Acabou o relacionamento e agora só resta chorar, e se lamentar. É geralmente o que mais acontece quando tem um término de relação.

Ao invés de você chorar e ficar aí dando perdido e correndo atrás do boyzinho que te chutou, pensa bem se vale a pena fazer esse sacrifício além do mais que te deixa mal e te faz sentir igual um trapo humano?

Pode até chorar como já disse isso faz parte do processo, mas tu quer ter motivações para deixar de lágrimas e ficar tentando convencer o outro que ele não pode te deixar? Te darei muitas:

  • Quantas vezes você foi a um evento com ele que não estava afim de ir só porque tinha medo que ele ficasse com alguém?
  • Quantas vezes você aturou amigos chatos, família para que ele não reclamasse com você, ou porque você teve medo do que as pessoas iriam falar?
  • Quantas vezes você teve vontade de mandar ele para aquele lugar(PQP) e não o fez porque você teve receio que ele ficasse bravo e te deixasse?
  • Quantas vezes a razão estava do seu lado e você aceitou tudo quieta porque assim evitaria brigas desnecessárias e mesmo assim ele nunca te pedia desculpas ou perdão?
  • Quantas vezes você aguentou o mau humor, pessimismo, reclamações, bebedeira, encheção de saco, grosserias porque achava que se calasse ele não iria embora da sua vida?
  • Quantas vezes você pediu algo a ele e foi ignorada, ele ria, tirava sarro, não dava ouvidos pelas coisas que você dizia?
  • Quantas vezes ele te deixou sozinha final de semana, saiu com amigos, para festas e te deixou sem dar satisfação?
  • Quantas vezes ele precisou de você, e tu estendeu a mão, foi o ponto de apoio do sujeito e quando você precisou ele te virou as costas?
  • Quantas vezes ele te procura só para sexo? Para encontros casuais e depois some?

Quer mais motivos? Existem muitos ainda nesta lista imensa.

Mas meu intuito aqui não é mostrar o tanto que esse cara não te valoriza, e sim como você se ANULOU COMPLETAMENTE tentando salvar um relacionamento e convivendo com o fantasma de ser deixado por esse homem , que agora nem está mais com você.

Conseguiu analisar?

Faça uma conta básica agora: quando um se anula  o outro se aproveita! Veja se não o seu caso.

Sara Oliver