Siga nos no YouTube e veja nosso conteúdo! >>https://www.youtube.com/c/fazerhomemvalorizar

É exatamente o que você leu, que boazinha que nada, eles querem a carrasca… Agora deixe-me explicar o que seria isso rs

A mulher carrasca não é aquela fria, que não fala o que sente, não demonstra suas vontades, pelo contrário.

Ela é carinhosa demais > Quando ele merece, e quando ELE a trata assim também!

Ela é misteriosa sim > Seu parceiro sempre acha que ela está aprontando alguma, pois sempre quando ele chega, ela está sorridente, sempre alegre e feliz com seus projetos.

Ela não aceita migalhas de forma alguma > Obviamente ela sabe que merece somente o melhor, e o que for diferente disso pra ela não serve.

A vontade dela é que prevalece sempre em primeiro lugar > Ele pode até querer, mas vale mesmo é a vontade dela.

Seu parceiro a admira por seu princípios, afinal uma mulher especial é recheada deles e não abre mão disso por NADA NEM NINGUÉM!

Ela tem princípio de fidelidade, honestidade, autenticidade, e fascina à todos com isso, principalmente o boy, porque ele pensa: “Onde vou arrumar uma mulher assim?”, e permanece lhe valorizando.

Você quer dar a volta por cima no seu relacionamento? então saia desse personagem de boazinha que você foi se meter e que está te trazendo só problemas, essa não é você!

A verdadeira você, possui vontades próprias, que estão sendo reclusas para manter esse papel, mas será que vale mesmo pagar esse preço? “Eu acho que não, e já que também pouco me importa se eu tenho ou não um homem do lado, eu prefiro ficar do meu lado e ver no que é que dá!” (assim ela pensa).

Será que eu de alguma forma te fiz refletir ou vou ter que ser mais específica?

Siga-me nas redes sociais

9 Comentários

Lana · 9 de fevereiro de 2017 às 16:34

Perfeito Linda, aprendi a ser assim graças a vc, vc não imagina o qt eu evolui e posso perceber a diferença no tratamento dos homens, hj estou namorando um cara que eu conheço há 8 anos e que sempre me enrolava e era frio e egoísta, hj nem parece o mesmo, fala em casamento e até em filhos…Kkkk..Antes disso passei um ano sozinha e mto feliz cmg mesma… obrigada por tudo…Vc mudou a minha vida…

    Linda Cristina · 9 de fevereiro de 2017 às 17:11

    Lana,

    Me sinto realizada ao ler essas coisas! Obrigada você ;D

    Bjs

Tamires · 9 de fevereiro de 2017 às 17:23

Preciso muito da ajuda de vocês, estou muito mal, meu namorado terminou comigo pela segunda vez por conta de um processo, que ele tem q dar 40 mil pra mulher do acidente. Enfim ele anda transtornado, falou q tá sem cabeça, sendo que eu sempre apoiando ele, não entendo gente, nos preparando coisa do casamento, antes dele terminar no mesmo dia falando do casamento, de noite se transformou em uma briga e terminou. Eu fui burra, fui atras umas três vezes, ele falando Tamires não to bem, com os dramas dele, me disse que estava indo de casa pro trabalho e disse que u podia ficar sonegada que ele não ia ativar o face dele e não ia ficar de role. E eu essa bosta, super mal. Estou em abstinência dele mesmo, e o que parece faz dois dias que sumi, não mandei mensagem nem nada, sumi. O que vcs acham que devo fazer? Estou super mal, uma tristeza me sentindo enganada

    Sara Oliver · 10 de fevereiro de 2017 às 08:40

    Tamires
    Olha só, já conheço seu caso e vou ser drástica agora com você: Quando um homem está com um problema como esse de processo ele não tem cabeça para mais nada. Ele esquece casamento, família, amigos tudo, absolutamente TUDO! HOMEM NÃO É COMO MULHER QUE CONSEGUE FAZER VÁRIAS COISAS AO MESMO TEMPO. Ele não precisa de ajuda, de você do lado, ele precisa ficar sozinho. Se você ama esse homem mesmo, você tem que ficar afastada, saber que agora sua presença não o ajuda, porque você só sabe cobrar e exigir que ele lhe dê atenção. Quem ama respeita o espaço do outro e não fica colocando suas prioridades na frente do problema do outro. Se você ama mesmo, irá entender o que estou dizendo e parar de querer resolver as coisas do seu jeito.
    A prioridade dele agora é resolver o processo e a sua é do casamento,bate? Não.
    Seja compreensiva, porque as coisas se ajeitam no final, mas para isso você precisa entender a situação de outra forma.
    Nem tudo é como você planeja. Aceite os empecilhos da vida como aprendizado.
    Sara Oliver

      Tamires · 10 de fevereiro de 2017 às 12:20

      Sara obrigado pelo conselho, eu estava mesmo sendo uma egoista. Ele quase entrando em depressão e eu cobrando ele. Acabamos de voltar, vamos conversar pessoalmente amanhã de noite, ele disse que está muito mal, não consegue nem sair do quarto direito, e eu como vc disse tenho que ter paciência se eu o amo, e esperar ele voltar ao normal, vou ser mais compreensiva. O que vc me aconselha a fazer nesse tempo? Em como agir? Estou pensando em focar mais em mim, nos meus estudos, e no carro que estou juntando dinheiro para comprar. Espero que de tudo certo, depois te dou notícias

        Sara Oliver · 12 de fevereiro de 2017 às 17:16

        Tamires
        Mas tenho uma coisa para te dizer: não é porque reconheceu que agora tem que passar a mão na cabeça dele todo tempo. Saiba a hora de falar e se calar entendeu? Porque tem vezes as mulheres aceitam a verdade, mas depois começam a se anular na relação só porque o outro está com problemas.
        Estou deixando bem claro para que você pegue isso. Ele está com problemas sim, você entendeu isso. Mas não deixe que ele use isso para manipular as coisas.
        Tem homens que usam isso, para se promover em cima do outro.Tudo nessa vida passa, e claro a fase negra vai passar também. Você pode chegar até ele e dizer: entendo sua fase, vou respeitar seu momento, mas quando tudo se resolver, espero que você possa retomar nossa relação. Estarei aqui caso precise.
        Evite de ficar toda hora, dando palavras de incentivos. Apenas o ouça. Não tente resolver o problema dele. Se ele te procurar você o escute, mas não fique bancando a mãezona. E foque em você, no que me disse que quer fazer. Enquanto ele resolve as coisas dele, você faça o mesmo.
        Quando ele esfriar a cabeça verá você diferente, cuidando de você e percebendo que não tem medo de perder ele.
        Sara Oliver

Lotus · 9 de fevereiro de 2017 às 20:17

São histórias como essa que me mostram que eh possível mudar e ser feliz.

Carla · 9 de fevereiro de 2017 às 20:38

Vamos lá…
Primeiramente venho parabenizar o site. Preciso de um conselho.
Namoro a 5 anos e 7 meses desde o começo do relacionamento enfrento o mesmo problema. Meu namorado mora com os pais e na casa deles moram 3 primas de 2º grau 1 conhecida da família e outra afilhada ( que não é da família) todas na faixa de 24 anos menos essa afilhada que tem 18 anos. Quando eu cheguei na família as primas já existiam as outras uma chegou a 2 meses e a de 18 anos há 1 semana. Estou todos os finais de semanas na casa dos pais do meu namorado e toda vez que chega alguma parente nova pra morar na casa dele eu tenho ataque de ciúmes mesmo com as que as que já moram na casa antes do meu namoro. Eu trabalho e estudo e meu namorado não trabalha porque a faculdade é integral e não podemos alugar um ap ainda. Sei o meu lugar de nora e não me meto em quem os pais dele coloca dentro de casa, mas solto os cachorros em cima do meu namorado. Porém já chega, mesmo amando muito meu namorado não quero aceitar mais isso. Qual conselho você me daria ? Quais palavras e qual decisão eu devo tomar sem ficar com saia justa com os pais dele? Não consigo controlar o tanto que isso me incomoda.
Aguardo uma palavra amiga.

    Sara Oliver · 10 de fevereiro de 2017 às 08:56

    Carla
    Mulher tu não confia no seu taco? Poxa! Me diz uma coisa: Seu namorado é culpado pelos pais deixarem parentes, amigos se instalarem? Ele mora lá, não trabalha, e você acha que ele tem que mudar radicalmente sua vida, só porque você não aceita esse tipo de situação? Vamos lá, vamos botar as coisas nos lugares: você é namorada, mas se comporta como a incompreensiva na relação. Tem que ser do seu jeito não é mesmo? Minha dona, vou te dizer: esse tipo de comportamento é altamente tóxico, você acha que o mundo gira ao seu redor? Claro que não. Se você gosta do seu namorado e confia plenamente nele, não vai ficar dando ataques de ciúmes. A grande resposta aí é porque você tem essas crises? Porque você acha errado? Porque você acha que está correta agindo assim? Se colocar no lugar do outro já ajuda em muito você avaliar melhor e de uma outra forma a relação de vocês.
    O tempo todo na sua narração é nítido que você só pensa no seu próprio umbigo e relacionamento nenhum dá certo usando este método.
    Será que pode refletir sobre isso?
    Sara Oliver

E aí, o que acha? Comente!