Ah, nessa correria minha, precisava arrumar um tempinho que seja para enviar algo. E eis que estou aqui, para esse propósito.

Você que tem dúvidas se vale a pena investir, reconquistar, conquistar, assumir algo com alguém. Vou mandar o real para vocês, num tom desafiador e por que não exigindo de todas vocês um questionamento:

Ele vale a pena mesmo ou posso deixar ele e partir para outro?

Interesse já aviso e único. Bateu o olho e pronto. Homem já ligou a você.

Eu falo dos homens, eles são visuais, olham bunda, peitos, pernas, etc…

Olham tudo menos sentimentos.

Eles são assim, e não é você que vai mudar isso.

Tem homens que verificam isso mais além, mas no primeiro contato é pele, atração, química.

Se você descobriu isso está na hora de verbalizar isso no que você quer.

Homem age pelo lado racional, mulher emocional, coisas lindas e fofas.

Eles são brutos, querem controle e procuram ter sempre o poder das situações.

Aí vem o grande entrave.

Se um cara estava te namorando e depois terminou porque disse que não estava do jeito que ele queria, ele está apenas te dizendo: você deixou de ser aquela pessoa que eu admirava.

Ponto. Poxa Sara, ele não me ama? Como ele pode ser assim, gostar no início e depois terminar e ainda jogar isso como se eu fosse à culpada?

Minhas caras, eles fazem isso, porque cansaram da situação, eles querem ver algo diferente, o faro deles de caçadores, está tinindo para procurar alguém que os instiguem. E você deixou de ser isso.

Você pode dizer: mas eu faço tudo por ele, sempre estou presente.

Eh, exatamente aí que você errou, fez muito, esteve muito disponível. Você simplesmente perdeu o encanto, a coisa envolvente e diferente que era no início.

Neste ponto tenho que abrir uma fala: quando seu namorado te diz que você está chata, e que pressiona, e que antes você não mostrou que era assim, e com o passar do tempo você começou a mudar seu comportamento.

Ou seja, ele não quer você assim. Você não é obrigada a mudar, mas ele não é obrigado a ficar do seu lado.

Via de duas mãos. Sem reclamações.

O que quero dizer unicamente é:

Não aja no início com uma intenção se você não terá como manter isso depois. Ele vai entender que você usou isso para conquistar e agora que tem ele, voltou a ser a que sempre foi.

Ou seja, você o enganou.

E ele quer fugir de você, porque você é uma farsa.

Ou vocês acham que se você é ciumenta, pegajosa, carente, você só ficou depois que o conheceu?

Não adianta. Você já tinha esses desvios de conduta, essa personalidade.

E com o tempo, esqueceu e começou a ser você.

Para que ele não fuja depois de alguns meses e te deixe, aprendam:

Não tentem esconder sua personalidade, seus desvios, seus defeitos e mascará-los para assim conseguir seu intento, que é ter alguém do seu lado.

Porque isso irá virar contra você num futuro próximo.

Continuarei essa pauta em outro post…

Peço avaliarem desde já…

Sara Oliver

 

 


20 Comments

Ale · 5 de maio de 2016 at 19:49

Oi, Sarah. Meu comentário não foi respondido no post anterior, então vou tentar uma resposta aqui. Terminei por religiao, ele me ofendeu porque sou de uma diferente da dele, ele é evangelico e nao estava entendendo meu lado, me senti ofendida e percebi que ele nao sabe lidar com isso. Mas o amo ainda, já faz 3 semanas que acabou, há 10 dias conversamos de novo e esclarecemos tudo, ele se arrependeu de dizer o que disse, que falou o que nao devia e que eu era a melhor namorada que ele teve. Disse que estava fazendo as coisas do jeito dele e nao de Deus, ele se arrependeu mesmo, senti isso, chorou muito, deu a enteder que queria voltar, mas eu nao quis assim mesmo, nao por raiva, mas porque sei que esse motivo vai sempre estar entre a gente, agora ele disse que vai ser mais fiel a igreja dele, ter mais compromisso e acredito que isso vai influenciar mais ainda o relacionamente se a gente voltasse. Terminamos sem brigar e choramos muito mesmo, e que a culpa foi dele e tal. Depois disso nao nos falamos mais. Neste ultimo fim de semana ele tirou todas nossas fotos do face dele, fiquei triste, nao sei o que isso significa, acabei tirando ontem as nossas tbm, nao sei se fiz certo, nao vou voltar e correr atras dele, sou muito orgulhosa, nem sei se quero fazer isso na verdade. Gosto dele, sinto falta dele, estou vivendo minha vida super bem, estou num novo emprego, fazendo academia, estudando e voltando as velhas amizades, mas me sinto muito só ainda e sem saber como ele está. Fico pensando se ele gosta de mim mesmo, se nao me esqueceu já e nem se importa mais. Ele é meio orgulhoso, nem é de correr atras também, mas quando um homem nos ama ele nao vem atras? Ainda mais que nem brigamos? Estou aflita pensando no que ele sente agora depois de quase um mes longe de mim. Ele foi um bom namorado, nao me proibia de nada, tinha os hobbies dele e eu os meus, me tratava bem e tudo mal, mas tinhamos esse problema. Me deem um conselho, por favor. Nao sei o que faço, me sinto tao só, as amizades já nao sao como antigamente e eu me sinto mal de ficar convidando amigos pra sair toda hora, parece que estou desesperada em fazer isso. Enfim, o que devo fazer? Se ele me ama virá atras de mim? mesmo com esse problema de religiao?

    Sarah Oliver · 6 de maio de 2016 at 16:38

    Ale
    Eu já disse aqui algumas vezes: religião não se discute. E religião também separa.Infelizmente não é todo mundo que consegue lidar com isso de uma forma menos dura e severa.
    Sem preconceitos e dogmas. E isso como percebi no seu depoimento acabou com o relacionamento de vocês. Serei franca: se nenhum dos dois abaixar a guarda, ou tentar resolver isso como pessoas adultas sem discriminar o outro. Esse relacionamento não continuará. Ele não virá atrás se ele determinou sua fé. E nada do que você faça pode mudar isso dele. Tem pessoas que não desvinculam disso por nada. Acreditam que estão fazendo o que é da vontade de Deus. E isso Ale não se questiona. Apenas respeita.
    Antes de adentrar qualquer relacionamento sempre e bom verificarmos essas particularidades que são pontos exclusivos para iniciar um relacionamento e também para se ter um fim.Percebi que você é ciente das suas situações. Que isso é um ponto que os afasta mesmo sendo um namoro em sua totalidade excelente.
    Espero mesmo que vocês dois consigam chegar a uma luz disso, mas não se desespere, tem vezes e só uma barreira para que Deus possa usar de vocês. Ou tem vezes é algo novo que está a frente e essa porta precisa ser fechada.
    Acredite nisso. Espere sempre o melhor.
    Sara Oliver

Gabi · 5 de maio de 2016 at 20:10

Meu marido sai do trabalho pra beber com os amigos e não me avisa. Ele sai as 18h mas chega em casa 20:30h, 21h. Ele só me dá satisfação qnd mando mensagem perguntando dele.
Poxa o que custa em avisar que vai demorar. Acontece com frequência. De 3 a 4x por semana. Eu sei onde ele fica com os amigos e de fato ele não faz nada demais além de sentar e jogar conversa fora cm os amigos do trabalho. Mas quero que ele me respeite e dê ao menos uma satisfação se vai demorar, pra onde vai e etc, afinal, somos casados. Eu nunca surtei. Tento agir da maneira mais fria possível. Já conversei com ele. Disse que não me importo de ele ir desde que me avise, ele concorda e fala que vai avisar, mas não muda. É sempre a mesma coisa. Fico com tanta raiva, qnd ele chega eu não falo nada, finjo que não percebi, aí ele já vai logo se desculpando, me adulando, me abraçando, dizendo que não queria demorar tanto mas que a conversa flui e se empolga com os colegas e não vê o tempo passar. Aí eu digo que o problema é ele não avisar… Porém ele sempre tem uma desculpa, que a bateria acabou ou que ia ser rapidinho…
E agora como agir pra ele ter a postura que quero?
Queria que ele diminuísse essas idas nesse quiosque. Fosse umas 2x… E que qnd fosse me avisasse.
Eu tento agir conforme as dicas que vejo aqui. Engulo meu surto psicótico e conto até 10. Não brigo, não faço escândalo, converso da maneira mais breve possível e logo mudo de assunto. Mas não tá resolvendo. O que faço?

    Linda Cristina · 5 de maio de 2016 at 20:13

    -Gabi,

    Faça como ele, saia com as amigas, diga que em duas horas estará, mas chegue em três…

    Bjs

    Marina · 6 de maio de 2016 at 04:38

    Gabi, vá pela Linda! Comigo funcionou demais. Fora que você sai, se diverte e não fica em função do retorno dele. A linda fala muito que a gente precisa focar na gente, na nossa vida e isso pra mim foi uma grande virada. Porque quando você se concentra em si, o foco deixa de ser ele. Também sou casada e acho que o diálogo é super importante, mas se você já falou e ele continuou fazendo, é hora de partir pra ação! Sem raiva, sem mágoas, sem passar na cara. Te desejo boa sorte de coração!

Patricia Santana · 5 de maio de 2016 at 22:49

O jogo vira .
Basta você mudar sua estratégia.
Namorei por 3 anos e 4 meses , fomos muito felizes , mas também passei por poucas e boas .
Sempre muito presente , disponível a ajudar , fazia praticamente papel de mãe .
E quantas vezes ele não me deu valor , não valorizou meus esforços , me fazia chorar muito . Era assim , bom e ruim , mas se eu fosse pesar numa balança, as coisas ruins prevaleciam .
Eu Fazia de tudo até a vida dele eu salvei , coisa de louco né ?
Mas é que sou muito intensa , e quebro a cara , mas não desisto . Fui além dos meus limites , até que um dia ele pisou na bola e eu dei um basta . PONTO FINAL .
GENTE , sofri igual mala “véia” mas ME AMEI PRIMEIRO , me valorizei , vi a garota esforçada e inteligente que eu sou , peguei meu coração e coloquei no topo de uma ” montanha ” , e olha , o que tinha de gente querendo escalar essa montanha . rsrsrsrs
Tá aí o segredo ,SE AME INCONDICIONALMENTE , descubra quem você é , se valorize , a partir daí , vc não permitirá que NINGUEM ,pise em voce ou te faça sofrer .
Hoje , ele corre atrás , eu mudei de cidade , não por causa dele. Mas por que me formei , ele é bloqueado em tudo , ele vive me mandando email, nunca respondi , depois do , ADEUS. Que dei . Hoje ele se arrepende , mas hoje é tarde demais .
Faz 5 meses , dizer que não doi , que não me lembro , dizer que a ferida está 100%. Não , não está . se cutucar dói , mas eu tomei minha decisão , e não volto atrás . foi meu primeiro namorado , dos 18 aos 21 anos . E foi um grande aprendizado em minha vida .
SE AME EM PRIMEIRO LUGAR .

Desiludida · 6 de maio de 2016 at 00:18

Como muitas aqui, sofri muito na mão do meu ex. Fui ao fundo do poço, não sei como consegui me reerguer depois de tanta humilhação. Tenho uma filha de 4 anos e há eu separada há 3 anos. Hoje, tenho total consciência do meu valor, sou uma mulher totalmente diferente do que eu era, nem sei como eu pude deixar um homem acabar comigo. Voltei para minha cidade natal, voltei a me amar. Sou bonita, tenho um bom emprego e uma ótima família. E tem vários caras que querem ficar comigo e até mesmo casar. Apesar de tudo, ainda ficou um pavor dentro de mim, um medo aterrorizante de que outro homem seja igual meu ex. Fiquei com o coração duro. Morro de vontade de ter um namorado mas o pavor é maior, por mim e por minha filha. Não aceito sair com ninguém, ou se aceito, é uma vez só. Será que os homens não tem salvação?

    Sarah Oliver · 6 de maio de 2016 at 16:24

    Desiludida
    Eu também fiquei neste estágio de descrença e falta de fé absoluta. Mas sabe qual foi a parte esplêndida nisso tudo? Quando descobri que tudo seria diferente se eu mudasse meus conceitos. Se eu me tornasse um novo ser. E logicamente entendi que o problema não seria os homens, o problema era eu. Um ser que aceitou pouco, que se desvalorizou em detrimento de outro alguém. E depois acabei ficando com as migalhas, e total melancolia e sofrimento.
    Não se torture. Se abre aos poucos, se permita ir em buscas de respostas. Elas sempre chegam, basta você saber esperar e estar preparada.
    Evoluir exige força e fé. E por que não dizer: coragem.
    Tenha e siga.
    Sara Oliver

liz · 6 de maio de 2016 at 07:39

Ok meninas, bom diaaaa!!! Hj nao eh de mim q quero falar e sim comentar um comentario. Quero primeiro enfatizar q acompanho esse blog ha mt tempo e conheço bem a linha de raciocinio tanto da Linda como da Sara. Por isso venho nessa manha deixar um recado. APESAR DO SEU DIREITO DE LIVRE EXPRESSAO, NAO EH LEGAL FAZER COMPARAÇOES. Desculpem, mas eh falta e de etica e se tivessem absorvido mesmo o q a Linda ensinava, nao seriam tao infantis. Ela sempre falava de maturidade e isso n se usa so com namorados e ex nao. Tb se usa na hora de ser gentil, com alguem q tem lido e respondido com paciencia e carinho o monte de coisas chatas q a gente joga aqui. Me desculpem mesmo, mas tb tenho direito de me expressar e vou dizer q o q vcs sentem nao eh falta da linda e sim do afeto q ja tinham por ela. So n esqueçam q n podemos ouvir sempre aquilo q faz bem ao nosso ego, as vezes, precisamos da verdade. Vcs so.querem ouvir q a frase q vai.massagear a dor.de vcs: “ELE VAI VOLTAR”, e estao expondo a opiniao desagradavel de vcs sobre a Sarah pq ela fala a vdd e nao eh a vdd q desejam. Por favor, sejam mais observadoras e n leiam so o q interessa a vcs. Vcs vao descobrir q a Sarah fala com experiencia,q responde com textos enormes aos testamentos q deixamos aqui. Ela n enche linguiça e mt provavelmente trab pq so responde ao q deixamos num determinado horario da tarde. Quero dizer, q td q lemos aqui eh escrito com intuito de crescimento, por isso meu recado hj eh esse, se querem ser amadas e respeitadas, começem amando e respeitando tb a quem gasta tempo mostrando q se importa com vc. Isso ai meninas!! Peço perdao se fui rude, mas foi com carinho. Bjjs a todas, obg a Sarah e a Linda.

    Lila · 6 de maio de 2016 at 13:02

    Concordo plenamente com vc! Assino em baixo.

Meire · 6 de maio de 2016 at 09:32

Adorei o texto. Sara e Linda, o blog de vocês tem super me ajudado. Para resumir hoje estou na atual situação: Namoro a quase um ano! Eu sempre tive as rédeas da minha vida (trabalho, estudo, amigos, diversão, planos…mas como ele não gostava de nada do que eu fazia fui me anulando. Hoje estou no resgate da minha das rédeas da minha vida de novo! Ser e EU e pronto. Não é fácil mas estou sentindo pequenos avanços. Mas não sei se realmente vale pena continuar um relacionamento onde tudo o que faço está errado… ou não o agrada! Na ultima vez ele me disse que iria mudar, mas aos poucos ele vai voltando a ser e ter as mesmas opiniões. Não existe confiança da parte para comigo e quanto mais eu tento mostrar o contrario pior a situação se torna. Mas detalhe a vida segue… trabalho…amigos (as)…diversão. A coisa tomou uma proporção enorme! Me vejo no fundo poço.E agora que a ficha caiu! Estou tentando recuperar minha auto estima! Que está devastada… Gostaria de sugerir até esse tema para uma pauta de vocês…como posso resgata-la… por que hoje me olho no espelho e não me reconheço nem internamente muito menos externamente. Espero em breve deixar meu depoimento de que consegui virar a mesa.

    Sarah Oliver · 6 de maio de 2016 at 16:20

    Meire
    Vamos fazer sim, obrigada pela sugestão.Mas garanto a você, esse processo todo cessa, e quando isso não for mais dores e sofrimento, você verá o quanto amadureceu. Confie.
    Buscando inspiração em 3.2.1 kkk
    Sara Oliver

      Meire · 6 de maio de 2016 at 16:46

      kkkkk…Sim verdade…agora esse processo depende de mim! Obrigada Sara… estarei buscando inspiração em 3.2.1!

Vida · 6 de maio de 2016 at 10:56

Sara…

Você é sensacional… Adoro seu jeito de pensar!

Por que ser prática é sinônimo de valorização…

Ve · 6 de maio de 2016 at 11:52

Uuau, gostei!

Ve · 6 de maio de 2016 at 11:59

Há 5 anos atrás tive um flerte que não deu certo, mas chegamos ao sexo. Depois desse tempo, ficamos nos falando como colegas distantes, porém desde janeiro ele começou a se interessar valendo, ficamos amigos, há 3 semanas começamos a ficar, só saímos juntos, programa e casal e tudo e ainda sem sexo, ele me pediu várias vezes, eu disse não etc. Só que anteontem eu quis, e fizemos. Não sei se é neura, mas sinto q ele n está interessado como antes. Me mandava mensagem de 5 em 5 minutos e agora é menos. Sei láaaaaa, será que foi golpe dele?

    Sarah Oliver · 6 de maio de 2016 at 16:18

    Ve
    Se você ler o post que fiz recente irá ter sua resposta.
    Dê um olhadinha, e depois dê seu parecer.
    Sara Oliver

Paty · 6 de maio de 2016 at 14:47

Sarah e Linda quero muito agradecer vcs por terem feito esse blog me ajudou e muito quando eu mais precisei, vcs são os anjos de Deus aqui na terra, que Deus abencoe muito vocês, hoje e sempre. Entrei por acaso aqui a uns seis meses atrás e olha depois q li os posts aqui me abriram os olhos com os homens, com nós mesmo tbm. Muito obrigadoooo

Juju · 8 de maio de 2016 at 16:57

Sara, essa questão de ser ciumenta, eu acho q também tem muito a ver com a segurança que o cara te passa. Estou no meu segundo relacionamento longo e no primeiro ele me passava muita segurança e eu nunca desconfiava dele ou morria de ciúmes. Quando terminamos que descobri traições, mas eu confiava nele pela forma como agia comigo. Já no meu relacionamento atual, eu estou ficando muito ciumenta Pq ele não me passa essa segurança. Fica curtindo foto de outras mulheres e eu já estou ficando paranóica com isso e perdendo a confiança. Ou seja, acho que a forma que o cara age influência muito também em como será o relacionamento.
A propósito, o que fazer no caso de namorado que fica curtindo foto de outras mulheres?

    Sarah Oliver · 9 de maio de 2016 at 11:05

    Juju
    Exatamente, a forma como o cara tem de atitudes, simplesmente condensa toda essa paranoia do ciúme. Porque passa insegurança e gera instabilidades, desconforto.
    Antes de você partir propriamente para o ciúme tem que firmar que ele não faz parte de você. Mesmo ele te dando motivos, você não pode gerar toda esse pavor de existir outra, dele te deixar, porque não temos posse, não podemos controlar todo tempo o que o outro faz ou provoca. Mas podemos controlar o que sentimos, e a forma como reagimos a tal situação.Tente trabalhar com isso. Funciona.
    Não pode claro. Isso é falta de respeito, quando se tem isso generalizado e você ver essa atitude se repetindo constantemente está mais do que na hora de você colocar as coisas no seu devido lugar.
    Converse, explique.
    Sara Oliver

E aí, o que acha? Comente!