Fazer Homem Valorizar - Mude o padrão feminino e deixe o homem que voce quiser ao seus pés… | Faça ele correr atrás de você e ser sempre apaixonado...

Fazer Homem Valorizar

Mude o padrão feminino e deixe o homem que voce quiser ao seus pés… | Faça ele correr atrás de você e ser sempre apaixonado…

Se não tem amor, não tem o resto!

Vocês sabem o que é gostar, apaixonar e amar?

Gostar é aquela coisa simples de amigos, onde você sente falta dos papos, da amizade, da solidariedade, da presença, do momento ali com a pessoa. Você curte a companhia.

Apaixonar é o furor sabe? Aquela coisa que faz a gente sentir borboletas no estômago, ficamos até sem beber água de tanto euforia, trememos, e ficamos bobos.

E muito bom essa etapa da empolgação. Ela dura um tempo, meses, depende muito da reciprocidade de ambos. Paixão é motivado por tudo aquilo que o outro nos propicia. E ela acaba e começa a se tornar uma ilusão quando alguém simplesmente fica em desajuste com o que queríamos. Criamos expectativas, achamos que tudo poderá ser real, vislumbramos algo longínquo, acreditamos que ali está o nosso amor, que tudo vai dar certo.

Fazemos, escancaramos nossos sentimentos, sem antes analisarmos que é apenas uma paixão arrebatadora. Tentamos mostrar para o outro que somos merecedoras de atenção, de carinho e afeto.

Paixão tem dias marcados, tem prazo curto. Porque ela é feito de momentos rápidos, ligeiros, do entusiasmo do conhecer, do aperto de mão e do beijo quente.

Do ligar no outro dia e dizer que adorou seu cheiro, que está com ele impregnado na pele.

E que não vê a hora de te encontrar novamente pois, tem ânsia de repetir e saciar todas essas loucuras com você.

É um encontro, e vem o próximo, e outros…

Aí acaba tudo, a realidade dura e cruel batendo a porta, os defeitos começam a aparecer, a euforia acaba, e você não tem mais certeza de nada.

Paixão já não brilha mais, agora você enxerga o outro sem maquiagem, sem aquela coisa esplêndida. O beijo é frio, é os encontros são mornos.

Ele se tornou feio, chato, briguento, mal humorado, não te oferece mais a coisa inicial de antes. Ele reclama do seu jeito, das suas manias, dos amigos, de tudo. Você se pega pensando: onde está o homem que antes era todo presente, apaixonado e carinhoso? Porque agora ele implica com tudo? Porque agora eu não sou mais importante para ele?

O costume chegou e botou banca no seu relacionamento. Quem disse que paixão ferve todos os dias, não sabe se relacionar. Ela esfria, ela fica sem sal. E acontece que encontramos inúmeros casais vivendo juntos em suas guerras diárias por falta de opção, por puro comodismo em um enlace que já era para ter sido finalizado. Não tem gostar, não tem paixão e muito menos AMOR.

 

Desculpe se isso doí profundamente. Amor não se baseia em paixão. Ela é mais do que isso. E conhecer o outro no seu mais completo íntimo, e olhar os defeitos, e procurar entender, onde ele pode se encaixar nas qualidades do outro. E você não fazer bico, não dar gelo.

Sou a favor dos relacionamentos onde um olha para o outro e diz: vamos conversar, pode ser ou está difícil?

Mas neste meu devaneio de relacionamentos saudáveis eu só vejo: guerrinhas pobres, gelos constantes, birras intermináveis, silêncio absoluto de ambos os lados.

Não se fala e não se ouve, e coloca tudo para debaixo do tapete.

Quero que vocês reflitam: Porque continuam nisso? Se isso apenas está sendo sufocante, cinzento e doentio?

Falem, gritem se o outro não quiser escutar. E no final se mesmo assim ele virar as costas e te deixar com somente o vazio do desprezo esbraveje: seu silêncio e a resposta que faltava para saber que aqui tudo chegou ao fim.

Pronto. Não corra atrás de gente que te trata como segunda opção, que prefere a vida solteira, os amigos, do que viver tudo com você.

Repita para você: eu quero amores que multiplicam que complementem tudo que já sou. Eu mereço homens que alinhem comigo, que retribuam cada gesto meu. Que mesmo que esteja longe, eu sinta perto. Sem pressionar, sem endurecer nada, sem se corroer por dentro imaginando porque ele age assim.

Homem fez jogos, manipula, se torna arrogante e prepotente, machista, egocêntrico, acha que pode e é superior, ignore-o. Não deixem que entrem na sua vida.  E esses homens que estou aqui tentando que todas sem exceção evitem.

Valorizem homens de postura, caráter, que não tem conversinha, que chega e apronta. Que bate no peito e diz: vamos resolver isso. Que não fica de birra, que não mente. Que faz merda e assume. Se você aceita tipinhos contrários, é porque você não se valoriza.

E isso nada tem a ver com a tal coisa de que todos os homens são iguais. Existem uns caras interessantíssimos, que gostam das coisas bem resolvidas, sem fazer nada de contrário ao que ele acredita. E que vai procurar pessoas que também estejam na mesma vibração e sintonia que ele.

Se você está em um relacionamento que tem que pensar mil vezes antes de dizer algo, que antes de tomar uma atitude, o medo é presente, saiba que este é o tipo de envolvimento que está com os dias contados.

Submetemos a tudo na vida, mas as pessoas pouco interessadas no que a gente pensa, no que buscamos que não firmam nada dê um adeus básico e siga.

Não compensa, não frutifica.

Sara Oliver

Chega de respostas prontas!

Se vocês soubessem que amor não processa: egoísmo, orgulho, falta de caráter, mentiras, manipulações, jogos, ofensas, traições, egocentrismo, falta de respeito. Você entenderia que amor não existe e não cabe na situação que você vive.

Mas tudo está se tornando repetitivo, porque as causas são as mesmas.

Homens que não estão nem aí para o que vocês sentem. Que não respeitam os sentimentos existentes dentro de seus corações.

Tem gente que detesta esse meu jeito duro de dizer, de escancarar as coisas, mas eu fiz um compromisso com a verdade, e ela deve ser nua, crua e sem sabor.

Porque vocês acham que o mais correto é que eu diga para massagear o ego de vocês, que o cara é bom, que vocês podem insistir com ele, porque na esquina da vida, ele vai te valorizar. Que ele vale a pena, porque ele é um cara que te merece. E que seu caso tem solução?

O meu único propósito aqui é: expandir suas mentes, organizar suas vidas, no sentido amplo da palavra. Fazer vocês enxergarem que insistência gera burrice, e burrice e amiga íntima do sofrimento, da tristeza e da dor.

Mas sofrer constantemente é martírio. Menosprezo a sua vida, e a quem você é.

Ele te traiu, eu tenho que dizer: Insiste, ele vai mudar;

O cara te troca por outra: Ele tem bom caráter;

Ele é grosso, manipula situações, faz uso de violência psicológica, eu tenho que dizer: vamos, ele teve um desvio de conduta hoje, amanhã ele vai repensar isso e não vai ocorrer novamente;

Ele te larga, segue a vida, não te procura e eu tenho que dizer: vamos ele vai se arrepender de ter te deixado, ele vai voltar e reconhecer em você a mulher que ele sempre quis;

Ele não compartilha nada com você, não é companheiro, afetuoso, amigo, protetor, dedicado e você acha que eu vou dizer: ele te trata assim porque você é culpada de tudo, é ele é o correto. Mude seu jeito que ele vai te tratar melhor.

Se vocês querem ouvir respostas prontas para deixarem seus sentimentos lindos e floridos porque assim doí menos você saber que ele não te merece. Não esperem isso. Não virá.

Se o cara for um banana, canalha, cretino, e as atitudes deles demonstrarem isso no modo do falar, no tipo do agir, nos gestos que vocês deixam claro nos comentários enviados e tudo pender contra ele? Eu vou gritar: Suma da vida desse projeto de homem.

Pois sei que isso depende exclusivamente da nossa força e coragem para mudar tudo.

E eu sabendo desse enorme poder de reação que temos, estou aqui para dizer: não aceite mais mentiras, nem enganações. Fiquem sozinhas que seja, mas com a consciência leve, sem jogos, sem manipulações. Sem aceitar sobras do que o outro te dá.

Relacionamentos nunca serão baseados nesses tipos de sentimentos poucos nobres e pobres de espírito.

O poder de reação é seu. Lutem. Desapeguem!

Sara Oliver

Homens: Aprenda a Ler os Sinais – Em áudio – Lançamento – Sara Oliver

aprenda a ler os sinais

Você sabe ler os sinais de um homem? Quando ele está prestes a terminar um relacionamento, ele te deixa claro com todas as atitudes que não está mais interessado, mas será que você é capaz de enxergar todos eles, e estar lúcida para sua vida? Ou você prefere tampar o sol com a peneira, e em vez de simplesmente confiar na vida, você decide fazer um super sacrifício na esperança de que ele mude de ideia?

Este áudio destaca os sinais, atitudes e comportamentos de um homem, e dá dicas de como lidar com cada um deles…


 

, , , , , ,

Sem surto de uma vez por todas.

Quando for falar e ele se alterar, começar a ser rude, apenas diga: converso outra hora com você, mas de antemão vou te pedir um favor: respeite-me, não grite comigo, e fale baixo. Tenho ouvidos ótimos e estou ouvindo perfeitamente;

Se não conseguir melhorar em nada, com todos esses pontos o cara tem outra forma:

Tchau para ele.

Moça esse cara e totalmente irrecuperável, não dá para você insistir a vida toda, a não ser que você queira.

Qualquer ser humano, sensato saberá entender e compreender que você está no seu equilíbrio perfeito, e ele está sendo um irracional.

Se ele continuar agindo exatamente igual e não fazer nada para ter um comportamento de homem decente. Diga a ele:  percebi que meus esforços foram válidos no sentido de tentar organizar as coisas, mas do seu lado não se tem mudanças, e isso não tem como eu alterar. Só faz quem tem vontade, só arruma quem está disposto a fazer algo diferente.

Vamos resolver nossa situação.

Se o cara for um arrogante, bruto, machista dos infernos. Sinto muito para você que está convivendo com este ser, ele não vai mudar tão cedo.

E caso queira continuar, opção sua, mas não adianta vir me perguntar se ele muda, se você fez todas as indicações aqui citadas e o cara não deu uma ajudinha básica, seu caso tem solução apenas você o deixando, tem gente que perde depois dá valor. Ser humano é assim.

E de nada adianta você ficar nervosa, revoltada, e dizer que estou sendo dura e sem coração.

Aprenda agora: ninguém muda se não estiver com disposição para isso. A vida um dia, bate, estapeia, derruba, e quem sabe com as lições duras ele aprende. Mas demanda tempo, se você tem tempo espere então.

Relacionamentos é saber dosar, seja no namoro, casamento. Não importa. Se você quer que o cara do lado faça algo diferente, e esteja do seu lado de verdade, aprenda a agir com consciência, serenidade e maturidade. Do contrário não existirá nada a não ser sofrimento e tristeza.

Você pode discordar de tudo, parcial ou apenas concordar.

Aqui não tem aquela coisa de mulher abaixar a cabeça, aqui é mulher ser dona do seu destino. Que não obriga ninguém a nada, e nem se sente obrigada.

Você não é, busque ser. Você é dona de si, mantenha. Somos únicos. Então aprenda a entender neste momento oportuno, faça o que acha certo, o que lhe convém, e assuma suas posições perante a vida. E desta forma que evoluímos. Quando entendemos que cada ser humano agirá, pensará diferente do outro, seremos mais humanos, seremos complacentes com o nosso semelhante.

E nossa vida caracteriza por esses caminhos: Amor, respeito ao próximo sempre.

Sara Oliver

 

 

 

 

 

Sem surto parte IV

Fique firme. Tenha sobriedade de ignorar qualquer tipo de chantagem emocional.

E pontue: e última chance que estou dando para nós, para que revertamos isso, o que eu posso fazer para ajudar, o que você pode fazer para ajudar, a nós dois?  Apenas eu não darei conta, preciso de você. Preciso de você também tentando, contribuindo.

Vocês repararam, não tem DR prolongada com ofensas e ataques, com achismo, vitimização. Você tem que ter controle do que falar, como agir.  Não tem, ah porque você é isso, porque você é aquilo, porque você é ruim, porque você não se importa comigo, porque você não me ama mais, porque você prefere seus amigos, porque você está me traindo, etc…

Prestarem atenção é foco no problema, e foco nas situações.

Homem não tem o mesmo raciocínio meticuloso que temos, mas eles não são burros.

Essa é ser a mulher sábia que falo em vários post, a ser sábia, a reverter situação favoravelmente para você é para o seu relacionamento. E deixar o cara com a bomba na mão para resolver.

Se você quer salvar seu namoro e casamento, aprenda a agir diferente.

Não grite (apenas grite mais alto se ele o fizer primeiro), e peça para ele abaixar o tom de voz  que você fará o mesmo.

Você pega senha do seu namorado, marido, para ver o que ele está fazendo, dona você está apenas arrumando sarna para se coçar, se você age desta forma, e porque você não confia no seu taco, insegurança batendo a porta e você desconfia também que seu marido não é um ser confiável;

Você discute todo dia, bate boca todo hora, está fazendo errado, discussão empobrece qualquer relacionamento e desgasta e vocês estão por um fio;

Existem momentos para você ser doce e rude, não tem desmandos de nenhuma das partes, tem que existir respeito apenas;

Ele traiu, pegou traição, sente e converse, e pergunte o motivo da traição, e pergunte se isso irá se repetir, porque dá próxima vez a conversa será outra, não fale o que irá fazer, apenas deixe-o pensando, qual será sua reação;

Pergunte se está lhe faltando algo? Se você está deixando de cumprir tarefa (quando você faz essa pergunta, significa que você sabe que você e passível de erro, e não está colocando tudo para ele resolver);

Viu algo errado, que não gostou, espere passar o momento e chame ele. Explique calmamente sua insatisfação, e sempre remeta para ele: o que você pode fazer para corrigir, o que eu posso fazer para te ajudar;

Digo, qualquer coisa errada gente, uma olhada para uma mulher, um conversa boba no facebook, uma curtida que você prestou atenção que não é normal, não deixe passar nada(mas não faça isso na hora, primeiro reflita, pense depois resolva);

Sara Oliver

Não surte parte III

Tem homens que só agem depois que tomam um susto. Esse é a particularidade do gelo que tanto dizemos aqui.

As mulheres acham que ignorando, deixando de fazer as coisas, vai fazer o cara mudar.

Não é o tom que você fala, é a imponência nos gestos, é a forma de você interpelá-lo que ele irá ver que você não vai engolir sapo todo tempo.

Isso serve para mulheres no geral. Como você muda isso?

Continue fazendo suas coisas, mas deixe claro que não vai mais aturar desaforos e falta de respeito dele.

Converse e exponha. Se você não consegue falar, escreva.

Mas deixe-o ciente que você está contrariada e não aceitando o que ele vem fazendo.

Questione-o se acha certo, pergunte se ainda quer manter o casamento ou namoro, se ele acha que desta forma, agindo grotescamente, sendo leviano existirá chance de ficarem juntos?

Não o cobre, o deixe pensar sozinho.

O erro justamente das mulheres é: falar tudo de forma explosiva, e reclamarem constantemente.

O cara apronta uma vez, você olha e diz: você acha que o que acabou de fazer é correto e respeitoso com a minha pessoa? Pense e depois me diga.

Pronto, acabou. Não tem ladainha, blablabá interminável. Coloque o cara para pensar.

E você continue fazendo tudo como antes.

Fez pela segunda vez: Continua repetindo?  Muito bem, sua cabeça e seu guia.

Terceira vez: por gentileza, cadê o homem que eu escolhi para estar do meu lado, ser meu companheiro, pai dos meus filhos, o homem da casa? Onde está ele, o que aconteceu com ele? O que foi feito dele, o que será dele? Ele não existe mais?

Se ele não existe mais eu quero saber, eu quero aquele homem, que eu casei, que escolhi para namorar, o homem que se mostrava presente, que se importava, que era homem de verdade. Avise-me quando voltar.

A partir daí você simplesmente comece a não fazer mais nada para ele. Pare de ligar, para de perguntar o que ele fez, trate com educação e respeito. Isole-o.

Não tem discussão, não tem seus pontos.

Porque rotina faz isso. Movimente-se gente. Não deixe tudo para o cara resolver. Cuidem de vocês, não fiquem toda hora esperando o cara, tenham voz ativa, resolvam também.

Deixem de por qualquer motivo arrumar briguinhas idiotas, ficar rastreando o cara igual satélite, tenham vida própria, se ocupem. Não fique o dia todo querendo conversar, não vincule sua vida particular à dele, faça suas coisas sozinhas, aprendam a gostarem da sua própria companhia.

Peçam ajuda, ele ignora você abra a pergunta: cadê o homem da casa, quem é o homem da casa? E assim que você chama o cara para suas responsabilidades para o papel de homem que ele tem que desempenhar.

Isso vale para qualquer tipo de relacionamento.

Agora se depois dessa chamada o cara não movimentar-se o jeito é: sabe estou percebendo que mesmo depois de todas as minhas chamadas para você não percebi nenhuma vontade de sua parte para querer o melhor para nós dois, então acho que você não tem mais interesse no nosso relacionamento (alguns vão começar a falar que você sufoca, que pressiona, tentar te convencer que você exige demais), lembra relacionamento abusivo, não caia na conversa do cara.

Sara Oliver

Não surtar parte II

Ou fazer pressão e depois vai esquecer e aceitar os desmandos do cara tudo novamente.

Se o cara não sabe respeitar uma mulher que o mínimo de exigência possível que devemos ter em um relacionamento, esse cara não merece que você dê importância a ele.

Falo isso tanto para homens quanto para mulheres.

Porque conheço mulheres que simplesmente vivem pisando nos caras e fazendo a maior palhaçada.

Respeito é tudo em um convívio entre duas pessoas. Se não tem tudo vai despencar, não sobrará nada.

O que age com falta de respeito, aprende a ser mais arrogante e prepotente, e quem aceita a falta de respeito se torna um ser inferiorizado, cabisbaixo e depressivo.

Onde existem sentimentos nesta parafernália toda?

Não existe. Nem vai existir.

Se você está se vendo nesta situação meu conselho para você é: ou você arruma a casa, ou vai viver neste desmando a viva toda, ou para piorar, um dia o cara vai embora da sua vida, e te deixará em frangalhos.

Trair não é normal, te culpar de tudo, não ter respeito, ofensas, mentiras, não se importar com você, não querer dialogar, sempre se esquivar de conversas, ou se mostrar ausente (sem motivos), não perguntar sobre sua opinião, achar que sempre é o certo, ser grosso, estúpido, frio. Tudo isso caracteriza que o cara não é recíproco ao que você sente por ele. E que você está aceitando tudo isso sem tomar nenhuma postura.

Não tem amor, tem apenas o costume. Por isso ele faz as merdas dele, e volta como se nada tivesse acontecido, e você acha que deve ser mais companheira do cara, para ver se ele nota sua presença.

Esqueça neste caso tentar conversar. Isso vale para todas.

Se o cara tem esse tipo de comportamento com você, dê bandeira, cartão, banner, tudo em vermelho para ele. Se vista de vermelho e diga: BASTA.

Bem mas e aí, como farei isso? Eu sendo dura com ele, qual a chance dele ficar comigo?

Eu tenho uma coisa para dizer a vocês: tudo nesta vida tem um poder de reação, apenas você tem que ser um ser humano dono de si, e saber que tudo virá conforme suas ações.

Não existe certeza neste ponto, existem apenas as seguintes opções:

Ele perceber e confirmar que você está sendo séria e honesta com ele, e não está blefando;

Ele ponderar e dizer: agora ela não aceita, como faço para dobrá-la?

Ele pensa e diz: agora não consigo mais fazer os meus desmandos, vou pular fora.

Vocês observem que nos três questionamentos feitos, a chave da resposta é a sua pessoa. E como você tomará as rédeas da situação.

Como já disse o poder do não é seu.

Se existir sentimentos, talvez ele só aja desta forma porque você não se mostrou uma pessoa firme, de saber o que quer e ser objetiva nos seus propósitos.

Têm vezes o cara não quer aproveitar-se da situação, mas como ele sabe que você não vai mudar, ele fica lá esperando que um dia você tome alguma atitude, e se você não tem esse poder de arrumar, ele mantém tudo como está. Tal do comodismo. Tudo é repetitivo, constante e rotineiro.

Você acomoda-se e ele fica no mesmo processo que você. Ninguém se movimenta para mudar nada.

Sara Oliver

Eu não quero surtar parte I

Estou abrindo este post do controle, de saber horas oportunas de abrir o verbo, e deixar o cara no seu devido lugar. Vamos hoje conversar sobre você ter o dom da paciência, mas saber falar e se impor na hora que o cara começar a te fazer de besta. Eu usei o termo “besta” porque é assim que alguns marmanjos tratam suas parceiras.

Quando somos jovens, na maioria das vezes, agimos intempestivamente, na hora da raiva e dos sentimentos explodindo, simplesmente perdemos o foco.

Surtamos, xingamos, botamos o dedo na cara do cara. A gente faz cada besteira que no final o fulano simplesmente olha e pensa: ela é muito nervosa, ela é isso, ela é o raio que o parta.

Não estou aqui abrindo para você ser pacífica e submissa,  e nem dizer que a culpa e das mulheres e os homens são santos. Aqui é para você saber o que quer e realizar seus intentos com sabedoria e com objetividade.

A culpa nada mais é do que: o cara só faz o que ele acha que você vai aceitar, e você só aceita se não tiver pulso firme para dizer basta.

Minhas caras, se o cretino do seu marido, namorado te maltrata a culpa dele é porque ele se aproveita da situação, é desonesto, desumano, e sabe que tem o comando é o controle sobre a sua pessoa.

A culpa sua é porque você se sente acuada, sem poder de reação, fragilizada, tem sentimentos que sobressaltam o raciocínio, e você tem insegurança em você, e não se valoriza.

Conheço mulheres aos montes, convivo com elas, que o marido, namorado ou ficante traem, não se tem respeito, carinho, apenas a tratam como um ser desprezível, não é parceiro, companheiro, eles parecem que estão lá só para dizer: aqui eu mando e aqui quem dá ordem sou eu.

E para as mulheres sobram apenas o  papel de coadjuvante do cara, aceitam tudo, não sabem abrir a boca para falar com propriedade, o cara manda e desmanda, e para piorar alguns mesmo estando absolutamente errados, ainda conseguem sair por cima e no final colocam a culpa em você.

Vou falar aqui: se o seu marido, namorado, ficante, sempre apronta, você sabe que ele errou que fez algo que te ofendeu, e no final ele nunca pediu desculpas, nunca reconhece seus erros, e para deixar as coisas piores do que já estão ele te acusa que você é uma louca, que você faz tudo errado, que ele precisa de descanso e você só sabe encher o saco, que te deixam em péssimo estado e por cima se sentindo um nada e com a culpa toda?

VOCÊ ESTÁ EM UM RELACIONAMENTO ABUSIVO.

PRONTO. FIM DE PAPO.

Claro que não, quando o cara chega neste estágio de abuso, de no final as consequências do ato dele, virarem contra você. Ele será o ser humano que você deve olhar  bem nos olhos e dizer:

Eu não vou mais aceitar nenhum dia você me tratando desse jeito. Se você não tratar de ter respeito pela pessoa que sou, pela mulher que você escolheu para ficar do lado, teremos que rever algumas coisas urgentes no nosso convívio.

Ah mas eu não consigo, isso eu não sei fazer. Porque assim eu vou perder ele.

Tudo bem, essa personalidade aí você tem que buscar começando a se amar. Ou vocês acham porque repetimos todos os dias esse mantra se amem, se valorizem? Se você não consegue se abrir para essa máxima, você não terá como resolver sua situação.

Gente, o que quero pedir para vocês e que homem ele é ser esperto neste sentido, ele faz porque sabe que do outro a mulher vai aceitar, ou vai falar, esbravejar e depois não tomar nenhuma atitude.

Sara Oliver

Recadinho

Pessoal, irei fazer vários post em sequência, porque ficou extenso. Então para ajudar na leitura, vou fazer por partes.

Espero que gostem. E, não estou tendo tempo para responder os comentários. Pois estou em semana de provas da faculdade, trabalhos para entregar.Correria louca.  E eu não gosto de responder a comentários sem antes fazer a leitura correta da situação de cada uma.

Fiquem bem, e força mulherada. Somos mais!

Sara Oliver

 

 

Tudo tem que ser recíproco sempre.

As pessoas perguntam qual o segredo do relacionamento para ser duradouro e saudável?

Eu pergunto e vocês respondem: o que você tem feito para que seu relacionamento se torne feliz e nutrido de respeito e reciprocidade?

Quando resolvemos nos unir a alguém, nos vinculamos de inúmeras formas e acessos.

Permitimos conhecer o outro, em particularidades ínfimas.

Esse acordo mútuo, essa voz que não separa, quando um fala e outro consente, existe e se chama flexibilidade. O saber ceder.

Essa é a porta de entrada real e oportuna quando queremos que algo dê certo nas nossas vidas, em todos os parâmetros.

Relacionamento tem tudo a ver com o designar e entender que nem tudo será como queremos, ou achamos correto.

Toda vez que você se ver numa situação onde não ache uma solução, que de nada adianta fazer, pois a tendência é sempre manter tudo na inércia. Apenas tente olhar o outro ser que você decidiu se unir, se ele almeja as mesmas coisas que você.

Não existe ponto, nem tampouco desculpas. Quando o outro não está firmado nos mesmo propósitos que entendemos como o ideal a seguir.

Você pode controlar apenas o que você faz, suas ações são responsabilidades suas.

Mas a do outro não.

Todos os dias isso acontece e nada pode mudar essa linha de visão das pessoas, a não ser que elas se permitam a isso.

Não trabalhe sua vida, questionando porque alguém de uma hora para outra, deu o ar de sumiço, não deu créditos a seus feitos, foi mal educado, grosseiro ou desagradável.

Existem pessoas neste mundo, que não conseguem ampliar sua visão. Algumas tendem a ter a índole de agredir, de machucar o outro. Apenas o fazem sem intenção, outras tem a comiseração de ser um ser duro e ríspido. E porque não dizer a vida o fez agir e ser desta forma?

Eu desisti de tentar arrumar o outro, e você deve parar de querer fazer isso. Isso demanda tempo, energia e dores para o seu pobre coração.

Aceite que o outro vai te tratar bem, se ele assim quiser;

Aceite que o outro vai considerar-te, admirar se assim ele pretender;

Aceite que o cara que deixou você, sem olhar para o seu sofrer e todos os sentimentos que existem no seu coração, o fez porque assim achou correto, porque ele pensou que seria o melhor para ele;

Aceite que todo amor, carinho, atenção, dedicação, momentos que passaram para você significa muito, e para o outro, não é algo que possa considerar válido, talvez até achasse quando estava do seu lado, mas quando partiu da sua vida, não se vinculou a esses detalhes;

Todo ser humano quer algo de bom do outro, e espera que isso venha mediante as atitudes nobres que ele fizer.

Se você vive a pensar desta forma não espere isso, porque a expectativa criada pode não te retornar como você almeja e aguarda.

Meu pedido unicamente aqui para todas é: primeiro se amem, tenham segurança em tudo que forem fazer para alguém (amigos, namorados, família), você não depende de ninguém para ser você, o ser exclusivo e seu e ninguém pode tirar isso de ti.

Não abrace uma causa que do outro lado o outro não move uma fagulha para que possa acender a lamparina da mudança.

Você pode até tentar uma, duas vezes, e porque não até três, mas se você toda hora ficar fazendo as chances são enormes de você se decepcionar.

Mudança e inerente a cada um, pensamentos, atitudes, é tudo bem alinhado e denominado a cada ser humano. Você está aí se desdobrando pelo outro, tentando- o convencer que sua presença é leal e estável, enquanto que o outro simplesmente ligou “o não estou nem aí”, ou muito menos valoriza seus feitos. Cadê a tal da reciprocidade, o saber ser flexível, a entender da coisa mágica que é o ceder? Ela não existe. E o que você faz?

Insistem se destoam de argumentos, ações, palavras de convencimento, tentam suprir todos os buracos existentes na relação e na origem do fim, e não observam profundamente se o direito do outro está sendo respeitado ou se pelo menos ele se esforça para manter tudo em sintonia.

Sintonia, reciprocidade, ceder, saber ouvir e se calar, mútuo, para ambos, de ambos.

As fórmulas dos relacionamentos felizes e duráveis compreendem nessas palavras chaves. Busque isso!

Sara Oliver

 

 

 

 

 

‹ Previous Posts