completa: tinha que ser ou nada é por acaso. Enquanto eu vejo muitas mulheres criticando, me apontando o dedo, as vezes penso que estou só. Mas agradeço pela sua opinião. Ela vale. Mas a vida minha é regida pelo que é melhor para a minha pessoa e não pelo que as pessoas dizem.
    Minha ajuda está disponível e poderá fazer uso dela quando quiser.
    Sara Oliver

      Marília · 14 de julho de 2016 às 17:30

      Eu acho que você devia ter um blog pra contar suas experiências. Porque maioria das meninas aqui não vão saber lidar com algo assim. Mas até eu que sou mulher não iria querer nada com você.

deby · 14 de julho de 2016 às 14:42

poxa poderia me responder , minhas msg sempre ficam na moderação 🙁

Graziela · 14 de julho de 2016 às 16:00

Nossa não gostei desse texto, eu acredito que você fez tudo errado, talvez vc deveria dar uma revisada nos posts antigos e aprender um pouco com a linda, pois com certeza mandar carta foi uma atitude muito infantil. Gostaria de saber a opinião da Linda em relação a esse post??!

    Sarah Oliver · 14 de julho de 2016 às 17:24

    Graziela
    Mas foi ótimo mandar carta, e super importante nos tempos de agora ser original, adoro essa coisa antiquada que todo mundo acha uma babaquice, ninguém mais faz isso né? Agora é olhar pela tela do celular e dizer acabou, ou não te quero mais. Não se preocupe a Linda já me conhece é me apelidou carinhosamente de doidinha. E enfim ela já sabe que eu pratico coisas insanas, e ela me aceita desta forma.
    Sara Oliver

      Marília · 14 de julho de 2016 às 22:16

      Acho que em um blog como esse ha de se ter cuidado com o que publica. Porque uma coisa é você ter atitudes assim e saber lidar com elas.
      O blog deveria trazer mais reflexões do que exemplos assim. Fico imaginando uma mulher desesperada lendo isso e tomando uma atitude pra “definir” as coisas e depois surtando por não ter segurança pra manter.
      Ainda acho que foge muito do contexto do blog. Blogs de auto ajuda devem ter tudo isso em mente, como pessoas que chegam desesperadas por Socorro vao lidar com o que foi lido.

Juliana · 14 de julho de 2016 às 16:26

Dizem q inteligência é saber q tomate é um fruto e inteligência é não colaca-lo em uma salada de frutas. Bem, quando li seu texto, pensei “uai”, atitude diferente mas em nenhum momento julguei nada em você, e nem por isso vou deixar de me idêntificar com o blog, vejo uma essência entre você e a Linda sim, acho q é essa essência que as pessoas do blog deveriam absorver, pq fazemos é pensamos de maneira diferente, cada um é único…se a gente simplesmente ir lá e fazer o que os textos mandam, sem uma reflexão interior, fica uma coisa falsa, robotizado..acho q a vida tem q ser refletida, sempre e se temos bons exemplos, textos que nos motivam, temos é q tirar o melhor disso com SABEDORIA, as pessoas são únicas e possuem cada uma experiências únicas. Não se abale com esse tipo de crítica, achei um absurdo a menina perguntar se você tem doença mental, uma falta de educação absurda e o mau de pessoas tolas é falarem suas “opniões” revestidas de veneno e sinceridade. Mais sabedoria por favor, pelamor!!

    Juliana · 14 de julho de 2016 às 16:27

    Sabedoria**
    Desculpe, escrevendo pelo celular é complicado…rsrsrs

    Sarah Oliver · 14 de julho de 2016 às 17:36

    Juliana
    Ah como eu queria gente aos montes assim no mundo, vou ver se acho uma multifuncional que faça muitas cópias de você para colocar neste mundo afora e sem porteira.
    Mas críticas acontecem todo dia e toda hora, e vamos resolvendo uma por vez.
    E creio que nunca irão deixar de aparecer nas nossas vidas. Mas adoro sinceramente as mulheres destoando suas opiniões cravejadas de insultos e preconceitos.Seja eu.
    Pena que eu não sou débil mental. Assim ficaria fácil dar desculpas para os meus atos insanos.kkkkkk
    Se achegue, fique.
    Sara Oliver

      Juliane Martins · 14 de julho de 2016 às 18:12

      Sara, adorei seu texto. Obrigada por compartilhar suas experiências conosco. Sei que vc seguiu seu coração e acho que não devemos ficar seguindo receita de bolo sempre. Temos que ser autênticas e deu pra perceber que isso vc é mto! Adoro suas publicações. Grande bjo, sucesso e felicidades na sua vida!

      Juliane Martins · 14 de julho de 2016 às 18:16

      Sara, adorei seu texto. Obrigada por compartilhar suas experiências conosco. Sei que vc seguiu seu coração e acho que não devemos ficar seguindo receita de bolo sempre. Temos que ser mais autênticas e deu pra perceber que isso vc é mto! Adoro suas publicações. Grande bjo, sucesso e felicidades na sua vida!

      Lala · 14 de julho de 2016 às 21:09

      Sarah,você é corajosa de mandar carta, eu não conseguiria fazer isso rsrs mas concordo com a moral da história: Eles voltam. Já passei por varias experiências assim, onde preferi silenciar e esperar. Algumas vezes até esqueci e quando menos esperei lá estava ele… Depois do blog estou melhorando, principalmente na firmeza. É difícil deixar a boazinha de lado. E só para registrar, se essas mulheres não policiam as palavras aqui, imagine diante dos homens!

      Juliana · 14 de julho de 2016 às 23:39

      Depois essas mesmas pelegas veem aqui no blog e reclamam por não conseguir um namorado ou por não conseguir manter o q tem, com esses comentários “azedos” só revelam uma coisa, frustração … Às vezes nem é culpa do homem, tendo uma namorada frustrada e infeliz ao lado, pq sério..pessoas felizes e realizadas têm no mínimo educação e bom senso em expressar opiniões. Educação é afrodisíaco, se a maioria soubesse.

      Rafaela · 15 de julho de 2016 às 13:47

      Me identifico bastante com seu ponto de vista Sarah, tenho 23 anos e foi graças a uma carta que eu me aproximei de uma pessoa e já estamos juntos a três anos, eu penso que se esse rapaz não gostou de você por ser quem você é, há de aparecer alguém que te ama justamente por você ser assim, cada um tem um estilo devemos respeitar. Mais imporante do que julgar, é absorver o que os textos trás de melhor pra nossas vidas e principalmente reconhecer o quanto você tem ajudado a muitas pessoas.

        Sarah Oliver · 18 de julho de 2016 às 09:38

        Rafaela
        E assim que as coisas funcionam, conforme você relatou, desse jeitinho livre e espontâneo.
        Obrigada
        Sara Oliver

Paty · 14 de julho de 2016 às 20:06

EEEEu só tenho que agradecer por ter esse blog maravilhosooo
Hoje eu sou uma mulher mais madura!!!!
Quando conheci este blog estava namorando, e ele me fazia de boba, e eu era sempre a boazinha, até que conheci aqui, acordei pra vida, passou uns tempos terminamos, ficamos uns 6 meses sem nos falar e evitavamos quando nos viamos nos mesmos lugares que iamos.
De um tempo pra ca ele resolveu querer se aproximar de mim, mais eu o evito, pois não quero o sofrimento na minha vida, sofri e dei a volta por cima.
As vezes bate aquela carencia, mais logo penso em outras coisas e melhoro.
Uma dica pras meninas ai, não tenha pressa, o que for pra ser seu será, não se adiante, não se precipite, não corra atras.
O que for pra ser seu será, vai vir na hora certa, no lugar certo, no momento certo.
Vamos nos amar, nos cuidar, nos valorizar e ficarmos bem atentas porque HOMEM de verdade só no “museu da reliquia” e olha lá rsrrs… pois esta em falta ultimamente!!!
Beijos a todos vocês e CONTINUEM POSTANDO AIIII, todo dia entro aqui pra ver se tem nova postagem.

Patricia Adriana · 14 de julho de 2016 às 23:48

Não entendo a razão de tanta indignação por você ter escrito uma carta…
Eu já escrevi um caderno! E entreguei!
Gente chata que se acha dona da verdade! =/

Isa · 15 de julho de 2016 às 02:02

Antes demais, parabéns pelo blog e seus artigos!
Faz uma sem a que eu nao falo com a cara que eu gosto. Nos estivemos juntos 4 meses, a partir dai nunca mais tivemos nada, foi tudo a base de discussoes, desconfiancas, etc. Ele diz que tem traumas do passado, por isso nao conseguiu namorar. Ele sempre me afirmou que gostava de mim mas que o pressionava e sufocava. Nunca cortamos o contacto, eramos amigos. Mas faz uma semana nos discutimos por algo bem bobo e ele disse que para mim para nao esperar mais sms dele, que tava farto. Eu sempre fui muito insistente É verdade, mas ele nunca me “largou” de vez. Gosto mesmo dele. Tou numa de nao ir atras como sempre fiz. Já passou uma semana e ele nao me disse nada de Volta. Tou a desesperar. Nao sei se ele vá dizer ou nao. Ele e muito orgulhoso e complicado mesmo. Me ajuda Sarah pf, que acha que deva fazer? :/

Obrigada

UmaSereia · 15 de julho de 2016 às 12:22

Bom dia Sarah

Fiquei com um menino esses dias depois de um show, temos amigos em comum e já estava afim de ficar com ele a muito tempo. Depois disso estou agindo naturalmente, não mando mensagem e nem o procuro e fico com o celular desligado quando estou no trabalho.Ele agora fica me mandando mensagem kkkkkkkk, devo continuar agindo assim ? quero deixar ele louquinho

    Sarah Oliver · 18 de julho de 2016 às 09:41

    Umasereia
    Então, você é educada e gentil continue sendo. Deixe ele mostrar para que veio. Aja naturalmente sem ansiedade.
    Sara Oliver

Jaque · 15 de julho de 2016 às 16:44

Olá garotas!

Compartilhar um pouco da minha história com vcs, já fui casada e tenho um filho. Antes de tudo isso conheci um rapaz no tempo de escola e sempre achei ele um encanto, ele se casou, teve um filho, e aconteceu o mesmo comigo. Anos depois os dois divorciados nos encontramos, ate então não tínhamos tido nada, alguns meses de conversas e passamos a namorar, namoramos por um ano, ele terminou comigo, não fui atras, passado um ano, acabamos reatando o namoro e chegamos ate morar juntos, foi um relacionamento cheio de brigas e desgastes, mas uma coisa e certa nos amamos muito, ele que terminou novamente, mas fala pra todos os amigos que esta sofrendo muito e que gosta de mim, eu também estou sofrendo muito mas não fui atras. E e com essas artigos que esta me ajudando a me focar na minha decisão de não ir atras e se for pra ser meu vai ser de uma forma saudavel.

Flor · 15 de julho de 2016 às 22:57

Sara, boa noite.
Tive que escrever, pois eu já tive uma atitude semelhante a sua. Já mandei carta e assustei. No meu caso, arrependi-me completamente. Porque? Na época, eu e o cara ficamos algumas vezes e nunca rolou sexo e mesmo assim teve um dia que o encontrei e ele me ignorou. Escrevi a carta e entreguei dizendo que, em resumo, que se a gente não ia ficar mais, bastava ele me cumprimentar, e reprovei a atitude dele me ignorar. Apenas isso, mas não falei nada sobre algo sério e mesmo assim depois de um tempo, vi que fui uma tonta kkkkk Atualmente, não escreveria, simplesmente o teria ignorado também. Mas, passou algum tempo, mesmo depois da carta, ele voltou a me procurar. Mudei de cidade (200 km) e ele veio duas vezes aqui atrás de mim e eu não quis. Porque daí eu já não queria mais. Ele era o bam bam bam do local que eu morava antes e um pouco antes de eu mudar para a minha cidade atual conheci o meu marido (na época só ficante), daí com meu marido agi diferente, li aquele livro das mulheres poderosas e vi quanta cagada eu fazia. Ficava expondo o que eu pensava, queria respostas rápidas, metia os pés pelas mãos. Mas, a cada homem que eu conhecia, eu treinava meu poder, mesmo que ainda não fosse o cara certo, eu colocava em pratica o meu amor próprio e comecei a perceber que se eu tivesse entendido isso antes, eu teria escolhido qualquer um deles antes (mas, talvez, ainda não fosse a hora). Sim, eu escolhi o meu marido, porque daí quando eu o conheci, eu já estava “calejada” e sabia exatamente o que fazer e o fazia naturalmente, incorporei o amor próprio à minha personalidade. De vez em quando, perco-o, mas sempre arrumo um jeito de reencontrá-lo. Na minha concepção, todas nós estamos sujeitas a isso (esquecer um pouco do nosso valor). E, eu, quando mandei a carta para o bam bam bam que eu ficava, esqueci sim do meu valor, mesmo que, naquele momento, eu estivesse fazendo exatamente o que eu queria fazer. Como disse: atualmente, eu não o faria e nem aconselharia ninguém a fazer. Não me sinto envergonhada do que fiz, mas podia ter passado sem essa. Por outro lado, quando conheci meu marido e vi que era ele quem eu queria, eu já sabia o que não fazer. A minha história com meu marido é bem parecida com de muitas mulheres por aqui. Conheci ele na balada, fomos ficando, ele dizendo que não queria nada. A cada vez que ele falava isso, eu não fazia nada. Eu simplesmente sumia. Quando ele aparecia de novo, eu fingia que ele nem tinha desaparecido e conversava com ele normal, sempre demorando duas horas para responder. As vezes, respondia até no dia seguinte ou demorava 2 dias. Só que quando ele vinha e queria sexo, eu fazia só quando me dava vontade. E não cobrava nada, ia vivendo minha vida, até que no Carnaval, ele me chamou para fazer uma viagem para praia e ficamos hospedados na casa dos avós dele e, depois da viagem, começamos a namorar, mas isso durou 7 meses. Sofri bastante, chorei muito, mas não fui atrás. Valeu a pena, porque o amo muito e sou feliz. Enfim, eu, particularmente acredito que colocar todas as cartas na mesa de maneira direta dando xeque mate, no início, é tiro no pé. Acho que xeque mate, devemos dar somente depois de haver envolvimento emocional das duas partes e o cara não se define, mas o xeque mate não deve ser através de muitas palavras, mas na atitude de viver a sua própria vida. É o que eu penso e como já fiz como você, não condeno de maneira alguma, mas para mim não valeu a pena não.

    Sarah Oliver · 18 de julho de 2016 às 09:36

    Flor
    Entendo perfeitamente seu ponto de vista e agradeço por compartilhar, é justamente isso que seria o natural, com esse post, alguns se verem não situação e outras não, é cada um pegar a coisa da forma que achar necessária. O grande x da questão e que eu fiz porque tive atração química por ele, e mesmo não contando no post, ele deu a entender várias vezes, mas o que não contei também e que a situação ainda que nos encontramos é complicada. Mas eu trabalho com a seguinte afirmação fui atrás do sim, o não eu já tinha. Não deu ?Bola para frente, não insisto, não cobrei, não pressionei, e a procura dele veio exatamente por livre é espontânea vontade. Eu não estava morrendo de amores, apenas aquela coisa de atração mesmo, que já acabou.Eu sou uma pessoa que não trabalha com arrependimento e não fico curtindo fossa por ter levado um não. Temos sempre que trabalhar com as duas vertentes que é o sim e o não. E saber lidar com ambas de forma natural. E sempre faço isso. Não foi a primeira vez. Se intimido e assusto sinto muito pelos caras que correm, eu sou assim e sou feliz desta forma.
    Obrigada pelo seu depoimento.
    Sara Oliver

      Flor · 20 de julho de 2016 às 22:06

      De nada,Sara! Conte comigo! Gosto muito do blog! Fique com Deus. Beijossssss

DV · 15 de julho de 2016 às 23:36

Sara tenho a minha experiência pra relatar:
Ano passado me envolvi com um cara casado, no qual era meu ex chefe. Casado há 6 anos, uma filha de 9, outra de 3 e um de 1 mês. Ficamos por uns longos meses e eu me apaixonei perdidamente, eu fui tão humilhada naquele ambiente pela esposa dele, que eu fazia de vingança e acabei me apaixonando. Fiz de tudo para ele se separar, e nada. Ele começou a fugir. Até que eu cansei e dei chance à outro homem. Passou-se um ano, e mês passado ele me procurou querendo conversar comigo. Não respondia, não atendia. E ele pedia pra outras pessoas me ligar pra eu atender às ligações. No momento, agia com educação, quando ele ligava eu deixava tocar.
Até que ele deu um oi, disse que precisávamos sair pra conversar. E eu respondi: bom dia, não tenho saco pra ti me levar só aos motéis. Eu já não caio mais nessa. Ele disse que não, era um jantar e tinha se separado a 2 meses. Gelei por 3 semanas, até que chamei ele e disse que estava disponível se desse aquele dia, ok! Senão, lamentamos.
Fomos, conversamos sobre negócios, e foi agradável. No final do jantar ele me disse o seguinte: Estou aqui te conhecendo, hoje sou outro homem, com novos objetivos. O passado foi deixado para trás. Me separei por falta de respeito pela parte dela, tu sempre soube como ela agiu de forma ingrata comigo, e traição não é justificativa mas tive meus motivos e tentei segurar meu casamento pelos meus filhos. E eu sempre quis ter te conhecido antes, tudo seria diferente. Mas hoje estou aqui pra te perguntar se tu aceita ficar comigo, me conhecer como um homem de verdade. Fazer parte da minha vida, dos meus negócios. Meus filhos, eu apenas vejo no domingo e tu pode estar junto. Eles em breve irão embora da cidade.
Eu fiquei pasma! Respondi: podemos nos conhecer, podemos nos conquistar. Eu aceito tu me conquistar. Vamos conversando, convivendo.
E ele: tudo que eu mais quero. Fomos depois para a casa dele nos finalmentes.
Hoje ele me procurou, todo tempo perguntando sobre mim, sobre minhas férias, sobre minha faculdade e inseguro se era realmente o que eu queria. Pois ele não tinha dúvidas que fosse nosso momento. E eu: vamos vendo com o passar dos dias. Vamos viver!
Aqui está meninas, homens sempre voltam. Mas HOMENS! Não com idade madura, e sim com mente e vivência. Aqueles que realmente sabem que apesar da mulher, podem investir e que somos de valor. Valorize-se, não se arrependam, mas pensam, façam por amor à vida de vocês pelo coração de vocês. Ninguém merece paixões, precisamos de atitudes, um chão sólido, onde possamos depositar nosso sentimento sem medo. Analisam de fora como será, que é o que irei fazer, pra depois me entregar. Um beijo!

Marina · 16 de julho de 2016 às 05:28

Texto maravilhoso!! Parabéns, Sara! Sara, me ajude por favor… Me dê sua opinião! Meu namorado tem um primo, que é gay (e provavelmente afim do meu namorado) e vive implicando comigo sem motivos, me colocando nas piores situações, é extremamente mal educado comigo… Tudo sempre na frente do meu namorado e ele sempre fica CALADO, não me defende nem fala nada! Me diga, o que fazer? Seja bastante sincera! Sou uma pessoa tranquila e amiga de todos, nunca fiz mal a esse primo… Optei por me afastar dos eventos onde ele está (os familiares), mas vou acabar me afastando de toda a família assim, inclusive do meu namorado. Estou chateada com essa situação… desde já agradeço! Sou uma grande fã de vcs! Bjs

    Sarah Oliver · 21 de julho de 2016 às 17:00

    Marina
    Um erro fatal, não se afasta dos eventos da família por causo do carcamanho do primo do seu namorado. Se ele queria te atingir conseguiu. Frequente normalmente. Deixe que ele te ataque, porque vai ficar feio. Ele vai ficar descontrolado e vai perder a razão.
    Portanto a sua serenidade deve ser o carro chefe. Mantenha postura, e ignore o maledito. Se não acrescenta abstraia.
    Não dê cartucho para esse rapaz, que quer apenas se intrometer na sua vida.
    Sara Oliver

Ana · 16 de julho de 2016 às 13:22

Boa tarde,queria saber como me aproximar de ‘ garotos ‘ super timidos , desde a semana passada esse rapaz me olhava muito na academia, toda vez que eu olhava ele estava olhando, ai inventei uma desculpa pra a gente se falar pelo face, e ele me pediu o meu zap, conversamos , perguntei se ele iria na inauguração da academia que foi dia 11, ele disse que não estava animado, e me perguntou se eu iria, falei que sim, aí ele afirmou que também iria, chegando la se vimos e se falamos de longe, e na terça-feira eu nao falei nada com ele, e ele veio até a mim na academia me comprimentar, só que nessa terça-feira um amigo meu ficou toda hora do meu lado, na quarta esse rapaz, agiu normal foi até mim pra me comprimentar e dava umas olhadas, na quinta ele já estava distante , ai pedi pra uma amiga em comum ver qual era a dele, e ele disse que eu tinha namorado , ela perguntou se ee se interessou por mim e ele disse ‘ sim ela parece ser uma boa pessoa ‘ e essa minha amiga perguntou pra ele se ele queria que ela falasse comigo e ele disse que não, que ele iria falar comigo, porém puxou assunto comigo no dia seguinte ( ontem ) e conversamos ele e muito sem papo até no zap, e me disse ( pessoalmente eu tenho muito assunto) aproveitei e falei então vamos conversar pessoalmente amanhã, e ele topou, ele e muito diferente dos caras que eu saiu que tem atitude , e meio safado e talz, mais ele me chamou atenção, eu queria me aproximar sem assustar ele, queria chamar atenção dele, como faço?

    Sarah Oliver · 21 de julho de 2016 às 16:56

    Ana
    Não se importe, se o cara agiu com interesse ele vai dar os próximos passos. Você só precisa ficar na sua.Ele pode ser diferente mas não deixou de ser homem.
    Então para que se preocupar? Aguarde e vai tocando sua vida, o que deve ser regra.
    Sara Oliver

Gih · 16 de julho de 2016 às 19:05

Sara, gostaria que me ajudasse com meu ficante,ele havia combinado algumas coisas comigo e simplesmente nao a faz mais.
Add mulheres no face, conversar com outras…. sendo que eu tinha parado!

Tem o que eu fazer para ele parar com isso?

Sem contar que quero q ele me assuma

    Sarah Oliver · 18 de julho de 2016 às 10:22

    Gih
    Ficante, ficantes. Porque ser ficante tem exigências e regras? Não tem. E praticamente raro numa ficada existir compromisso de ambos. E no caso dele, isso já está claro.
    Você quer que ele te assuma outro ponto chave. Se ele não cumpre nem o que definiram imagina assumir você?
    Agora se não está casando com o que ele te mostra e o que você quer: sente e converse. Se ele não quer, respeite e não o procure mais.
    Sara Oliver

      Gi · 18 de julho de 2016 às 11:59

      Sara, mesmo estando junto com ele ha 4 meses? E pessoalmente ele é muito bom, carinhoso, atencioso, sempre conversou comigo, se mostrou por perto, conheço toda a família dele e ele a minha.
      Mas descobri que estou com uma doença, e vou fazer tratamento por 3 meses. Depois desse tratamento realmente vou jogar ele na parede, não quero só ficar, quero namorar e continuar com todos os meus sonhos.

      Nesse período dos 3 meses, continuo na minha né, mais séria, sem demonstrar tanto meus sentimentos, sem crises de ciumes… me ajuda, eu realmente quero que ele me assuma! Nao quero ser só um passatempo :”(

        Sarah Oliver · 21 de julho de 2016 às 16:51

        Gi
        Eu estou para te dar uma surra de havaianas. Moça entenda: ele só vai te assumir se estiver disposto a isso. Minha pergunta é: você gostaria que alguém ficasse com você forçado, na marra, por obrigação? Creio que não. Portanto não se sinta a dona do cara. Você pode chegar para ele e dizer: não quero mais assim e assado. Mas deve respeitar a decisão caso ele diga: não quero assumir nada com você.
        Não é por essa via de acesso que você consegue o que quer.
        Sara Oliver

Sofredora · 17 de julho de 2016 às 15:43

Sara, me responde por favor, não sei mais que decisão tomar , minha vida ta virada num inferno e preciso saber o que fazer. Terminei com meu ex faz 2 meses, mais nesse meio tempo ficávamos sem ele me assumir. Até que cansei e disse que ia seguir a vida, mas não aguentei e fui atrás, chorei , esperniei e ele morreu de dó.. Só que tem um porem. Não sei se sou errada, mais no começo ele era um amor e agora disse que o amor acabou pelos meus erros, tipo ser ruim, fechar a cara pra tudo, meu passado e principalmente ter saido com as amigas, duas vezes depois que terminamos.. Ele disse q eu não respeitei nem um tempo.. Na minha cabeça sou super errada.
E isso ta chegando a me deixar doente, essa semana me senti um lixo, fui atras de novo, chorei feito louca, desesperada e ele me disse que eu era bonita e ia achar alguem
. ai que me desesperei.. Fui burra e dormimos junto e ele disse que ia me desbloquear, no outro dia não desbloqueou e me tratou como um lixo, esculachei, xinguei, e ele pediu pra deixar ele em paz.. No outro dia fui cobrar uma coisa do facebook e ele disse que era pra mim parar de encher o saco.. A que ponto cheguei sara, nunca me humilhei assim pra ninguém.. Só sei que ai quis fazer ciúmes e disse que tinha saido com outro melhor que ele 🙁 e ele simplismente disse que graças a deus agora ele tinha se livrado de mim 🙁 e disse que ia me bloquear e dessa vez pra sempre… Ele sempre disse que só queria um tempo pra cabeça dele e eu nunca dei esse tempo.. Não sei mais o que fazer, pedir desculpA por ter sido tão infantil, dizer que e mentira do cara, ou deixar a poeira baixar. Hoje ele postou uma foto e uma menina super linda comentou lindinho e um beijinho com coração, tenho certeza que ele ta com ela.. Faro de mulher não falha 🙁 ficamos juntos 1 ano e 7 meses.. Me responda por favor, não sei mais que rumo tomar e me sinto muito mal, pode falar a vdd mesmo que machuque.

    Sarah Oliver · 18 de julho de 2016 às 10:01

    Sofredora
    Olha vi uma luz bem la no fundo do túnel, ela está fraquinha mas existe. Se a situação que você se encontra te incomoda e porque você não está tendo mais saída. Já reparou que tudo que você faz desmorona? Do cara você só sente desprezo. Mas para que você cesse um pouco da sua dor e preciso que você pare de ir atrás dele. E vou dizer se você não se controlar, ele vai te massacrar, é você já sabe mais sofrimento para o seu coração. Tente usar uma coisa que eu chamo de tratamento de choque com você mesma: quando coçar o seu dedo para mandar mensagem, ligar, lembre de como ele te tratou, das coisas pesadas que ele te disse da ultima vez, lembre que você não merece isso, que isso machuca, chore que seja por sua condição mas não se humilhe mais.
    Nas primeiras semanas e difícil segurar mas faça isso por você. Esqueça dessa cara, por instantes e olhe para você.
    Como um ser como ele merece seu amor, se não te valoriza. Reciprocidade sempre, não tem, respeite e suma da vida dele.
    Sara Oliver

RDM · 17 de julho de 2016 às 23:12

Linda esse site tem muito potencial. Infelizmente você vai perder cada vez mais a força e a audiência. O básico é:
1) PORTUGUÊS correto, SEMPRE.
2) História com CONTEÚDO.
Esse post merece ser apagado Sarah, tá péssimo, história sem sentido e o enfoque que vc dá tá pior ainda. Por favor, faça uma autocrítica (para melhorar os pontos acima mesmo)…

Aline · 18 de julho de 2016 às 09:38

Sara, uma dúvida. Como agir quando seu namorado gosta de sair com os amigos pra beber, sendo que eu não bebo? Não gosto quando ele me deixa pra churrasco com os amigos, mas todo final de semana tem algo com eles. Não quero bancar a ciumenta, tudo bem ele se divertir, mas esses dias tem aumentado, como agir? Sem parecer grudenta?

    Sarah Oliver · 18 de julho de 2016 às 10:10

    Aline
    Minha pergunta para você é? Ele já fazia isso antes do namoro? Então se a resposta for sim, porque não reclamou e expôs seu ponto de vista antes de assumir algo?
    Porque vocês tem medo de dizer para o cara o que você pretende, quais coisas não gosta e assim tentar chegar a um acordo?
    Eu creio que ele fazia isso antes, e tem mantido. Eu também não bebo e meus ex namorados sempre bebiam, e lá estava eu acompanhando eles. Convivendo com os amigos, famílias e isso e coisa que deve ser alinhado antes. Se isso te deixa magoada fale com ele. Explique que você não tem a intenção de proibir a diversão dele, mas que tal ele fazer isso um final de semana com você e outro com os amigos? Sugira, veja o que ele responde. Converse.
    Outra se ele te chamar para ir você irá? Ou vai ficar com cara de emburrada achando um tédio?
    Pense nisso.
    Sara Oliver

Paula · 18 de julho de 2016 às 10:30

Desculpe, Sarah, mas o blog perdeu totalmente a essência. Entendo que você e a Linda sejam pessoas diferentes, mas não faz o menor sentido os posts iniciais ensinarem um comportamento e os seus posts demonstrarem justamente o contrário. Não vou fazer julgamentos quanto a sua história; acredito que cada um saiba como agir nas próprias situações da vida, mas deixo aqui registrado que a partir deste momento não sou mais uma seguidora. E acredito que muitas pessoas não mais o serão, pois quem acompanha o blog desde o início percebe que ele não existe mais. Uma pena.

Linda, você foi de grande valia na minha vida, mudei minha forma de pensar e passei a gostar de mim de verdade, graças a você. Uma pena que este trabalho tão maravilhoso que era o blog tenha se perdido. Espero que um dia você volte.
Um beijo.

BC · 18 de julho de 2016 às 11:06

Sarah, me ajuda por favor!
fiquei 4 meses com um cara onde eu ACHAVA que tbm estava comigo. sabe aquele cara lindo, que todas da faculdade querem? mas ele é facil, se tiver numa balada e chegar nele, ele fica. e todas chegam, e ele fica com todas. uma delas foi eu, mas ele resolveu estender e ficar mais tempo comigo…
minha ilusao era que ele estava so comigo. até que um dia ele me deixou no bar da faculdade pra ir pra balada com o amigo. e depois fui perguntar, e ele foi sincero, disse que ficou com 3 meninas nessa noite. disse tambem que provavelmente ele é o cara mais mentiroso que vou conhecer, que independente do estagio que tiver nosso relacionamento, se aparecer uma boa oportunidade para ele, ele vai ficar com a pessoa.. mas que ao mesmo tempo nao queria me perder porque sabia que nao encontraria alguem que gostasse ele como eu gostava.
fui trouxa, acreditei e continuiei com o imbecil. E ele ao inves de mudar como disse que ia, continuou nas baladas, se eu recusava um pedido dele de sair, ele saia pra balada e passava o rodo. até que me irritei e fiquei uma semana sem ir atras e ele tbm não veio. so que fomos numa festa e ele estava la, eu sabia que ele ia e ele tbm sabia que eu ia… ja haviamos conversado sobre.
adivinha o que ele fez..ficou com outra na minha frente. eu fiquei muito chateada, muita falta de respeito…ele ainda veio atras de mim pedindo pra conversar, fiquei louca. depois da festa no dia seguinte ele mandou mensagem dizendo que as coisas nao precisavam ter sido assim. eu logo falei um monteee…
depois disso eu bloqueei ele de tudo, whats, face, tudo.
durante a semana eu esbarrava com ele na faculdade e fingia nao conhecer…
até uma vez que ele passou por mim e deu oi baixinho no meu ouvido. eu continuei firme e so respondi o OI sem olhar.
teve uma outra festa na faculdade e ele estava la, me ignorou total .. eu tbm o ignorei.. e essa foi a ultima vez que nos vimos. depois disso desbloqueei ele no whats pra perguntar uma coisa relacionada a festa, uma confusao que teve la que estavamos envolvidos. conversamos pouco e depois disso meu celular morreu.. e perdi meu numero.
ou seja, minha pergunta é
mudei de numero..nao tenho mais o dele.. mas ele continua bloqueado no meu facebook. devo desbloquear e não add? pra mostrar indiferença…que nao ligo mais..que estou bem…ou mantenho bloqueado???

    Sarah Oliver · 21 de julho de 2016 às 16:53

    BC
    Este tipo de cara você deve deixar ele bloqueado para o resto da sua vida como ser humano neste mundo. Sem contato, sem aproximação. Ele não te trará coisa boa, só desilusão. Você quer isso?
    Sara Oliver

Aline · 18 de julho de 2016 às 11:12

Sara, na verdade antes da gente começar a namorar ele já fazia isso sim, porém expus tudo o que eu gostava e não gostava. Aí ele parou de beber, durante um ano, mas eu não pedi, foi por conta própria pra me agradar. Mas agora voltou tudo de novo, pois é algo que ele realmente gosta. Bom, então sua sugestão é que eu acompanhe ele? Eu acredito que não teria problemas não…o que me irrita é que ele passou a me ignorar pra ficar com eles entende?

    Sarah Oliver · 21 de julho de 2016 às 16:52

    Aline
    Tenta buscar o melhor para vocês dois. Sem forçar ambas as partes.
    Sara Oliver

Marina · 18 de julho de 2016 às 13:59

Oi Sara, tudo bem ?
Mulher, vim te dar uma sugestão, pois acredito que muitas meninas estejam na mesma que eu rs. Amo meu paspalho, mas ele tem uma mania chata de dar umas “olhadinhas” Pra algumas meninas na rua, ele é superfiel mas eu me sinto desrespeitada. As vezes dou o “troco” sem ele ver (eu sei disfarçar né ?), pra me sentir melhor kkk. FAÇA UM POST DE COMO DEVEMOS NOS COMPORTAR QUANDO ELES OLHAM PARA OUTRA, BEIJO!!!

    Sarah Oliver · 21 de julho de 2016 às 16:48

    Marina
    Na lista.
    Sara Oliver

Tatiana · 19 de julho de 2016 às 08:38

Olá Linda! Comprei sua consultoria mas o e-mail está voltando, como podemos fazer?

    Linda Cristina · 21 de julho de 2016 às 17:19

    Tatiana,

    O email não pode conter acentos ok?

    Bjs
    Linda Cristina

Cibele · 19 de julho de 2016 às 10:01

Sara, e quando o ficante fica nervosinho quando faço as coisas que ele faz?
Tipo ele vai jogar bola, eu vou correr, ele sai com os amigos e eu saio com as minhas amigas.
Realmente nao vou ficar esperando ele enquanto ele me deixa de segunda opção, mas aí ele vem e fala que eu só imito ele…. não que não seja verdade hahahaha mas o que eu falo?

    Sarah Oliver · 21 de julho de 2016 às 16:47

    Cibele
    E como eu repito sempre: se você estiver imitando o cara, ele vai saber. E aí vai jogar isso na conversa.Tentar imitir o outro não é legal, até porque gastamos energias tentando fazer um jogo que no final iremos acabar perdendo. Tente ser você, faça porque te dá vontade não para atingir o outro. Esse é o segredo do sucesso.
    Tem que soar natural.
    Sara Oliver

porque??? · 19 de julho de 2016 às 12:21

queria saber porque meus comentários não são aceitos?
não usei termos perjorativos mas nunca vejo eles aparecendo aqui
dei minha opinião que é parecida com a de outras aqui e fui educada..

poucas as vezes..

Sofie · 19 de julho de 2016 às 14:23

Eu prefiro orar pro ser humano começar a ter empatia pelo próximo! Educação sempre será de bom tom! E discordar de um pensamento não justifica ser estúpida com o próximo. Não curtiu? Passa direto, simples assim! Enfim..
Sarah, eu sempre leio os textos (geralmente da Linda). Reflito e fico quietinha! Porém o seu me tocou! Passei por algo parecido!

– Namorei por 8 meses, porém devido ao ciúmes doentio dele (doentio MESMO), brigamos várias vezes!
– Deixei o meu brilho se apagar e me transformei numa mulher que todo santo dia tinha que provar que era fiel.
– O inevitável aconteceu, o príncipe perfeito virou sapo e num acesso de amor próprio, eu decidi terminar.
– 1 semana se passou e fui conversar com ele. Ao invés da carta resolvi ser sincera e colocar meu sentimento ali, basicamente no tudo ou nada rs. Falei que o amava e sabe o que aconteceu? FUI tratada como leprosa! Isso mesmo! Não falei mais nada..não implorei nem nada, me calei e sumi. E ele agiu que nem o homem do seu relato..aff triste isso… ainda mais quando o comportamento vem de alguém que julgamos inteligente..
– Com 1 semana de término ele investiu numa mulher que sabia que eu não suportava e pra variar, a menina já rodou na mão de vários conhecidos.
– O que dói foi ter sido fiel e passado 8 meses provando que era fiel e fazendo tudo pra manter um relacionamento e agora ver ele igual 1 cachorro por outra que só pela “misericórdia de Deus”.
– E apesar de ver tudo, eu não consigo odiá-lo. 3 meses se passaram e apesar de sumir da vida dele, eu ainda sinto e muito..

Francisca Gonçalv!es · 19 de julho de 2016 às 14:33

Os textos da Sarah são ótimos, continue assim. Linda vc escolheu a pessoa certa para te ajudar com o blog. Obrigada por vcs duas existirem.

    Adrienne · 19 de julho de 2016 às 17:36

    Minha nossa senhora da bicicletinha! Quanta mulherada chata! Se conseguem ser mala com a Sarah, imagine só com os homens, kkkkk. Continua escrevendo Sarah Oliver!

Amandinha · 19 de julho de 2016 às 14:36

Meu aniversário é nessa semana,e meu ex quer me oferecer um jantar, e me entregar um presente. O que fazer? Aceitar ou não?
obs: Na ultima vez que nos vimos ele disse que me procuraria para isso, ja que no dele eu dei presente e saimos para comemorar.

Beijos, obrigada

    Sarah Oliver · 21 de julho de 2016 às 16:45

    Amandinha
    Aceite, tudo que é bom vale a pena. Só que na leveza sempre.
    Sara Oliver

márcia · 11 de agosto de 2016 às 10:42

Sarah, fiz tudo errado. Ele terminou comigo depois de 5 anos de relacionamento, alegando que não me amava mais. Mesmo assim continuamos ficando, só que há 2 meses ele já está saindo com outra e não queria que eu soubesse. Entrei em desespero quando soube, fiz várias perguntas, pirei de verdade, procurando-o quase todos os dias implorando por atenção. E ele sempre me respondia e se mostrava preocupado em perder minha amizade. Ontem cometi mais um erro e disse que iria me afastar, pois a situação estava me fazendo mal. Ele disse que era o melhor a se fazer por enquanto e que desejava tudo de bom pra mim e que qualquer coisa eu poderia procurá-lo. Dói demais saber q não significo mais nada pra ele, mas estou decidida a não mais ir atrás. Mas no fundo ainda tenho esperanças de ele vir me procurar, apesar de já estar com outra. O que vc acha da minha situação?

    Sarah Oliver · 11 de agosto de 2016 às 17:17

    Márcia
    Seu erro já digo: ficar com o cara mesmo depois que ele disse que não te ama. Se o cara falou isso para você que seja no calor das emoções, pode saber, ele não falou isso da boca para fora. Ele sentiu isso naquele momento. Mas ao invés de você ficar na sua, achou que cedendo iria traze-lo de volta. E você sabe que isso não funcionou.
    Não seja a outra, não aceite pouco. Se afaste já que você deu a sua palavra que o faria. Se ele volta? Depende muito do que você vai fazer por você para se melhorar.
    Pare de pensar no cara, isso atrapalha no sentido de você seguir em frente e focar em você.
    Ele está com outra, vivendo, e você?
    Se acha.
    Sara Oliver

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

Dicas de Relacionamento

A sua insegurança dá a ele a certeza da sua paixão!

Siga nos no YouTube e veja nosso conteúdo! >>https://www.youtube.com/c/fazerhomemvalorizar Quer coisa mais chata que uma mulher que vive com insegurança, cheia de ciúmes, desconfiando da própria sombra? Isso para o homem é terrível, só que Leia mais…

Dicas de Relacionamento

Aplicativo de Relacionamentos (Tinder) é confiável?

Siga nos no YouTube e veja nosso conteúdo! >>https://www.youtube.com/c/fazerhomemvalorizar Será que devemos depositar nossas fichas nesse aplicativo para encontrar alguém disposto a ter um relacionamento sério?… Esse post complementa o que eu quero dizer nesse Leia mais…

Dicas de Relacionamento

Entenda porque seu namorado sempre termina com você!

Siga nos no YouTube e veja nosso conteúdo! >>https://www.youtube.com/c/fazerhomemvalorizar Você não pode fazer mais nada que ele já quer logo terminar com você… você vive com medo de perder essa criatura e desde então se Leia mais…