Siga nos no YouTube e veja nosso conteúdo! >>https://www.youtube.com/c/fazerhomemvalorizar

Ficamos perdidas quando o outro nos deixa sem avisar.

Resta apenas para nós mulheres, chorarem, arrumarem um jeito de sair da tristeza, do sofrimento. A gente pede conselho para amiga, para todo mundo, tenta de alguma forma certa ou errada, sair do buraco que estamos. Mas diante de qualquer sofrimento e do término existente poucas, eu disse poucas conseguem enxergar a realidade nítida na frente.

O problema nosso, eu digo nosso porque já passei por isso também. Foram meses lutando contra tudo, deixando as queixas de lado, tentando ser direta e focando no problema. Por um tempo estagnamos, paramos a nossa vida para tentar entender o motivo que fez com que o outro nos deixou. Culpamos-nos, nos sentimos vitimas das circunstâncias. E abdicamos de nossa própria vida para entender o outro, porque ele foi embora.

Não basta o sofrimento em si, a rejeição, lutamos contra o fim.

Tudo se torna mais pesado, doloroso, quando insistimos em nos apegar naquilo ou em qualquer sobra que não altera nada, que não contribui em nada para sairmos do processo de separação.

Não adianta eu dizer: pode acreditar, pode confiar, pode esperar esse cara porque ele te ama, e ele vai cair em si e voltar para você.

Estaria mentindo, ocultando um fato que está estampado e claro para todo mundo ver.

Apenas você tenta acreditar. Quem disse que é fácil aceitar que o outro não nos valorizou que ele se importa mais com o próprio umbigo do que com o relacionamento, com anos de convivência que tiveram.

De que adianta os filhos, anos de namoro, casamento, se a insensatez do moço não respeitou nada.

Ando pelo mundo ouvindo as dores de muitas mulheres, alguns anos, eu estava lá também.

Ouço-as buscando se reconciliar com os próprios sentimentos, que estão embriagados de dores e traumas.

Vejo-as vivendo um dia com o sorriso no rosto e no outro, tentando se livrar das migalhas que esses seres insensíveis acham que são o suficiente.

Não tem regra, não tem tópico, não tem livro de autoajuda que resolva, não tem solução o bastante forte e coerente que faça você sair, se você não parar de se iludir.

Está aplicado a várias mulheres, que até se tornam incrédulas de tantas dores, e humilhações. Que reconhecem no cara que as deixou a única salvação para sua vida sofrida.

Se ele não voltar não tem sentido. Muitas continuam o processo de perda por meses, anos, e porque não se enganando, se iludindo. O cara já foi, curtiu, vive, tem outra, volta quando quer, fala quando pode. Tudo ele é o centro das atenções da sua vida. Você parou por ele.

Você vive, mas é só uma mensagem, é só um oi morno que tudo cai e desmorona.

Se você passou 2 semanas sem contato, você está se melhorando aos poucos. Mas ele aparece.

Parece que ele sente seu ânimo voltando, sua vontade de viver se fazendo presente. Começa todo o processo de dúvidas novamente.

O seu estado de espírito, está lá, leve igual uma pluma, ele emite o que você sente por dentro.

E como um processo de obsessão você não sai.

Você ouve, lê uma palavra de conforto, mas logo pela amanhã você acredita nas fantasias. Você vislumbra coisas onde não tem, onde se quer existem. Tudo para tentar afagar seu ego, que nessas horas está doente e cansado.

Você vive nos vestígios, nos rastros do que ele faz. Você respira as migalhas, se nutre do pouco que ele te deixou.

Você sabe onde ele esteve, o que fez, com quem esteve, busca na família e amigos saber da vida dele. Isso para quê? Para tentar sobreviver, diante da distância, diante do fato que ele não se importa mais com você. Você está tentando se salvar procurando alternativas desesperadas.

Tudo é motivo para aflorar em você uma chama de esperança, de credulidade, de motivos que mostrem que ele talvez tenha sentimentos por sua pessoa. Você tenta acreditar, mas isso um dia irá ficar claro. Você verá o óbvio.

Não se engane, e eu não quero que você continue nesse processo de boicote. Onde prefere não enxergar a realidade.

Não dê mais desculpas, não procure por respostas que estão presentes a muito tempo.

Esqueça, eu disse esqueçam que o cara volta enquanto esse processo de perda não ser refeito. Quanto mais você se nega, procura desviar seus olhos do real, mas o processo se tornará doloroso.

Você me disse que hoje está bem, ontem ele foi para balada, postou foto da felicidade dele estampado no Facebook. Isso te chateou, mas passa.

Até quando qualquer coisa mínima que ele faça irá te deixar chateada, magoada?

Sinto as dores de cada uma, como se fossem minhas.

E isso não é demagogia.

Mas elas cessam. Um dia elas cessam. Ela só precisa que você pare de achar que regras, listas de apoio moral, etiquetas de comportamento e tudo mais que vocês consideram importantes na sua vida depois do término seja o seu ponto de equilíbrio e te influenciem a criar esperanças e enxergar sentimentos onde não existem nem respeito. Você precisa abrir seus olhos, encarar a realidade de frente. Não adianta ficar mascarando, tentando persuadir a você mesma para que a vida te prove, e as palavras te indiquem que vale a pena ficar e esperar por ele.

Esse poder ninguém tem, essa autonomia e deliberada exclusivamente para você, quando você quiser, e quando optar por fazer diferente.

Encare a realidade de frente, ele não é uma boa amiga nessas horas quando estamos acompanhadas de dores e sofrimento. Mas ela será primordial para que você saia e enxergue coisas boas em um futuro próximo.

Permita-se.

Texto por Sara Oliver

Siga-me nas redes sociais
Categorias: Valorização

Linda Cristina

Sempre tive esse ímpeto de dar conselhos, e por incrível que pareça, eles sempre funcionaram… Óbvio que sou humana e já aprendi muito em meus relacionamentos, mas eu tenho esse instinto e simplesmente AMO o que faço!
Por mais mulheres empoderadas e mais valorização!!!

19 Comentários

Jaqueline · 6 de Abril de 2016 às 08:57

Perfeito texto…consegue colocar em palavras como a ilusão acaba com as mulheres…que já estão perdidas e arrasadas, com a auto estima abaixo de zero, porque é claro como sol que as mulheres sempre conseguem chegar ao fundo do poço na humilhação e destruição de si mesma, no fim das relações, enquanto buscam desesperadamente recuperar o que já esta perdido a muito tempo, buscando compensar todo esforço e dedicação sem limites com que viveram a relação. Se perderam, deram demais, até se esvaziarem de si mesmas e não sobrar nada mais…nem o parceiro quis mais aquele ser sem alma que restou. Por isso, nunca devemos doar demais nas relações…amar só se for primeiro a si…e depois quando estiver tudo calmo e em paz dentro de si teremos o que dar ao outro…quando valorizamos o que temos de mais precioso dentro de nós é que teremos isso de alguém…Parabéns pelo texto…tenho certeza que falou à alma de muitas mulheres..quem não entendeu..um dia entende…

Quel · 6 de Abril de 2016 às 10:58

Bom dia Sarah, confesso que quando vi que o texto foi escrito por voce, fiquei meio desconfiada…mas quando terminei de ler..nossa. Parabens de verdade!! é isso mesmo!! o fato é que muitas (assim como eu ja estive) se apegam ao fato de que: ” Quando ele ver voce vivendo sua vida, ele volta” Meu deussss… Beleza, o cara pode até cair na real e voltar…mas enquanto a gente pensar assim nao estaremos vivendo de verdade, e aí iremos nos frustar cada vez mais com a “nao volta deles”. Vamos viver de verdade né, pra nós, por nós..e de verdade…falando pelo menos por mim ” Dane-se eles” desculpe a expressao rs.. bjosss Sarah, parabéns!!

    Sarah Oliver · 7 de Abril de 2016 às 11:48

    Quel
    Não fique desconfiada. Eu me configuro como doida, mas não tem nada de doido, tentar ajudar muitas mulheres. E minha vivência, o que já aprendi nesta minha vida.
    Eu quero muitas mulheres entendendo, se amando e valorizando. Isso para mim é o mais importante.
    Se aporte e nos visite sempre.
    Atenciosamente
    Sara Oliver

lele · 6 de Abril de 2016 às 11:01

Olá..adorei o texto!!!..mas acho que deveria ter dicas de como sair dessa fossa. Pois na real sabemos que não devemos entrar em contato, que não devemos olhar as redes socias, que temos que focar em outras coisas…
Mas como podemos fazer isso? Como fazemos isso?
exemplo: O que pensar se tu trabalha o dia inteiro na frente de um pc.. e quando te dar uma crise.. como não entrar no perfil dele!?
Como não se importar que ele está bem e nós não??
Como conseguir não pegar o telefone e ligar?
Uma hora estamos bem..mas do nada caímos (eu por exemplo)
Como seguir em uma crescente?
Como sermos racionais?
Pq quando estamos assim..queremos eles de volta..

Se puderem, pfv coloquem COMO fazemos!

bjoss..o blog é ótimo!

    Sarah Oliver · 7 de Abril de 2016 às 11:50

    Lele
    Obrigada! Faremos. Aguarde que faremos.
    Atenciosamente
    Sara Oliver

Leticia · 6 de Abril de 2016 às 11:12

Meu Deus, Sara você deve estar sabendo da minha vida… por que pra falar tudo isso só pode rsrsrs Infelizmente não é só eu que estou passando exatamente por tudo isso ai. Meus ciumes e insegurança fizeram ele me deixar =/ Mas ele tem culpa também. Estou na fase de tentar aceitar.. e é uma dor insuportável.

    Sarah Oliver · 7 de Abril de 2016 às 11:52

    Letícia
    Aprenda a se importar com você. Primeiro passo.
    Atenciosamente
    Sara Oliver

Livia · 6 de Abril de 2016 às 11:32

Saraaa, estou ficando cm um rapaz a um bom tempo, só que nada muito frequente.. Em uma conversa cm ele que surgiu naturalmente ele disse que pra ele namorar só se estiver MT apaixonado… Como eu faço pra ele me levar a sério e querer firmar um compromisso? Beijos

    Sarah Oliver · 7 de Abril de 2016 às 11:53

    Livia
    Que cara abusado. Ainda impõem. Se afaste simples. Não dê tanta importância a ele.
    Atenciosamente
    Sara Oliver

Cristiane · 6 de Abril de 2016 às 12:48

Sara, este texto foi pra mim hoje!
Obrigada

Iza · 6 de Abril de 2016 às 14:34

Sara,

Preciso confessar que, no começo achei vc meio doida com aquela história de ex voltar, mas seus texto estão incríveis. Parabéns ????

lia · 6 de Abril de 2016 às 16:01

Sara gostaria de uma ajuda sua,estou ficando com um homem a 5 meses,nos vemos duas vezez por semana.so q ex namorada dele esta gravida e ela nao sabe se ele e o pai,a crianca nasce em junho.tenho medo q ele seja o pai,e me deixe pra asumir ela e o filho.apesar q ele me diz q tem quase 100% de certeza q nao e dele.o q faco pra acabar esse medo e deixa lo cada vez mais apaixonado?

    Sarah Oliver · 7 de Abril de 2016 às 11:55

    Lia
    Não cobre ele, e tenha paciência até a criança nascer.
    Se policie.
    Atenciosamente
    Sara Oliver

Ola · 6 de Abril de 2016 às 19:35

Sarocaa, eu gosteiii do texto, porem achei ele muitooooo dramatico!

Gostei mto do texto do top list da valorizaçao.. aquele foi seu melhor texto pq nao teve drama e foi MTOOOO instrutivo

julia · 6 de Abril de 2016 às 21:37

Sarah, conheci um homem e fiquei com ele durante 05 meses (não moramos na mesma cidade, mas ele foi me ver pelo menos 1 vez por mês, e é longe), nas ultimas semanas, ele ficou meio estranho, eu estava insegura perguntei pra ele o que ele sentia por mim, na hora ele disse que ainda estávamos nos conhecendo mas que ficávamos serio, ao decorrer da semana, ele ficou seco, apesar de me dar bom dia e boa noite e conversar todos os dias pelo whats, ele nao estava conversando como no começo, estava demorando a me responder, não me chamava mais de linda, nem me mandava emoticons carinhosos. Passado uma semana, perguntei o que estava acontecendo que ele ficou esquisito, e e ele disse que pensou sobre a minha pergunta e que achava que eu queria namorar, que a ultima coisa que ele quer agora e namorar, esta preocupado com o trabalho. Terminei com ele. estou bem triste, e com esperança de que ele venha atras.
nessas ultimas mensagens, ele disse que era isso que estava acontecendo e que por ele continuávamos a ficar, então eu terminei, e ele disse apenas que tudo bem, que se eu precisasse de qualquer coisa podia procura-lo (achei bem estranho esse final) me diz o que acha ?

    Sarah Oliver · 7 de Abril de 2016 às 11:57

    Julia
    Não o procure, ele não está no mesmo timing que você. E neste ponto sumir e se afastar é a melhor pedida.
    Quanto achar estranho a frase dele. Só quis dizer que se você quiser curtir sem compromisso ele estará disponível.
    Obvio que você não vai procurar o dito cujo.
    Atenciosamente
    Sara Oliver

    Mocinha · 9 de Abril de 2016 às 12:48

    A última msg n tem nada de estranho amiga… Ele apenas disse que caso vc mude de ideia, ele está a disposiçao. Simples! Suma! Suma! Suma! Se ele te procurar, responda as vezes… De forma amigavel e deixe transparecer q está bem.

Andre · 7 de Abril de 2016 às 00:17

?????????? texto ótimo! Nada de se alimentar de migalhas!

Lilica · 7 de Abril de 2016 às 01:40

Parabéns Sara. Texto perfeeeeeeeito! Bjos

E aí, o que acha? Comente!