A leitora Ale pediu e eu busquei inspiração para fazer, se bem que esse assunto é muito tranquilo para trabalhar justamente porque  assola meio mundo de mulheres.

Conheceu? O cara já deu um chameguinho? Estou amando! Ele é perfeito! Não vivo sem ele! Ele é tudo de bom, queria que ele fosse meu namorado! HAHAHA

São frases fáceis de encontrar no vocabulário das mocinhas de plantão, digo de passagem: CARENTES.

Ah Sara eu não sou carente, eu só me apego, já quero ficar perto, toda hora fico mandando mensagem. Poxa só porque gosto de alguém e me apego fácil não quer dizer que sou carente.

Outras têm argumentos de sobra para não ouvir a palavra carente assolando sua mente, mas não adianta. Mulher carente se apega fácil. Mulher dona de si, dá carinho, é presente, mas não fica toda hora querendo demonstrações de afeto e muito menos exigindo isso do outro.

Vamos entrar em um acordo? Assuma sua carência e depois eu resolvo como tirar a carência da sua vida que seja um pouco. Vamos melhorar isso.

Se você se apega fácil em questão de pouco tempo, e porque você não se sente tão plena e feliz consigo mesma, precisa de outra pessoa para te dar o que você deveria ter sempre:

Autoestima e gostar da sua própria companhia.

Mulher é boa de arrumar desculpas, e eu conheço todas elas, e tem outras que vão dizer: eu gosto sim da minha companhia, faço muita coisa, trabalho, estudo, ou seja, me ocupo, então eu não sou carente. Enquanto você se desdobra para se convencer, eu fico só aqui prestando atenção na sua enorme vontade de dizer ao contrário o que está bem evidente.

Quando as desculpas cessarem e os argumentos se extinguirem, só vai restar você sozinha num espaço e implorando para não ficar só, apenas você e sua consciência.

Primeira coisa para mandar de vez o apego para bem longe da sua vida: assuma que você é carentinha, igual a Ale fez. Você já deu um salto bem grandão para exteriorizar isso da sua vida.

Agora vamos para o segundo passo: lembre-se o cara bonitão e charmoso que você está toda caidinha por ele, e achando que ele é o homem da sua vida, ele pode não estar querendo a mesma coisa que você, e que ele não é responsável para dar a você o que deseja;

Ele pode ser recíproco ou não, mas o problema é todo seu, caso ele não esteja na mesma sintonia que você.

O tal do apego é uma droga viciante, porque você fica ali imaginando que vai dar, fica fazendo planos mirabolantes, já desenhando o castelo perfeito, e do outro lado tem um ser que nem sabe como está seu pensamento, e ainda para piorar você vislumbra tudo isso e no final ainda tem que lidar com a frustração tremenda do castelo estar em ruínas.

Tem o apego para se desvencilhar;

Tem a frustração de engolir a realidade nua e crua;

Tem a expectativa que foi minada e fora todos os seus planos.

Eu tinha essa coisa de apego, eu era a senhora dos planos, eu sofria de ansiedade e expectativa demasiada.

Ferrei-me geral. Quanto mais eu criava o meu sonho, mas fundo o buraco ficava.

Apego é irmã gêmea da carência. Não tem como ter um sem estar ligado ao outro. Nem vem que não tem.

Qual foi o grande estopim para arrumar essa bagunça?

Oi fulano e aí como você está? Tudo bem e vamos conhecendo um ao outro.

Ele fez isso, ele fez aquilo? Não importa, esse cara é o caçador, está na obrigação e responsabilidade de fazer, eu só vou ser recíproca.

Estou aqui esperando ele fazer. Ele não fez? Beleza uai, bora seguindo. Se ele fizer, eu vou dando a devida atenção. E assim você vai funcionando a relação toda de uma forma que não se tem a devida expectativa.

Até hoje eu ainda sofro com isso, engana-se quem acha que eu não tenho que lidar com esse mal.

Esse dia mesmo um carinha me deu toda atenção, conversou comigo, me ligava durante a semana em horário comercial, finais de semana, me levava para o círculo de amigos e em um belo dia, ele disse: vamos sair sábado. Gente, lá vai a Sara ficar ansiosa, sabe passei o dia já arrumando para caso ele me ligasse eu estivesse disponível. E passa as horas nada, e ele sumiu, evaporou. PQP, que merda! Eu pensava!

Tudo bem, na segunda ele me ligou 22 horas, eu estava querendo trucidar ele com os olhos, mas não dava porque era ligação. Mas acho que o matei umas 10x por ele ter me deixado toda ansiosa. Cretino como faz isso comigo? kkkk eu pensei….

Não deu certo, mas a expectativa estava lá. Eu já fui lá e despachei porque ele estava querendo outra coisa comigo, e aí falei: vamos ser amigos, o que você quer não é o mesmo que eu estou buscando.  Vou correr no mesmo grupo que ele, na boa, sem problema algum.

O que quero dizer gente: que a expectativa sempre vai existir, mas você precisa ser o senhor dela, ela não pode te fazer ficar carente.

Tipo: não deu certo, não foi como você queria? Chuta o balde e vida que segue.

Essa é a fronteira segura para você atravessar sem ficar carente. Imagina se eu já tivesse apegada em excesso, já ficaria triste e frustrada por não ter dado certo e ele não servir aos meus propósitos.

Carência gera insistência.

Viu alguém insistindo, correndo atrás? Pode saber carência está ali comandando tudo.

Tenha expectativas, se possível até se programe para tal evento, mas não deixe a carência comandar sua vida. Ela não pode entrar e fazer morada, porque ela vai deixar o apego entrar e fora alguns outros bichinhos feios que não ajuda como: medo de perder, baixa autoestima e falta de valorização.

Sacou como funciona? E assim mulheres.

Você pode imaginar o cara ser o homem da sua vida, que ele beija bem, que ele se encaixa para ser seu namorado, mas não faça disso o alicerce da sua vida.

Existe uma enorme diferença do querer para o realizar.

Sara Oliver