A descoberta do ano!

Mulher sofre à toa!

Sim, e não venha me dizer que não é verdade, pois é sim! Quantas vezes você já chorou por alguém e percebeu num belo dia, que chorou à toa, que deixou de comer, de dormir, à toa, deixou de viver à toa… quantas vezes hein?

Sabe o que acontece? Nossa mente se acostuma a um determinado tipo de pensamento, tipo, o pensamento de que você é menos, de que você é uma merda, de que não merece ser amada, e isso tudo, por causa das concessões que você andou fazendo durante todo o relacionamento que você tinha. Você se acostuma a uma vidinha medíocre, e acha que se você largar aquele cara que não está a tratando da maneira como merece, que você será infeliz pra sempre…

E aí vai lá pro fundo do poço. Umas tem inteligência o suficiente, e saem logo de lá, e outras ficam amargando por meses, algumas até anos, e essa segunda mulher, eu nem sei explicar o porque faz isso. Porém num belo dia, percebe que ela já não sente mais aquele aperto no peito, ela se sente mais leve, mais tranquila, mais feliz, e cai na real e diz: “Puts, eu estava sofrendo por nada…”

E sabe porque? porque não vale a pena, digo de coração, a vida é tão maravilhosa, que HOJE, eu aprendi a gostar até das coisas que aparentemente eu achava um desastre. Porque é justamente nos “desastres” que a vida nos mostra o que há de melhor, e o que merecemos de melhor.

Então a minha dica pra você é: Seja inteligente, aja pela inteligência. Olhe pelo lado positivo, e mude os pensamentos sobre si mesma. Eu vou bater na tecla, sim, até vocês perceberem que o que vale mesmo é o nosso bem estar. Homens vão e vem, e se você souber se colocar na posição de merecedora do melhor, só os melhores homens se aproximarão de você!

O que você achava que te feria, na realidade só te fortalece. A maioria de nosso “sofrimento” na realidade é tudo drama, tudo vício em pensamentos negativos. Mude seu pensamentooooooooo, e mude a sua vida!

 

se de valorok livro desvendando o mistério compre agora

Escrito por

Linda Cristina

Coaching de Relacionamentos, Autoestima e Valorização Pessoal