Não sou a favor de dica de autoajuda, métodos, explicações e formas de como se relacionar.

Eu creio veemente que você é o que você é. Ponto.

Não adianta você seguir padrões, normas, aprender a se portar, não ser vulgar, parecer frágil. Não adianta.

Se você não for aquilo que você nasceu com ele na sua essência.

O verdadeiro é sempre mais precioso. Quando você aprende que não adianta você agradar o próximo, não adianta você querer ser diferente para ser aceita. Quem faz isso se boicota, se nega.

Se todas as mudanças que você fez, se todos os caprichos doados, fossem garantias de um amor eterno, não teríamos tanta gente separada.

Isso não é garantia de nada.

Estamos num mundo onde as mulheres adotam regras, meios nem tão eficazes de serem aceitas, que resta aos homens apenas escolherem se você é a pessoa certa ou não.

Homem não tem trabalho, homem não fica tentando mudar.

Ele não se importa se está gordo ou magro, se é alto ou baixo.

Ele apenas vai pelo seu instinto de ser ele mesmo.

Enquanto nos mulheres, gastamos horas no salão, nos maquiamos, vestimos a nossa melhor roupa para tentar impressionar.

Nada contra quem faz isso.

Mas vejo tantas superficialidades nas atitudes femininas, enquanto do outro lado masculino eu vejo tanta liberdade de expressão.

Essa é a questão. O ponto chave da discussão.

Nós seremos aceitos ou não por diversos motivos, mas que isso não nos prive do direito de sermos únicas.

Seres exclusivos.

Se o seu namorado ou ex não te aceitou como você é. Deixo o ir. A inegável questão é que temos esse poder de estarmos bem com nós mesmo, independente de quem nos deixou.

Faça o que te dá vontade. Não se reprima.

Você está cansada de ser maltratada, fale. Exponha seus pontos.

Aprenda a dizer, a querer ser feliz.

Você não quer mais ele te ignorando, fale. Mas fale com propriedade, aprenda a ser firme nas horas corretas.

Não existe segredo para um relacionamento ser duradouro. Porque tem o outro que pode querer ou não o nosso jeito peculiar.

Basta apenas você se aceitar como veio ao mundo.

Esse é o começo de você vislumbrar relacionamentos saudáveis e duradouros.

 

Texto por Sara Oliver

consulte fácil

Escrito por

Linda Cristina

Coaching de Relacionamentos, Autoestima e Valorização Pessoal