Siga nos no YouTube e veja nosso conteúdo! >>https://www.youtube.com/c/fazerhomemvalorizar


 

http://loja.fazerhomemvalorizar.com

Carla · 20 de março de 2017 at 20:10

Eu acho que vc deve transar muito como ele, sair e curti muito o momento. Se for só ele que ele quiser, queira só isso tbm e aproveita. Depois de um tempo vc termina e parte para a outra. Ao menos vc aproveitou momentos deliciosos.

Nina · 29 de março de 2017 at 18:21

Aqui tbm me sinto meio encurralada com essa questão de ser sustentada. As vezes tenho que engolir muita coisa por ser “a que fica em casa”. Cuido da casa, da comida, de um bebê de 10 meses e estou gestante de 5 meses… Me sinto cansada e desvalorizada, pois qnd tento só desabafar sobre essa rotina cansativa ouço dele que quem está cansado é ele e que eu fico em casa, que “é diferente”.
Queria mesmo que ele entendesse que nao tá fácil e que tô esgotada, mas ele sempre vem com essa de que ” eu fico em casa”.

Uma vez cheguei a comentar que iria fazer uma torta de frango para vender no comércio aqui perto sabe…
Ele me disse que eu nao precisava disso… Que tenho 26 anos, que sou pós graduada e tenho experiência profissional, que eu deveria esperar o bebê nascer e depois conseguir um trabalho “a minha altura” que me permitisse crescer profissionalmente.

Tenho até vergonha de admitir, mas acabei concordando com ele… Poxa, estudei tanto pra vender coisas na rua. É um trabalho digno como qlq outro. É questão se ego mesmo.

Ouvindo seu áudio eu sinceramente voltei com a ideia. Ter meu dinheirinho…

Oq me diz sobre isso? Me dá uma luz?

Preciso de uma palavra de força..

(Por favor, continuem com textos/áudios para casadas!)

    Sara Oliver · 30 de março de 2017 at 09:32

    Claro né que ele fala que você tem formação, bla,bla, e enquanto isso você fica com a barriga no tanque, cuidando de filhos e ele achando que você não faz nada. Você só cuidar da casa não é trabalho. Este tipo de pensamento machista que detona uma relação. Porque a mulher se sente desvalorizada com baixa estima, tudo porque tem um companheiro que diz que o trabalho mais importante é o dele. E você? E a comida pronta, é os filhos, e a casa, roupa lavada?
    Ele deveria te incentivar. Eu estou indo para minha segunda faculdade, e não tenho vergonha alguma de vender meus lanches, carregando caixa térmica. Quem sabe dos meus rebentos sou eu, quem bota comida na mesa e a Sara aqui. Quero que se dane o que as pessoas vão pensar. No fim do dia, eu consigo ir ao supermercado e trazer alimentos para casa. Então você deveria pensar da mesma forma. Vai vender suas tortas mulher, comprar suas coisinhas, um perfume, uma mimo para seus filhos. Tu vai ver como você vai se sentir valorizada e útil. Mas isso é você tem que sentir, esse seu marido aí, pelo amor né? Com um homem desse do lado a gente não precisa de inimigo.Ele quer ver você encoleirada e dependente para ele poder cagar na sua cabeça igual pombo. Não precisa bater de frente, diga que vai fazer porque assim poderá auxiliar nas despesas da casa. Não tem confronto. Mulher tu vai ver a coisa acontecer e mudar de figura rapidinho.
    Sara Oliver

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *