brigo

Penso, logo brigo! Gente, vocês já tiveram a sensação de que pensam muito?

Que sempre está pensando em sua vida, o significado dela, o significado da relação, quais os objetivos de suas ações, quais as consequências de suas ações, qual o motivo das crises mundiais…

A necessidade de fazer atividade física, porque não consegue fazer atividade física, qual roupa vai vestir… e tudo mais ?!

Pois é… em meio a tantos pensamentos o pensamento sobre a relação, ou melhor, o que de fato o outro está pensando sempre vem.

Como muitas vezes não conseguimos responder a tudo, em meio a tantas dúvidas bate uma insegurança… uma sensação de impotência e para nos protegermos muitas vezes partimos para nos defender de tudo e de todos.

Assim, muitas vezes surgem as brigas desnecessárias e sem sentido…

Se não sei direito o que fazer… vou brigar para ver se o outro resolve ou me diz o que realmente está pensando, ou apenas para confirmar se ele me ama mesmo.

(Se eu brigar e no fim mesmo assim ele quiser estar comigo é porque me ama ) – sentiu a loucura disso ?

Pois é, muitas vezes acontece e nem percebemos o círculo vicioso em que entramos e nos quais podemos colocar a outra pessoa.

Talvez uma estratégia seja conversar antes sobre sua necessidade de ouvir mais palavras de carinho e confirmação.

E outra coisa, quando você começa brigar por causa que deu bola pra sua cabeça?

Aí começa a imaginar um monte de besteiras, fica insegura e na maioria das vezes não está acontecendo nada?

Eu brigo por cada coisa… Mas estou modificando isso devagar, sempre aprendendo a me policiar!

Ou muitas vezes dar uma sumida pra poeira abaixar e ele esquecer que sou louca! kkk

Não sei se fez sentido, mas pensem sobre o caso e me digam aqui.

Um forte abraço,

Ju!

brigo

Escrito por

Linda Cristina

Coaching de Relacionamentos, Autoestima e Valorização Pessoal