Siga nos no YouTube e veja nosso conteúdo! >>https://www.youtube.com/c/fazerhomemvalorizar

Acho que muitas de vocês sabem que o poder do não é verdadeiro. Nos mulheres temos esse poder nas mãos, mas tenho observado que muitas não sabem utilizá-lo corretamente, e para ser franca, algumas nem sabem o que é esse tal do poder do não. Preocupante.

Tem algumas que usam o poder do não para fazer charme, se fazer de difícil, enrolam o cara, mascaram suas vontades, só para deixar o pretendente correndo atrás;

Outras usam o poder do não, só para provar que pode, e que nenhum cara vai fazer elas de boba, as que desconfiam até da sua própria sombra, tipo de mulheres que já sofreram, e aprenderam com a dor, a agirem desta forma;

E tem as desavisadas, desprovidas de qualquer malícia, que estão absortas no mundinho de conto de fadas, nem se quer sabem do que estou falando. Ou se sabem não dão muito importância para essa ferramenta importantíssima dos relacionamentos que todas nós mulheres temos. Eu disse todas.

Então o que é esse poder do não, que devemos aprender a usar o mais depressa possível?

Deixando as dicas acima de lado, poder do não é você aprender a discernir o certo do errado, o que vale a pena e o que não vale você investir. E você escolher pessoas que tem objetivos em comum, planejamentos no mesmo timing que você.

E você não ignorar os problemas apresentados inicialmente, e você não mascarar os defeitos dos outros, principalmente quando se está conhecendo a pessoa.

Mas na contramão dessa coisa extraordinária vejo muitas moças agindo ao contrário. Dizer não para elas e simplesmente uma tortura sublime. Falar não e deixar o moço ir embora, e perder o cara. Mal sabem elas que você irá perder ele lá na frente por não ter postura de usar o poder do não nos momentos certos.

Poder do não e você dizer comigo não homem comprometido;

Poder do não e você dizer não para o cara que te maltrata; age com falta de respeito; e você não aceitar mentiras, traições repetidas vezes;

Poder do não e você dar chance para o cara uma vez, explicar nos mínimos detalhes que se voltar a acontecer novamente, já era o tal dos felizes para sempre;

E se ele voltar a repetir as mesmas atitudes falhas e incorretas você simplesmente dizer hasta lá vista baby. Entender que somos seres humanos, perceptíveis de erros, mas errar segunda, terceira, quarta, já não é mais erro, e falha grave, punido com cartão vermelho: não serve para estar na minha vida.

Porque as mulheres em suma maioria preferem sofrer caladas, pedir ajudar pra meio mundo de pessoas, chorar, lastimar , e dizer um basta para as cretinices que o cara faz é difícil? Diante da alternativa óbvia e escancarada mais fácil e reclamar, lamentar e ficar em ponto morto.

O certo e não sair da zona de conforto, e não arrumar as coisas.

Algumas dizem que tem medo da reação do dito cujo, neste caso já é assunto para a polícia resolver, se você tem medo do parceiro, e sinal que boa coisa ele não é. E se nessa via você seguir, isso pode tomar proporções terríveis num futuro próximo.

Não se torne refém do medo, ele te deixa imóvel, estática, sem poder de reação. E diante disso você se tranca em um mundinho particular, não se permite. E o cara aproveita de todo esse seu pavor para fazer um estrago maior na tua vida. Diante do medo você não reconhece seu valor, seu papel de ser humano, de alguém que merece o melhor, você se perde e por fim entra em estado depressivo. E tudo porque você ignorou o poder que tem diante dos seus olhos.

E chegado a hora que teremos que encarar nossos medos, porque a vida por si só irá fazer você mudar de frequência, você entenderá que viver desta maneira não te trará felicidade, nem tampouco amor próprio. Liberte-se do medo que te prende. E claro, use o poder do não!

Texto por Sara Oliver, colaboradora do site.


 

Siga-me nas redes sociais

Linda Cristina

Sempre tive esse ímpeto de dar conselhos, e por incrível que pareça, eles sempre funcionaram… Óbvio que sou humana e já aprendi muito em meus relacionamentos, mas eu tenho esse instinto e simplesmente AMO o que faço!
Por mais mulheres empoderadas e mais valorização!!!

27 Comentários

Paula Figueira · 23 de Fevereiro de 2016 às 09:01

Olá leio todos os seus textos e adoro sou seguidora fiel. Mudei me há pouco tempo com o meu namorado e desde que começamos a viver juntos ele cada vez está mais distante e eu cada vez mais reclamona e cobro atenção coisa que detesto e acho uma atitude lamentável da minha parte sinto me mal amada, desconsiderada mas apesar de ter conversado com ele várias vezes nada muda e só brigamos queria ajuda como agir para que ele entenda que ficar todas as noites agarrado ao telemóvel e nunca vai dormir comigo não é atitude de um companheiro. Beijos

    Sarah Oliver · 25 de Fevereiro de 2016 às 11:40

    Paula
    Namorar e uma coisa, morar junto é outra. Duas pessoas diferentes morando no mesmo quadrado. Quando se defini ir morar junto, ambos tem que definir como são, o que você abre mão e vice versa. Chegar em comum acordo. Para você é chato ele ficar no celular e não te dar atenção. E pode ser que para ele isso seja normal. Se as conversas não bastam, tome atitude. Se a condição está ruim para você, e ele simplesmente ignora seus apelos e porque no minimo ele não se importa com o que você sente.
    Se ele não se importa, e não arruma casa, a situação tem que ser definida por você. Ou seja use seu poder de não para dar um basta.
    O que não pode é você ficar numa situação que não agrega.
    Atenciosamente
    Sara Oliver

Nina · 23 de Fevereiro de 2016 às 09:11

Sara Pleaseeeee!! Ja postei em outro post mas nao obtive resposta… Help meeeeeeee .
Estava saindo com uma pessoa há 3 meses, estava tudo ótimo e gostoso, é uma pessoa que me respeita bastante, me apresentou para os seus melhores amigos e namoradas, conversamos sobre muitas coisas e fazemos diversos programas desde barzinho até cinema e sair para jantar, enfim, nao é só sexo e pegacao…tava legal mas falta uma conexão maior entre nós, como se estivessemos travados para maiorea demonstrações de carinho e para se entregar. Recentemente abri isso para ele e falei do meu interesse em ter um relacionamento sério pois estou gostando dele mas só ficar eu não acho legal ele disse que tbm está gostando de mim e que tbm percebe essa distância, que podemos tentar ficar mais próximos e tentar melhorar isso mas que ainda não esta preparado para um namoro e envolver família pois sofreu muito no fim dos seus relacionamentos com isso e que quando nos conhecemos ele não estava procurando uma namorada mas que hoje gosta de mim e me admira mas ainda não está pronto, mas acha que podemos evoluir para algo mais sério e que pode se doar mais e tentar diminuir essa distância toda … depois dessa conversa eu me senti meio mal e incomodada, não com ele, mas pelo fato de estar bastante envolvida e não querer apenas essa relação de se conhecer, falei com ele que tudo isso era muito raso para mim e que achava melhor pararmos de nós ver,ele respondeu me pedindo desculpas e falando que tbm sente essa distância e agradeceu todos os bons momentos que tivemos juntos e que apesar do pouco tempo gosta muito de mim. Até esse ponto estavamos nos conhecendo de uma forma bem legal, eu não demonstrava tanta atenção, saiamos de uma duas vezes na semana, não tinha aquele grude todo nem cobrança de nada,nem sobre realcionamento e sentimentos tínhamos conversado ainda, ele é bem tranquilo e procura sempre fazer coisas p me agradar, me levar noa lugares que gosto e conversar sobre assuntos do meu interesse, ele não é do tipo estrupicio rsrsrsrs…
A questão é a seguinte, eu gosto muito dele e sinto que ele tbm gosta de mim apesar de todos esses bloqueios,não sei se falo com ele, se sumo ou se espero um pouco mais, eu quero estar com ele e me arrependi de ter dado uma de louca precipitada mas agora já dei um ponto final nessa história. O que fazer? Que atitudes devo tomar diante dessa situação?

    Sarah Oliver · 23 de Fevereiro de 2016 às 11:41

    Nina
    Com três meses geralmente a maioria dos homens, ainda não se tem definido o que ele pretende. Ele preferem conhecer, sem levar para uma coisa mais séria. Ou seja você tem duas opções: ou seguir e não esperar. Ou esperar e ver se ele te procura para quem sabe fixar algo mais firme. Não fez errado, você disse o que você sentia, o que tem como objetivo.Geralmente quando o cara fala que já sofreu, tem traumas sempre peço para ficarem atentas. Pois isso pode não ser legal mais pra frente. O mais importante e você não fazer algo para apenas ter ele do seu lado. Se você definiu isso, o que quer e o que não quer, mantenha sua postura. E deixe o tempo organizar.
    O que é seu virá.
    Atenciosamente
    Sara Oliver

Cezar · 23 de Fevereiro de 2016 às 10:17

Excelente Sara!
A mulher que compreender essas palavras e as praticar será uma mulher virtuosa.

    Line · 23 de Fevereiro de 2016 às 14:10

    Super apoio de você fazer posts pra nós aqui no site!!!

    Ter a ” visão masculina ” dos nossos problemas

Denise · 23 de Fevereiro de 2016 às 10:18

Perfeito!!!

Ana · 23 de Fevereiro de 2016 às 13:29

Me ajude, please! Namorei durante 2 anos, ele sempre foi muito atencioso, nunca me deu motivos pra desconfiar dele e tinha uma vida aberta comigo. Eu comecei a me apegar demais a ele e ter um ciumes que eu não conseguia controlar, qualquer coisa era uma ameaça pra mim e com isso começamos a brigar muito e por coisas bestas, ate que um dia ele conversou comigo e falou que se eu não mudasse isso a gente terminaria, eu fui e estraguei uma das festas que ele mais gostava e olhe que ele me levou e eu deveria ter pensado mais em desconfiar que ele faria alguma coisa, com isso ele terminou e disse que não tem mais volta, que está desgastado e não quer mais namorar. Só que nessas 2 semanas que estamos afastados, conversamos bastante e ele me afirmou que gosta de mim e ainda sente desejo, não ficou com ninguém ainda e que sente falta dos nossos momentos, mas que não quer mais namorar porque sabe que eu não mudei. Já nos encontramos 2 vezes e foi maravilhoso, também percebi que ele não mudou o papel de parede do celular que é uma foto nossa e nem tirou as fotos do quarto. Porém , em uma das conversas falei que estava confusa e que tinha medo de continuar ficando com ele sem compromisso e ele conhecer outra e me deixar pra trás, com isso ele se estressou e disse já me falou que não quer voltar a namorar e paramos de nos falar. Não falei mais com ele hoje, o que devo fazer? Tenho medo de dar esse gelo e ele se afastar mais por ser orgulhoso.

    Sarah Oliver · 29 de Fevereiro de 2016 às 10:00

    Ana
    Menina, melhore essa sua confiança e segurança viu? Senão fica difícil de qualquer relacionamento ir para frente com toda essas suas desconfianças.
    Pare, respire. Toda vez que uma relacionamento termina, devemos, eu digo devemos fazer uma levantamento de todas as merdas que cometemos. Ponderar, se fomos autoritárias, mandonas, ciumentas, controladoras.Reconhecer os nossos erros primeiramente.Quando um relacionamento acaba, tem que se ter essa reflexão. Não somos perfeitos. Como você quer retomar uma namoro, se você não se fez esses questionamentos, não tentou se melhorar? Mude de dentro para fora, pois acredite quando essa mudança e verdadeira você joga isso no ar. As pessoas sentem, você reflete essa mudança. Mas tem que começar já.
    O tempo urge.
    Atenciosamente
    Sara Oliver

flor · 23 de Fevereiro de 2016 às 20:52

Boa noite Sarah Oliver
Tem como um homem que te amou e vc desprezou voltar a te amar novamente.
O jogo inverteu e hoje eu amo ele demais. Ele fica seguro de si e me despreza. Estamos a 7 meses separados

    Sarah Oliver · 24 de Fevereiro de 2016 às 16:02

    Flor
    Tem, tem sim. E só você começar a olhar para você, se ele fica de seguro de si, e porque você deu motivos. Basta parar de dar. E como você faz isso? Não priorizando mais ele, não perguntado, chore sozinha, me peça socorro, mas não vá atrás dele.Deixe ele confirmar e ter certeza que você pode cansar, e partir e deixar ele a ver navios.
    Pare de dar segurança para o cara que você está na dele. Ou seja, se priorize.
    Atenciosamente
    Sara Oliver

Moni · 23 de Fevereiro de 2016 às 22:09

Ótimo texto, parabéns

Lara · 24 de Fevereiro de 2016 às 00:55

Oi, Sara! Leio o blog a um tempo, desde que comecei a enfrentar uns problemas com meu namoro. No começo, acredito que como a maioria, eram tudo flores hahaha empre tive a impressao ate mesmo de que ele gostava mais de mim do que o contrário! Mas de um tempo pra cá tudo mudou… Já nao o sinto mais carinhoso, muitas vezes com atitudes que me chateiam e ele se recusa a conversar. Ele é muito independente, nao é de sair com os amigos nem de se abrir com ninguém. Nao sei se o ‘gelo’ funcionaria justamente por ele ser assim, tenho medo de afastá-lo. O que vc acha? Beijos

    Sarah Oliver · 24 de Fevereiro de 2016 às 15:57

    Lara
    Medo não, medo não! Te proíbo. O medo faz você ficar do jeito que está. Se sentindo impotente. Sem poder de reação. Pare com isso já.
    Não importa se o cara é um iceberg, um independente, que é ser oculto, que é difícil de saber o que ele está pensando.Uma coisa é certa: quando você mostrar postura e firmeza do que realmente você quer para a sua vida, você dará duas opções pro homem gelo aí: ou ele sai da sua vida, ou firma com você. Você prefere o cara que firma e arruma a casa, ou o que some após você dizer o que quer para a sua vida?
    Arrume a casa.
    Atenciosamente
    Sara Oliver

marjorie · 24 de Fevereiro de 2016 às 12:08

Sarah, por favor, me ajuda!
Estou saindo com um cara há quatro meses. Somos de cidades diferentes, por isso nos vemos mais ou menos duas vezes por mês. No começo, ele vinha falar comigo e eu ia as vezes falar com ele, era bem leve, sem regras… vi que ele tava mais na pegada de um sexo casual e disse que pra mim não ia rolar, aí ele começou a vir atras, falar comigo todo dia, enfim… continuei ficando com ele e nada evoluiu… mesmo assim, ele se manteve “presente”. Esse mês ele deu uma esfriada, mas quando a gente se vê, ele é muito atencioso, muito fofo e gente boa. às vezes ele fala coisas que eu fico sem entender, tipo… que tem medo do jeito que eu olho, enfim… a questão é que eu não sei o que se passa na cabeça dele. as vezes acho que ele tem medo de se envolver, as vezes acho que ele não quer nada comigo, mas me trata bem, simplesmente por não ser um fdp, eu não sei… o que eu faço? corto de vez? se ele vier conversar, ignoro? me acho meio infantil se ignorar, sabe… mas o fato é que desse jeito, ta me deixando mal… sera que da pra reverter essa situação ou se eu sumir, pra ele simplesmente não vai mudar nada? vai ser uma a menos? to numa fase boa, to estudando, trabalhando, to com a autoestima alta… mas eu gosto dele e queria ele pra mim… (acabei falando isso pra ele… fiz merda, ne…) como mudo isso?

    Sarah Oliver · 24 de Fevereiro de 2016 às 15:49

    Marjorie
    Sabe qual o problema é que você se culpa por declarar. Não faça isso. Você sentiu e falou pronto. Toda vez que as coisas se alteram num relacionamento, sentimos isso. Nossa intuição fala mais alto entende? E você está com medo e dessa alteração. Ou seja tem medo de colocar o gelo no cara e ele sumir da sua vida. Mas te pergunto: e nessa situação que você quer permanecer? Se você já se sente incomodada, e porque não está do jeito que você acha o ideal.
    Expresse, diga para o fulano o que você sente, que não está legal, se ele partir da sua vida, você terá a comprovação que ele não nutria sentimentos pela sua pessoa.
    Não tenha medo. Você quer dúvidas ou resposta dele? Vá em busca disso. Resolva!
    Atenciosamente
    Sara Oliver

Ana · 24 de Fevereiro de 2016 às 16:26

Sara, pleaaaase! Te expliquei ontem a minha situação e já li todos os posts desse site, comecei a colocar em prática e hj seria o segundo dia sem falar. Ele veio me dizer que o amigo me viu no ônibus e eu estava abatida, respondi que era só cansaço e ele perguntou pq cheguei tarde e eu disse que era faculdade, por fim ele me falou que só era isso e eu disse ok. Fiz certo? Tenho medo dele não vim me procurar mais, visto que eu estraguei a relação com meu ciúmes doentio e não tinha motivos.

    Sarah Oliver · 24 de Fevereiro de 2016 às 17:45

    Ana
    Fez certíssima. Mantenha. Geralmente eles vem com esse papo de saber, de se mostrar “interessado” para te testar. Se você vai falar algo, reclamar, pressionar.Entendeu?
    Se ele continuar conversando, vai respondendo. Mas não se mostre apreensiva, seja sempre leve.
    Atenciosamente
    Sara Oliver

Lizzy · 24 de Fevereiro de 2016 às 18:22

Oiiiii, me tira uma dúvida?

to ficando com um rapaz há dois meses, a gnt ainda não dormiu junto, mas a gnt se fala todo dia, saimos sempre e eu ja conheço a familia dele e ta tudo indo bem. Ele quer q eu viaje com ele em julho. Devo me comprometer a ir não sendo namorada? Homem qd faz convite assim ta sendo honesto? obrigada

    Lizzy · 26 de Fevereiro de 2016 às 11:46

    Sarah, me responde, pleeeease!

    Sarah Oliver · 26 de Fevereiro de 2016 às 16:32

    Oi Lizzy
    Moça, o cara já te apresentou para a família, e nem está te pressionando para cama, que mais tu quer de demonstração? E ainda te convidou para ir viajar com ele? Ele já te vê como namorada. Mas por favor né, nada de cobrar. Seja leve. Falta pouco. Ou você queria que ele agisse ao contrário?
    Segura onda. E por favor, estou aqui até de joelhos te pedindo: nada de posse, pressão, exigências.Seja leve igual uma pluma.rsrsrs
    Atenciosamente
    Sara Oliver

Paula Figueira · 24 de Fevereiro de 2016 às 18:50

Olá Sara já enviei o meu comentário mas continua em moderação dá uma atencaozinha para mim sou de Portugal e uma leitora fiel. Me ajude! !

Debora · 24 de Fevereiro de 2016 às 19:05

Sara querida,adorei o texto! Por gentileza me dê uma luz… Voltei com o ex há pouco tempo e ainda não nos vimos pessoalmente,ele não convidou nem demonstrou mt interesse. Ele trabalha a noite e durante o dia ajuda a ex com as crianças. Durante esse período ele não fala cmg alegando estar sem NET, somente a noite no trabalho me manda whats. Depois dessas atitudes dele a minha aparição no APP ficou bem rara,estou na minha. Não fico questionando ele sobre isso, e ele justifica sua ausência como um dia “corrido”. Como agir nessa situação para reverter essa postura dele??

    Sarah Oliver · 26 de Fevereiro de 2016 às 10:58

    Debora
    Você voltou sozinha né? Porque o cara simplesmente não está com você. Você sabe que relacionamento é duas pessoas. Cadê a parte do fulano aí?
    Antes de voltar você sentou, botou as cartas na mesa e disse o que queria e o que não queria neste retorno? Estou percebendo que você continua a cometer os mesmos erros. Não se posiciona, não busca resolver as coisas. Você não pode ficar numa situação desta. Te proíbo. Qual é o papel que você desempenha na vida deste homem “abençoado”?
    Nenhum. Absolutamente nenhum. Agora você vai resolver, urgente. Chame ele para a conversa e deixe de remar sozinha, e outro só encostar. Que reme sozinha, mas sem nenhum cara para atrapalhar.
    Atenciosamente
    Sara Oliver

flor · 25 de Fevereiro de 2016 às 17:51

Sarah, obrigada por me responder. Vou seguir oq vc falou pois mesmo estando separada dele ele me procurou algumas vezes. Acabei cedendo mais percebi que é somente cama e continua do mesmo jeito. Preciso por em pratica o poder do não e me valorizar. Tivemos um relacionamento de 4 anos e meio. Nos separamos quando estava gravida de 4 meses por insegurança e ciúmes, sufocava ele demais.

    Sarah Oliver · 26 de Fevereiro de 2016 às 11:53

    Flor
    E o tal do: para que se contentar com uma se posso ter várias. De graça quem não quer. Não seja disponível para esse marmanjo aproveitador.Corte as asas desse galo no talo. rsrsrs. E cuide de você. E outra nada de se culpar, faz parte do aprendizado. Só não volte a cometer os mesmos erros entendeu?
    A gente supera. Acredite nisso sempre!
    Atenciosamente
    Sara Oliver

Caroline · 25 de Fevereiro de 2016 às 19:11

Me dê uma luz por favor!
Muito obrigada!

E aí, o que acha? Comente!