A única regra é existir respeito.

Porque se tanto o homem quanto a mulher tem o respeito pelo outro existirá uma cumplicidade de ambos para o bem da relação.

Com respeito, ambos não vão tentar mudar um ao outro;

Com respeito ninguém vai ficar controlando o outro por medo de perder;

Com respeito você vai aprender a dar liberdade na relação, porque confia no seu parceiro (a);

Com respeito você não vai se anular na relação, e nem aceitar falta de consideração;

Quando você se respeita você respeita o outro, aceita que todo mundo tem sua personalidade, defeitos, objetivos de vida, que podem muito bem serem diferentes dos seus.

Com respeito você não quer que o outro faça de tudo na relação por você, porque você já sabe que isso deve ser responsabilidade dos dois, e que se ajudando mutuamente tudo ficará mais fácil e melhor.

Com respeito existe diálogo, comunicação, interação e uma intimidade que nos dias de hoje está escassa ou para dizer quase rara. Agora tenta não se ter respeito para ver no que vai dar?

A falta de respeito abre espaço para as traições;

A falta de respeito deixa o ciúme, posse, brigas entrar;

A falta de respeito se tem afastamento do casal, não tem comunicação e muito menos diálogo.

E com a falta de respeito não existe importância, e nem consideração e força de vontade para manter ou consertar a vida conjugal.

Quando existe respeito acima de tudo, ninguém vai ficar fazendo da sua vida uma roda gigante cheia de altos e baixos, ou brincando com os sentimentos seus. Burlando o respeito o que fica comprovado é que não existe nada. Absolutamente nada.

E quando digo nada é porque não existe AMOR.

Ao invés de existir regras nos relacionamentos como não faça isso, não transe com o cara na primeira vez, não ligue muito, não fique muito disponível, porque assim você vai passar que é fácil e carente. Seguindo regras que não te ajudam em nada porque só quem está dentro sabe onde o calo aperta, que tal você se respeitar e respeitar o seu semelhante?

Isso sim seria o ideal, é a máxima que todo mundo que quer ter alguém do lado deveria aprender a ter e pouco existe nas relações.

Respeite a si, não aceite que ninguém grite com você, que te humilhe, que tire sarro do que você sente, que tripudie da sua conduta, de como você se porta e como age. Respeite o que você é, e dane-se se alguém te olha torto, se as pessoas te recriminam.

Porque se você não se respeitar, vai achar que todo mundo age com falta de respeito com você. Já falei aqui uns dias desses, você é o que reflete para o próximo. Portanto comece a apagar as regras, o essencial é você ter respeito por você, o resto vem!

 

Sara Oliver

Siga-me nas redes sociais

14 Comentários

Luana · 11 de novembro de 2016 às 20:11

Amo suas dicas Sara. Todos os dias eu venho aqui pra ler seus posts… mas tenho que confessar… quando está tudo tão bem não sei o que acontece mas piso na bola.. demostro ciúmes e fico insegura! Sabe de uma hora pra outra..sei lá.. já coloquei até culpa na TPM rsrsrs.. mas não sei o que acontece. Nós trabalhamos juntos o que fica mas difícil pra mim. As vezes nem trabalho direito só olhando pra ele.. não sei o que aconteceu comigo! Eu o amo mas eu não era assim.. por favor me fala como devo agir..principalmente no trabalho.. nos já estamos juntos 4 anos e ele tem planos comigo de casar e etc.. mas tenho medo de estragar tudo ? bjus Sara e Linda

    Sarah Oliver · 14 de novembro de 2016 às 08:28

    Luana
    Medo, medo é medo. Esse é o problema relativo que acontece na maioria dos relacionamentos. Eu perdi esse medo quando entendi que ninguém é meu, eu não tenho posse sobre o outro, sobre as circunstâncias eventuais que podem me ocorrer. A partir disso parei de ficar fazendo perguntas do tipo: porque ele sumiu, porque não me procurou, será que fiz algo errado? Porque dúvidas deste gênero não funcionam e não ajudam em nada. Só nos deixam mais aflitas e inseguras, e com a névoa cinzenta de incertezas pairando sobre nossas mentes. Racional não existem, e sim o emocional totalmente descontrolado e sem destino. Geralmente o medo vem em conjunto com a falta de autonomia e também com a carência e insegurança. Um belo dia você está bem, no outro se sente um nada, porque você ainda não descobriu que precisa olhar para você primeiro antes de ficar toda preocupada com um ser que tem a vida própria dele e faz dela o que bem entender. Indiferente a tudo, até do seu sofrimento.
    Pare apenas de querer segurar tudo, saber tudo, responder a tudo. As respostas sempre aparecem quando você sabe que não pode controlar tudo. Acalma-se e procure se interiorizar. As respostas virão.
    Sara Oliver

Cindy · 11 de novembro de 2016 às 21:16

Perfeito Sara… acredito na frase que diz: “Não faça com os outros o que não quer que façam com você” e por crer e agir assim, estou passando por maus bocados… mas o que estou passando a me atentar é que devo ME respeitar primeiro, e não aceitar que façam comigo o que não considero bom e que não faria com o outro.

    Sarah Oliver · 14 de novembro de 2016 às 08:30

    Cindy
    E quem disse que fazer a coisa certa e uma caminho tranquilo? Olhar para esse frase e usa-la é para os fortes e quem procura colocar isso na vida, tem um caminho de início que aparenta que é só dor e tristeza mas a recompensa vem lá na frente. E só ter paciência que logo tudo se tornará mais límpido e sereno.
    Questão de tempo apenas.
    Sara Oliver

Lica · 12 de novembro de 2016 às 09:15

SARA e LINDA,

Vocês são Demais.
Recentemente pus um ponto final numa relacao de cinco anos.
Hoje faz um mês e meio e ele nunca me procurou para conversar.
Todo ano terminava comigo e eu passava meses correndo atrás dele e voltávamos.
Ele me excluiu do contato com a família.
Nunca postava nada sobre nós nas redes sociais.
Dizia me amar.
O sexo era raro. Vivia me dando presentes, era ausente mas cobtinuava dizendo que me amava.
Este ano após ser tratada friamente em datas especiais como aniversário e aniversário de namoro e após um mês de afastamento dele, terminei por mensagem já que não me atendeu.
A resposta foi…é difícil te perder e sumiu.
Eu disse que seu comportamento e palavras eram incoerentes.
Ele não respondeu e continua pagando Netflix pra mim…O que me deixa em parafusos.
No início do ano me disse ter atracao por homens também. Apesar de ter ficado chocada, aceitei e entendi como uma particularidade.
O que me dói é que hoje sinto que não fui ninguém na vida dele.
Tenho vontade de bloquear das redes sociais r cancelar Netflix…mas não sei se isso me fará sentir melhor.
Estou perdida com meus sentimentos mas não fui mais atrás.
Obrigada.

    Sarah Oliver · 14 de novembro de 2016 às 08:50

    Lica
    Porque ele te paga Netflix te deixa em parafusos? Qual é? Racionaliza mulher! Sério. Está na hora de você deixar os sentimentos de lado e parar de ver coisa bonita onde não existe nada. O cara sumiu, e te paga Netflix, deve ser porque tem consciência das merdas que fez com você, e isso é um consolo que ele usa para te manter ali.Tipo: olha me importo com você, porque isso continuo pagando. Acorda! Eu não estou aqui para te ver sonhando e iludida. Estou aqui para te mostrar a realidade. Vire-se e olhe para ela bem de frente e pare de ficar remontando coisas que não te agregam. Já é hora de você despertar. O que não é seu, não é seu, o que é seu é seu. Então partindo disso, pegue o que é seu, é o que não for deixe ir com tudo. Ah, sabe porque você não corta o Netflix porque é a única fumacinha que ainda existe de contato com ele. E estou aqui me perguntando: Isso é o suficiente? Isso te basta? Consolo do Netflix porque o cara continua pagando? Eh por aí já se vê que você ainda não entendeu aquela máxima que sempre falamos aqui: você precisa se bastar. Porque quando você conseguir colocar isso e entender, e sei que vai e tudo no seu tempo, Netflix já era!
    Sara Oliver

      Lica · 14 de novembro de 2016 às 18:35

      Vc está certa.
      Obrigada Sara
      Lica

Amanda · 12 de novembro de 2016 às 15:42

Já faz 3 dias que não falo com meu namorado e nem vejo ele, pois dormimos todos os dias juntos.. não teve discussão, so ficou um clima estranho, e tá insuportável a saudades e os pensamentos do que ele tá fazendo e vai fazer nesse fds.. não sei mais o que fazer, pois não fui atras de falar com ele..

    Sarah Oliver · 14 de novembro de 2016 às 08:56

    Amanda
    Porque ir? Porque não ir? Eis a questão. Pense: o cara pode estar com os mais variados tipos de problemas, porque você irá procurar o mesmo se ele não o fez? Você não sabe o que está acontecendo, então espere uma semana que seja e veja se ele irá te procurar, se não o fizer, entre em contato e sem cobranças porque ele sumiu,ou passando desespero pelo sumiço dele. Nem use a velha frase você sumiu. Quer ser sutil e serena: oi fulano(ou algo carinhoso que você o tratava), e diga: Passando para saber como você está, e espero que esteja tudo bem, precisando é só me chamar estou por aqui. Se despeça sem nada de dengos ou dramas. E veja se ele irá te responder, não o fez, não o chame mais, é só um aviso para deixa-lo ciente que você se preocupa, não fez nada, não o procure mais. A sua parte tu já fez, agora deixa a bomba para ele resolver.
    Sara Oliver

BS · 13 de novembro de 2016 às 19:28

Olá…
Estou passando uma situação um pouco complicada. Bem, a questão é que de uns tempos pra cá ando vendo meu namorado muito pouco, ele sempre vem com a desculpa que tem que estudar. Por exemplo, vejo ele todo sábado a noite e geralmente fico o domingo com ele, porem ele tem passado a me buscar mais tarde no sábado falando que tem que estudar. Feriado também tem que estudar, e alguns domingos a noite também. E eu estou achando isso tudo muito estranho, eu não brigo nem cobro dele ficar comigo, mas eu guardar isso pra mim esta me fazendo mal, eu fico muito angustiada e acaba que não ajo naturalmente com ele, provavelmente qualquer pessoa que me ver vai notar que estou insegura ou coisa do tipo.
Estou pensando em esperar passar essa época de provas e ver se realmente ele esta assim por causa dos estudos ou se tem algum outro motivo.
Eu não sei como agir, porque eu não reclamo nem cobro, mas eu também não fico bem comigo mesma, fico abatida e triste. O que devo fazer? Realmente deixar pra lá e não me importar? ou devo cobrar ele sobre isso?

Preciso ser mais segura de mim, sinto que me abalo muito fácil. Preciso ser mais forte, pra ele notar que eu não estou brincando e nem por conta dele, mas é inevitável, quando fico chateada com algo eu mudo completamente, fico extremamente calada e fechada.
Na minha cabeça no relacionamento a pessoa tem que fazer o possível e o impossível pra conseguir esta com a outra sempre que puder, não sei se é o correto a se pensar, mas é o que eu espero pra mim.

    Sarah Oliver · 14 de novembro de 2016 às 09:05

    BS
    A pessoa não tem que fazer o possível é o impossível BS, ela tem que fazer o que quiser, não o que você acha certo. Dê liberdade para o outro agir conforme acha correto, até porque não tem como você mudar isso. Não é de sua responsabilidade resolver. Quando você coloca suas vontades na frente do querer da outra pessoa, você não a está respeitando e muito menos, sendo uma pessoa tranquila, ou seja, age com posse. E quem age com posse, se acha a dona da verdade.
    E posse é pessoa insegura, que não confia no seu taco, que tem medo que qualquer afastamento significa perca, ou que o cara tenha outra. Gera desconfianças, brigas, ciúmes.
    Percebeu como o estrago já está tomando conta? Mude seu modo de pensar, nunca é tarde para despertar para algo melhor, sem prisões ou a mente fechada para os relacionamentos.
    Quanto ao seu namorado que está estudando demais, ele pode estar fazendo isso mesmo, até porque é fácil você descobrir, é só verificar se ele sai, ou se fica em casa.
    Primeiro homem quando foca em prioridades, ele não consegue fazer duas coisas ao mesmo tempo, ele foca só em uma. Dá um tempo para o cara. Você sabe que esta em semanas de provas. Neste tempo que você fica aí se torturando que anda fazendo da vida? Tem alguma coisa que você pode fazer no tempo que antes estava com ele, e agora ficou vago?
    Ocupe-se, porque seu namorado está ocupado. Cabeça vazia já sabe, passagem para neuras. Ah, por favor um conselho que te dou: se você busca um cara para estar do seu lado sempre, aprenda a conviver sozinha. Este é o segredo para você não ficar dependente emocional de ninguém.
    Se baste.
    Sara Oliver

Alguém! · 14 de novembro de 2016 às 08:08

Bom dia Sara, adoro este blog!
Sexta sai com um cara que estava algum tempo pedindo, fomos em um barzinho, numa cidade vizinha, conversamos sobre diversos assuntos, não ficamos muito tempo por que choveu muito. Na hora de ir embora, dentro do carro ele me agarrou, me beijou loucamente (algo que eu também queria) e simplesmente ficou louco de tesão e eu me deixando levar pelo momento, mas com a idéia na cabeça que se fossemos para um motel, óbvio que ia dar merda, por que iria sumir depois, quando o homem quer isso de cara e de fato têm, ele não tem por que continuar a investir nessa “conquista”, falei que não queria e depois de muito sacrifício, consegui que ele me levasse embora.
Porém, na hora que estávamos perto de casa, eu decidi que queria ficar com ele e apertei o botão do “foda-se”, por que penso da seguinte maneira, já que estava quase fazendo, falando sacanagem, vamos terminar de uma vez por todas, não vou passar vontade e acabamos na casa dele. Logo, me deixou em casa!
No dia seguinte não recebi nenhuma mensagem dele, NENHUMA!!! Já aconteceu de eu ir pra cama na primeira vez com outras pessoas, mas ao menos recebia, um obrigada pela companhia, me elogiando, marcando outro encontro, mas … que o cara sumiria de uma vez, pra mim, foi um tapa na cara.
Espere o sábado e o domingo inteiro e quando foi ontem a noite eu mandei: Tá vendo como eu tinha razão? (Pq havíamos comentado sobre sexo na primeira noite no barzinho e eu disse que quando se têm isso os homens somem), ele me respondeu: Ué, vc não mandou nenhuma mensagem perguntando se eu havia chego bem em casa!
Fiquei mal, pois claro que errei, me entreguei de primeira, mas não sei a sua opinião, mas por que não recebeu uma mensagem ele não me procuraria mais?
Acho que ele deu uma enrolada ai, tentando me manipular pra que eu corra atrás.
Mas sou bem desapegada sabe, a noite foi top, já que decidi fazer, dei a noite que ele queria, não queria me levar embora de jeito nenhum.
Já descartei qualquer possibilidade de algo sério, pois quando se cai nisso, é difícil o cara querer tb, mas pra mim, ele buscava só sexo e conseguiu. Me dê sua opinião.

    Sarah Oliver · 14 de novembro de 2016 às 09:18

    Alguém
    Dei um sorriso agora lendo seu comentário, porque tu ta muito com expectativas, por isso a frustração. Entendo que normal esse seu pensamento. Mas se você tivesse realmente levado a máxima que o cara só quer sexo e que você quis aproveitar o momento de tesão que existiu entre vocês dois, porque esperar uma ligação?
    Não é porque outros fizeram isso que ele tem que fazer. A sua verdade te traiu agora e o não(não ter enviado nada), soou como fui fácil e fiz merda.
    Minha cara, te dou uma dica: existem homens é homens, e você deve sempre saber que sua atitude pode ser reprovada ou aceito por determinados tipos. Quem garante que esse cara queria só sexo? Só porque ele não te ligou? Quem garante? Não se tem garantias, mas infelizmente a sua pressa te motivou a mandar algo, e ainda como cobrança, que para o ser aí pode ter soado como algo: ela já surtou!
    Quer ir para cama, mas saiba que o cara pode ficar ou vazar, e suas atitudes quando fizer, assuma de boa. Um dia você leva não e as coisas não saem como você gostaria, como um dia você dará esse não e do outro lado alguém está esperando outra reação sua.
    Quer ficar tranquila, de boa e sem neuras? Aprenda que não se leva todo dia, é só uma questão de saber usar uma frase que sempre coloco na minha vida: eu tentei, o não eu já tinha, fui em busca do sim, o que não me ocorreu, bola para frente que atrás vem gente.
    Sacou aí?
    Sara Oliver

julia · 16 de novembro de 2016 às 08:06

Nossa, esse texto descreveu minha relação que terminou.
Ele perdeu o respeito depois de um tempo… por whatsapp ele mandava eu tomar no c* e essas coisas, e ele sempre tratou a mãe dele muito mal e eu me perguntava se um dia ele iria me tratar igual.
Ele terminou tudo por whatsapp a quase três semanas, era um namoro de um ano e pouco, e sim foi um namoro muito bom, éramos muito felizes juntos.
Eu ainda estou triste com o término, na primeira semana sofri, chorei, fiquei muito mal, muito mesmo. Mas fiz como vocês nos aconselham: depois de milhares de tentativas para conversarmos pessoalmente eu simplesmente parei de correr atrás e aí quem veio foi ele. Me viu em uma formatura, e eu mantive a postura, não fiquei com ninguém. No outro dia ele veio me agradecer por ter o respeitado, e eu fui bem ignorante. Ai no outro dia, ele veio de novo, ele veio dizer que fui a melhor namorada dele, que ele não gostou de ter se separado mas que isso não vinha ao caso, apenas agradeci pela linda historia que tivemos.
Ontem o vi em uma ‘festa’, na fila, mas não vi se entrou.
Eu continuo olhando as visualizações dele.. Vejo que sempre vai dormir muito tarde, mas acho que eu estou me recuperando, mesmo sentindo muito a falta dele.
Obrigada pelos textos, vocês me ajudaram muito.

E aí, o que acha? Comente!