Enquanto o mundo parou para você eu vim aqui para lembrar e te fazer repensar seus valores como: amor próprio, valorização, cuidar de si, pensar em seu bem estar. Mas antes de fazer isso, que tal, você voltar um pouquinho no que te fez viver neste modo automático, sem vida e sem brilho?

Já sei que ele foi embora , te deixou, está com outra, etc. Mas como você era antes dele entrar na sua vida? Como ser humano, suas amizades, o que você fazia?

Ele entrou na sua vida e você pensou: agora eu tenho um namorado, agora eu estou com alguém que poderá se tornar um namorado, ou estou casada, resumindo: não estou encalhada! Agora ninguém vai me apontar o dedo e dizer que vou ficar para titia, que vou morrer solteirona, ou eu sigo os padrões clássicos da sociedade que prega que mulher solteira não é bem vista.

Mas sabe depois de um tempo, eu sei que você percebeu que não estava como você almejou, você percebeu que o cara tinha defeitos: mentiras, traições, sumiam, te deixava sozinha, te ignorava, era grosso, rude, perverso, te humilhava e menosprezava etc. Que aconteceu?

Não foi você! O cara só mostrou o que você ignorou desde o início. Aprendam desde agora o ser humano pode fingir por um tempo, mas nunca para sempre. A essência dele vai ser mostrada uma hora ou outra, ele vai mostrar sua índole, e geralmente quando se tem paixão, ficamos cegas e amor não usa óculos, tira essa ideia da cabeça.

Construir um relacionamento ninguém diz que é fácil, é seres completamente diferentes, tentando unir ideias e casar compatibilidades. Agora você quer um mar de rosas o tempo todo?

Uma hora ele vai chocar com suas ideias, vai reprovar seus argumentos e atitudes, vai virar a cara, vai achar que fez péssimo” negócio”, que é uma louca insana e dizer: Onde eu fui me meter? Aí o cara repensa, fica racional, se afasta, e acha que você não é a pessoa para ele. Isso acontece o tempo todo em vários relacionamentos. Agora a minha pergunta crucial para vocês é: se o cara vai ter esse acesso de querer jogar tudo para o ralo a qualquer momento, porque você vai ficar preocupada?

Casamento pela lei divina foi feito para durar eternamente até que a morte os separe, mas agora e se ele decidiu ir embora? Se ele decidiu que iria viver de forma compulsória e sem responsabilidades no relacionamento? E se ele decidiu nem que seja momentaneamente que não iria se importar? O que você poderá fazer para mudar essa decisão do outro vivendo e morando junto?

Se você já falou, conversou e  expôs e  não surtiu efeito. E sinal que é hora de dizer chega, parei e não vou mais me importar com isso.

Mulheres com anos de casamento, depois de muito tempo conseguiram sair da redoma de vidro e respirar e os companheiros simplesmente ficaram parados e perguntando freneticamente cadê a mulher que vivia me cobrando, precisando do meu carinho e atenção? Entendi que quando damos ausência, o outro vai perceber.

E isso serve para o namoro em si como que seja para uma paquera. Ficar se importando, se anulando,  para agradar primeiro a ele  e não a sua pessoa, teremos em poucos meses um cara aproveitador e um namoro e paquera arruinados. Vivemos com o medo de dizer não, de dizer não quero isso, não aceito isso. O não virou um mito proibido no que tange aos relacionamentos principalmente.

Tem pessoas que acham que prego o orgulho, e ser egoísta no sentido de não se importar com o outro, na verdade o meu conceito claro é que se existe dois, deve se ter uma reciprocidade compartilhada não unilateral. Você tem medo que ele vá embora, problema é seu! Ele vai do mesmo jeito, agindo de forma desordenada e inconsequente valorizando o outro mais que a si mesma, o resultado será inevitável: FIM.

Quando não é o trágico não que te quero mais, será ele se aproveitando da sua generosidade mórbida, da sua loucura sem percepção de nada, da sua covardia diante de tomar as rédeas da sua vida. Abandone os conceitos de faço tudo por ele, e reinventa o me amo mais que tudo.

Você quer ser amada e respeitada, porque você não começa por você antes de tudo?

Quer correr atrás, que vá! Quer insistir, e com você! Acha e se engana que existe amor? Não tem. Se tivesse estaria lutando do seu lado. São cenas óbvias, mas que muitas teimam em não ver.

O sábio conselheiro que se chama tempo, no exato momento oportuno irá te mostrar que seus meses de choro e desalento foram propícios e programados. Tudo se finda um dia, mesmo a mais terrível dor. Quem determina isso e a sua pessoa. Não tem ninguém nessa parada com você.

Não existe o melhor despertar de um homem quando ele reconhece o ser que ele deixou de forma trágica e covarde vivendo na sua maior amplitude. Você exterioriza isso que o outro não tem como não sentir sua aura iluminada.

Agora se você quer um cara do seu lado, apenas se aproveitando da sua fraqueza, sugando as poucas energias que te resta, e destroçando em pedaços o seu pobre coração continue fazendo tudo igual, sendo o que vem sendo há dias, meses ou anos.

Não estou aqui dizendo para que vocês abandonarem seus namorados, maridos, ficante que não tem se comportado como deveriam, mas apenas entender que o outro só vai perceber a sua real importância quando você se priorizar primeiro antes de qualquer coisa.

Se ele foi embora, foi uma opção dele, tudo se reestrutura e se afirma novamente, demore o tempo que for dois anos como foi comigo, três meses, ou sei lá uma semana. O que importa no final e você e a sua decisão de seguir em frente mesmo com as pernas cansadas e o corpo abatido.

Supere sempre!

Sara Oliver